conecte-se conosco


Direto de Brasília

Vice de Bolsonaro, Braga Netto começa buscando apoio em Minas

Publicado

Direto de Brasília

Vice de Bolsonaro, Braga Netto começa buscando apoio em Minas
Alan Santos/ PR

Vice de Bolsonaro, Braga Netto começa buscando apoio em Minas

O general Braga Netto (PL) escolheu Minas Gerais, seu estado natal, para cumprir as primeiras articulações em busca de apoios desde que foi oficializado candidato a vice na chapa do presidente Jair Bolsonaro (PL). Hoje, ele vai se reunir com religiosos, acompanhar uma motociata e participar de uma cavalgada em Montes Claros. Bolsonaro também irá à cidade mineira nesta sexta-feira.

O Sudeste é um dos principais alvos da campanha neste momento, por abrigar os três maiores colégios eleitorais do país – Rio de Janeiro, Minas e São Paulo – que reúnem 42% dos brasileiros votantes. Na divisão de tarefas, Braga Netto foi escalado para conversar com empresários sobre as ações do governo. Antes de ser oficializado como candidato a vice, ele já havia se reunidos com representantes do setor produtivo em Minas e no Rio.

Pesquisa Datafolha divulgada no final do mês de julho mostra que Bolsonaro tem 28% das intenções de voto no Sudeste, enquanto o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), seu principal adversário na corrida pelo Palácio do Planalto, concentra 43% das intenções de voto.

Em Montes Claros, Braga Netto vai se encontrar com pastores no aeroporto e, de lá, seguirá em carreata até o local da concentração de uma motociata. Também está prevista a participação dele em uma cavalgada no Parque de Exposições com cerca de 200 cavaleiros.

Em outra agenda, ele irá a um encontro com cerca de mil pessoas no Centro de Eventos Sociedade Rural e a uma cerimônia de Entrega do Diploma de Honra ao Mérito, Antônio Lafetá Rebello. Esta última agenda é a única que está prevista oficialmente na agenda do presidente Jair Bolsonaro.

O general esteve ontem em Belo Horizonte, onde se encontrou com mais de 50 prefeitos na Associação Mineira de Municípios. À noite, conversou com empresário na Câmara de Dirigentes Lojistas do município.

Palanque definido

A visita a Minas Gerais ocorre na mesma semana em que o PL definiu o palanque de Bolsonaro no estado, o segundo maior colégio eleitoral do país. Nesta terça-feira, foi confirmada a candidatura do senador Carlos Viana (PL-MG) ao governo do estado com o deputado estadual Cleitinho Azedo, do PSC, como candidato a senador.

A situação em Minas, segundo maior colégio eleitoral do país, é considerada preocupante. Bolsonaro, segundo pesquisa Datafolha, tem 20 pontos percentuais a menos que Lula no estado (48% a 28%).

Nenhum presidente venceu as eleições sem ganhar em Minas. Atualmente, Viana tem 4% das intenções de voto, segundo pesquisa Datafolha divulgada no início de julho. A estratégia do PL é fazê-lo chegar a até 10% e tirar votos de Zema, forçando um segundo turno com Kalil.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.


Fonte: IG Política

Comentários Facebook
publicidade

Direto de Brasília

Saiba quem são os candidatos a governador do Maranhão 

Publicado

A Justiça Eleitoral recebeu pelo menos 28 mil registros de candidaturas para as eleições de outubro. A campanha começa oficialmente nesta terça-feira (16).

Foram recebidos 12 registros de candidaturas à Presidência e 12 a vice-presidente; 223 para governador e vice-governador, 231 para senador, 10.238 para deputado federal, 16.161 para deputado estadual e 591 para deputado distrital.

No Maranhão, nove candidatos concorrem ao cargo.

Confira lista completa:

Carlos Brandão (PSB): tem 64 anos, é o atual governador e tenta a reeleição. Nascido em Colinas (MA), é médico veterinário, empresário, está à frente do Palácio dos Leões desde abril deste ano. Também já foi eleito deputado federal por dois mandatos e exerceu o cargo de secretário-adjunto do Meio Ambiente. O vice-governador na chapa será o professor universitário Felipe Camarão (PT), de 40 anos.

Edivaldo (PSD): Edivaldo de Holanda Braga Júnior, de 44 anos, já foi prefeito da capital, São Luís, por dois mandatos, entre 2012 e 2020, Antes já havia exercido o cargo de vereador, também por dois mandatos. Holanda é empresário, advogado e político, também já foi eleito para o cargo de deputado federal, no período de 2010 a 2012. A pedagoga Andrea Heringer, do mesmo partido, de 47 anos, é a candidata a vice na chapa.

Enilton Rodrigues (PSOL): tem 42 anos, é formado em Engenharia Florestal pela Universidade de Brasília, onde atuou na política estudantil, ocupando a função de coordenador do Diretório Central dos Estudantes e conselheiro dos órgãos colegiados superiores da UnB. Natural de Arame (MA), Rodrigues já concorreu ao cargo de vereador do município natal e de deputado estadual. Pedra Celestina (PSOL), de 49 anos, irá concorrer a vice-governadora.

Frankle Costa (PCB): natural da cidade de Imperatriz, na Região Tocantina do Maranhão, tem ensino médio completo e é servidor público municipal. Com 43 anos, Costa já foi candidato a vice-prefeito de Imperatriz em 2020. O candidato a vice-governador é o fotógrafo Zé Jk, do mesmo partido.

Hertz Dias (PSTU): é professor de história da rede pública municipal de São Luís e estadual do Maranhão. Foi candidato a vice-presidente do Brasil pelo PSTU. Com 51 anos, Dias é natural de São José de Ribamar (MA). Já concorreu ao cago de vice-presidente, em 2018. Ele também já chegou a concorrer para o cargo de prefeito de São Luís na eleição de 2020. Jayro Mesquita (PSTU), de 49 anos, é o candidato a vice-governador.

Lahesio Bonfim (PSC): tem 44 anos, foi prefeito da cidade de São Pedro dos Crentes por duas vezes. Eleito em 2016, ele se reelegeu para o cargo em 2020. É médico concursado do Instituto Federal do Maranhão e da cidade de Balsas, no Sul do Estado. Concorre ao governo do Maranhão junto com o vereador Dr. Gutemberg (PSC), de 66 anos, candidato a vice-governador.

Professor Joas Moraes (Democracia Cristã): natural do Piauí, Joás Moraes reside há 30 anos em Imperatriz, segunda maior cidade do Maranhão. Professor há 28 anos, ele é professor auxiliar da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão e, também, é mestrando no Programa de Mestrado Profissional em Letras da universidade. O candidato a vice-governador pela chapa é Ricardo Medeiros (DC), de 55 anos.

Simplício (Solidariedade): José Simplicio Alves de Araújo, 53 anos, é empresário, consultor e graduado em análise de sistemas. Foi secretário de Indústria e Comércio na gestão de Flávio Dino e atualmente é deputado federal. A nutricionista Dra. Marly, 51 anos, concorre na chapa como vice-governadora.

Weverton (PDT): Weverton Rocha Marques de Souza, ocupa uma cadeira no Senado desde 2019. Tem 42 anos, começou na política na União Maranhense de Estudantes Secundaristas, onde foi presidente. Formado em administração, foi deputado federal por dois mandados. Além disso, já ocupou as funções de secretário extraordinário da Juventude do Maranhão e secretário estadual de Esporte e Juventude e de assessor especial do Ministério do Trabalho e Emprego. O deputado Hélio Soares (PL), 70 anos, é o candidato a vice-governador.

Atualizado com dados do TSE até 16h06 do dia 16/08/2022

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Política Nacional

Comentários Facebook
Continue lendo

Direto de Brasília

Saiba quem são os candidatos a governador do Piauí

Publicado

A Justiça Eleitoral recebeu pelo menos 28 mil registros de candidaturas para as eleições de outubro. A campanha começa oficialmente nesta terça-feira (16).

Foram recebidos 12 registros de candidaturas à Presidência e 12 a vice-presidente; 223 para governador e vice-governador, 231 para senador, 10.238 para deputado federal, 16.161 para deputado estadual e 591 para deputado distrital.

No Piauí, nove candidatos concorrem ao cargo. Confira lista completa:

Coronel Diego Melo (PL): coronel da Polícia Militar, Melo tem 42 anos. Natural de Teresina, ele é graduado em direito e segurança pública pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI). Atualmente é presidente da Associação dos Oficiais Militares do Estado do Piauí (Amepi). Ele tem como vice o também policial militar coronel Carlos Pinho, 55 anos.

Geraldo Carvalho (PSTU): professor da Universidade Federal do Piauí (UFPI) em Floriano, Geraldo Carvalho tem 63 anos e já foi presidente do Sindicato dos Bancários e dirigente do Sindicato Nacional dos Professores de Instituições de Ensino Superior (Andes SN). Já concorreu ao cargo de governador, em 1998 e 2002. Também disputou uma vaga no Senado, em 2006 e 2014, e à prefeitura de Teresina, em 2008. A professora Gera, 66 anos, é a candidata a vice.

Gessy Lima (PSC): Gessy Karla Lima Borges Fonseca, 31 anos, graduada em teologia, Gessy Lima é comerciante e atua como missionária cristã. Foi candidata a prefeita de Teresina em 2020. Também já ocupou a Secretaria de Economia Solidária da Prefeitura. O empresário Rogério Ribeiro (PSC), 33 anos, concorre ao cargo de vice-governador.

Gustavo Henrique (Patriotas): bacharel em direito, Gustavo Henrique já foi candidato ao Senado em 2014 pelo PSC. Natural de Belo Horizonte (MG), ele tem 49 anos e, em 2020, concorreu ao cargo de vereador de Teresina pelo Avante. A candidata a vice-governadora é a Professora Jô (Patriota), 53 anos.

Lourdes Melo (PCO): morando em Teresina, onde cursou licenciatura em Educação Física, desde a década de 1970, a professora Lourdes Melo é natural de Pedreiras (MA). Atualmente com 69 anos, Lourdes é professora da rede estadual de Ensino. Esta é a quinta candidatura de Lourdes Melo a governadora do Piauí, desde 2006. O candidato a vice na chapa é Ronaldo Soares (PCO), 46 anos.

Madalena Nunes (PSOL): Maria Madalena Nunes é graduada em história pela Universidade Federal do Piauí (UFPI) e em direito pela Faculdade Santo Agostinho. Natural de Floriano, ela tem 59 anos e é servidora pública e faz parte do Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal no Piauí (Sintrajufe-PI). Especialista em Políticas Públicas, Madalena tem como vice a professora Cynthia Falcão (PSOL), 50 anos. 

Rafael Fonteles (PT): bacharel em matemática pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), Fonteles tem 37 anos. Natural de Teresina, ele é mestre em Economia Matemática pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), Fonteles é professor e já ocupou o cargo de secretário estadual da Fazenda do Piauí. Ele tem como vice o deputado estadual Themístocles Filho (MDB), 65 anos.

Ravenna Castro (PMN): 36 anos, Ravenna Castro é advogada, professora universitária do curso de direito e jornalista. Ravenna já disputou os cargos de deputada estadual e vereadora por Teresina. Esta será a primeira vez que concorrerá a um cargo do Executivo. Ela terá como vice o tenente da Polícia Militar Erivelton Quixaba (PMN), 53 anos.

Silvio Mendes (União Brasil): médico ortopedista Mendes tem 72 anos. Mendes já foi prefeito de Teresina por dois mandatos, em 2004 e 2008. Também foi presidente da Fundação Municipal de Saúde de Teresina entre 1994 e 2004 e também do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasems). Natural de Campo Maior, esta será a segunda vez que disputa o cargo de governador. Iracema Portela (Progressistas), 56 anos, é a candidata ao cargo de vice-governadora.

Atualizado com dados do TSE até 16h15 do dia 15/08/2022

Edição: Bruna Saniele

Fonte: EBC Política Nacional

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso