conecte-se conosco


Saúde

EUA declaram varíola dos macacos como emergência de saúde pública

Publicado

Saúde

Governo dos Estados Unidos declarou a varíola dos macacos como emergência nacional
Reprodução/Twitter @POTUS

Governo dos Estados Unidos declarou a varíola dos macacos como emergência nacional

Em meio ao crescente número de casos, o governo do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, declarou a varíola dos macacos como uma emergência de saúde pública no país, na tarde desta quinta-feira (4).

A declaração foi feita pelo Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA e ocorre pouco menos de duas semanas após a Organização Mundial da Saúde (OMS) designar a doença como uma emergência de saúde pública internacional , o nível máximo de alerta do órgão.

Com a declaração, o departamento pode tomar uma série de ações, incluindo o acesso a fundos reservados para emergências e a nomeação de pessoas para cargos que respondam diretamente ao surto. O número de casos confirmados ou suspeitos da doença ultrapassou 6.600, de acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças.

“Estamos preparados para levar nossa resposta ao próximo nível”, disse o secretário de Saúde Xavier Becerra, em entrevista à ABC News . “E peço a cada americano que leve a varíola a sério.”

Uma declaração de emergência de saúde pública tem duração de 90 dias, mas a situação pode ser prorrogada. Nos últimos 15 anos, houve apenas quatro emergências nacionais de saúde pública declaradas no país.

Na semana passada, o estado de Nova York se tornou o primeiro a declarar a varíola dos macacos como uma emergência . Depois, Illinois e Califórnia também declararam o mesmo , com os dois estados relatando centenas de casos registrados da doença.

Com isso, houve um aumento na pressão sobre o governo federal para que a varíola dos macacos fosse considerada uma emergência de saúde pública em todo o país.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
publicidade

Saúde

Saúde: 10 estados e DF recebem novas ambulâncias do Samu

Publicado

O Ministério da Saúde anunciou, nesta quarta-feira (17), a entrega de novas ambulâncias do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) para 10 estados e o Distrito Federal (DF). Os veículos vão substituir as ambulâncias com mais de cinco anos de uso.

O lote abrange  82 ambulâncias, que serão utilizadas para fortalecer o atendimento de urgência e emergência para a população. O investimento federal é de R$ 22,6 milhões.

Nessa etapa, foram contemplados os estados de Alagoas, Rondônia, Mato Grosso, Roraima, Santa Catarina, Amazonas, Piauí, Paraíba, Sergipe, São Paulo e o Distrito Federal.

O Samu está presente em mais de 3,8 mil municípios do país e atende uma população de cerca de 180 milhões de brasileiros, abrangendo cerca de 85% do território nacional. As informações foram divulgadas pelo Ministério da Saúde.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Brasil tem 247 mortes e 21.927 mil casos de covid-19 em 24 horas

Publicado

O Brasil registrou, desde o início da pandemia, 682.010 mortes por covid-19, segundo o boletim epidemiológico divulgado hoje (17) pelo Ministério da Saúde. O número total de casos confirmados da doença é 34.223.207.

Em 24 horas, foram registrados 21.927 novos casos. No mesmo período, foram confirmadas 247 mortes de vítimas do vírus.

Ainda segundo o boletim, 33.128.198 pessoas se recuperaram da doença e 412.999 casos estão em acompanhamento. O boletim de hoje não traz os dados atualizados dos óbitos em Mato Grosso do Sul.

Boletim Epidemiológico 17.08.2022 Boletim Epidemiológico 17.08.2022

Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde atualiza os números da pandemia de covid-19 no Brasil – Ministério da Saúde

Estados

De acordo com os dados disponíveis, São Paulo lidera o número de casos, com 5,98 milhões, seguido por Minas Gerais (3,85 milhões) e Paraná (2,72 milhões). O menor número de casos é registrado no Acre (147,9 mil). Em seguida, aparece Roraima (174,1 mil) e Amapá (177,8 mil).

Em relação às mortes, de acordo com os dados mais recentes disponíveis, São Paulo apresenta o maior número (173.791), seguido de Rio de Janeiro (75.244) e Minas Gerais (63.330). O menor número de mortes está no Acre (2.025), Amapá (2.157) e Roraima (2.165).

Vacinação

Até hoje, foram aplicadas 473 milhões de doses de vacinas contra a covid-19, sendo 178,8 milhões com a primeira dose e 159,9 milhões com a segunda dose. A dose única foi aplicada em 4,9 milhões de pessoas. Outras 105 milhões já receberam a dose de reforço.

Edição: Maria Claudia

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso