conecte-se conosco


Carros

Jeep lança picape Gladiator em versão única Rubicon, com irreverência

Publicado

Carros


Jeep Gladiator virá apenas na versão Rubicon, equipada com  motor V6 de 3,6 litros de 284 cv de potência
Divulgação

Jeep Gladiator virá apenas na versão Rubicon, equipada com motor V6 de 3,6 litros de 284 cv de potência

Com o mercado de picapes de um modo geral em ascensão, a Jeep lança a sua representante Gladiator. Como a própria marca faz questão de destacar, trata-se de um “veículo diferente de tudo o que você já viu”.

A começar pelo interessante sistema de retirada das portas e do escamoteamento do para-brisa que possibilita maior liberdade, principalmente aos jipeiros que apreciam encarar as trilhas mais desafiadoras.

Disponível em versão única – pelo menos até ver como o mercado vai reagir – Rubicon , a picape está equipada com motor Pentastar  V6 aspirado de 3,6 litros que rende 284 cv a 6.400 rpm e torque de 35,4 kgfm a 4.100 rpm, que funciona com câmbio automático, de 8 marchas.

Ao contrário do Wrangler , o qual este modelo deriva, o 2.0 turbo não está disponível nem mesmo nos EUA, justificado pela proposta de capacidade de reboque da picape. 

O desenho lembra bastante ao do Wrangler, bem característico dos icônicos carros da Jeep com para-lamas frontais sobressalentes, faróis redondos e lanternas sobressaltadas, que dá um certo ar de robustez ao veículo.

A proposta da picape inclui tração integral com diferenciais Dana 44 na dianteira e traseira com bloqueio mecânico, caixa de transferência central que possibilida mudar para os modelos 4×2, 4×4 automático, 4×4 50/50 e o 4×4 reduzido, com uma caixa de redução de 4:1. 

Na parte interna, o Gladiator conta com tecnologia como tela de 8,4″ com espelhamento Apple CarPlay e Android Auto, painel com dois mostradores analógicos e tela de 7″ central, igual ao do Wrangler .

Ainda falando na parte interna, uma curiosidade é o assoalho totalmente lavável onde é possível escoar toda a água por meio de uma válvula. Além disso, a parte superior é a prova de respingos.

Ou seja, é um veículo apto a encarar qualquer desafio na terra, areia ou lama e por falar nisso, o utilitário tem ângulo de entrada de 43º, enquanto que o de saída de 26º e pode subir rampas de até 20º, com altura mínima do solo de 27 cm sem raspar a parte do assoalho.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
publicidade

Carros

Burger King e EZVolt instalam  rede de recarga de elétricos no RJ e SP

Publicado


Novas parcerias têm ajudado a expandir a rede de carregadores para carros elétricos no Brasil
Divulgação

Novas parcerias têm ajudado a expandir a rede de carregadores para carros elétricos no Brasil

A rede de lanchonetes Burger King e a EZVolt lançaram um projeto em parceria com a Vibra Energia que visa oferecer conforto ao clientes da rede de fast food através da recarga do carro elétrico ou híbrido enquanto fazem sua refeição. Os primeiros pontos de recarga conectados à internet estão no estacionamento de restaurantes Burger King no Rio de Janeiro (RJ) e em Barueri (SP).

A Vibra Energia  será a responsável pela implantação dos equipamentos, enquanto a EZVolt ficará incumbida pela operação e manutenção da nova rede de recarga smart, totalmente inteligente, conectada à internet e com acesso a aplicativo que permite fazer reservas e consultas.

O investimento em soluções como esta do Burger King faz parte do objetivo da Vibra de ser o principal provedor de soluções de recarga e suprimento de energia do Brasil, por meio de uma rede de recarga pública robusta, disponível e conectada.

“Além de levar comodidade para os clientes, o projeto tem como objetivo estimular o transporte com baixas emissões de carbono”, afirma Gustavo Tannure, CEO e fundador da EZVolt.

As instalações de pontos de recarga nos dois primeiros restaurantes em São Paulo e Rio de Janeiro são o pontapé inicial em um projeto de expansão que terá, na primeira fase, uma rede com vinte estações de recarga em restaurantes Burger King na Região Sudeste do País até o final do ano.

Ao todo, serão dez pontos na Grande São Paulo (SP), cinco em Belo Horizonte (MG) e cinco no Rio de Janeiro (RJ). O objetivo é aumentar ainda mais esse número no ano seguinte.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros

O que está por trás do retorno da Abarth ao Brasil? Ouça no podcast

Publicado

Pulse Abarth 2023 é o primeiro SUV da marca de esportivos da Fiat no mundo e o primeiro Abarth nacional
Guilherme Menezes/ iG Carros

Pulse Abarth 2023 é o primeiro SUV da marca de esportivos da Fiat no mundo e o primeiro Abarth nacional

O Pulse Abarth é desenvolvido e produzido no Brasil, além de ser o primeiro SUV da marca no mundo. Previsto para chegar no último trimestre do ano, terá concessionários especializados na divisão esportiva, mas sempre dentro de uma Fiat.

Recentemente, pudemos conhecer o Pulse Abarth de perto, mas alguns detalhes ainda não puderam ser revelados. Entre eles, as informações exatas sobre a calibração do conjunto mecânico, bem como detalhes do interior, que estava majoritariamente coberto por mantas, para que ainda não pudesse ser visto.

No nosso podcast de hoje, tivemos uma conversa com o Pedro Silva, que é gerente de marketing de produto da Stellantis , e é o responsável por fazer o retorno da marca Abarth acontecer. Ouça na íntegra, a seguir, o que a divisão Abarth já pôde revelar sobre o novo Pulse esportivo .

Interessante é saber que, conforme for, a Abarth não irá se restringir aos modelos nacionais no Brasil. Poderão trazer os importados também, em determinado momento, conforme apuramos com Pedro. Além disso, a produção do Pulse Abarth não prevê limitações. Logo, o que vai definir quantos serão feitos, e por quanto tempo, será a própria demanda do mercado.

Além do mais, Pedro ressalta o trabalho realizado em cima do modelo. Como o carro é voltado aos entusiastas, destaca a importância de um método mais “artesanal” de desenvolvimento, para alterar o Fiat Pulse , como já conhecemos. Um dos pontos altos é o sistema de escapamento, que foi projetado artesanalmente para alinhar o ronco do motor ao padrão da Abarth.

Quando estivemos com o carro, pudemos notar que a parte de acabamento ainda apresenta muitas das mesmas superfícies plásticas do Fiat Pulse , além do mesmo cluster digital, volante multifuncional e teclas na parte inferior do painel. Algo que se destaca ao condutor é uma interface que mostra a pressão gerada pelo turbocompressor em tempo real.

O visual é o mesmo da primeira revelação do carro. Conta com para-choques exclusivos, grade colmeia com o brasão do escorpião da Abarth . Além disso, vem com luzes auxiliares na parte inferior do pára-choque, enquanto a traseira traz extrator de ar e dupla saída de escape.

Na tampa do porta-malas está escrito Abarth, em vez do tradicional Fiat , por extenso. Como se não bastasse, destaque para a pintura vermelha que está presente no friso inferior do para-choque dianteiro, capas dos retrovisores e no adesivo Abarth na base das portas. O teto e o defletor traseiro são pintados de preto.

O motor 1.3 turbo e o câmbio automático de seis marchas são os mesmos do Jeep Renegade . Além disso, ao todo, o Pulse Abarth tem os mesmos 185 cv e 27 kgfm do “primo” da Jeep. Entretanto, apuramos que a calibração de toda a eletrônica associada aos componentes mecânicos foi desenvolvida especificamente para o carro.

Ou seja, o Pulse Abarth tem resposta mais imediata no atuador do pedal de aceleração, bem como ganhos de potência e torque em rotações que não são as que geram os picos de rendimento. O resultado é uma aceleração até 100 km/h em 8 segundos e máxima que supera os 210 km/h.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso