conecte-se conosco


Policial

Investigação sobre furto a agência bancária é concluída e casal que chefia facção é preso por coautoria do crime

Publicado

Policial

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Araputanga e da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), concluiu o inquérito policial que investigou a tentativa de furto a uma agência bancária em Araputanga, ocorrido no mês de junho.

Na ocasião, em uma ação integrada da Polícia Civil e Polícia Militar, três homens foram presos em flagrante quando estavam na agência tentando arrombar os caixas eletrônicos. Nenhum valor foi levado.

Envolvimento de casal

As investigações foram iniciadas a fim de apurar o envolvimento de outras pessoas, já que os três suspeitos presos em flagrante vieram de Várzea Grande para cometer o crime em Araputanga e havia indícios de que o trio recebeu apoio local.

Após inúmeras diligências, a equipe de investigadores de Araputanga e da GCCO apurou que as ferramentas utilizadas na empreitada criminosa foram adquiridas em Mirassol d’Oeste.

Imagens de câmeras de segurança mostraram que um casal, conhecido por chefiar uma organização criminosa na cidade, foi responsável pela compra das ferramentas em uma loja de materiais de construção. Além disso, no momento do crime, esse mesmo casal se hospedou, utilizando nomes falsos, em um hotel em frente a agência bancária e também próximo á Delegacia de Araputanga, de onde podiam monitorar os movimentos da polícia e dos comparsas no banco.

Assim que as forças policiais chegaram ao banco, o casal fugiu em um Jeep Compass branco. “Não por acaso, os criminosos que estavam no banco já estavam no telhado com a chegada das forças policiais, indicando que foram avisados”, explicou o delegado de Araputanga, Fabrício Henriques, que representou pela prisão preventiva dos dois e para evitar que os investigados, soltos, continuassem na prática criminosa.

O inquérito apontou ainda que o homem, de 33 anos, tem condenação por tráfico de drogas e é investigado homicídio qualificado. Quanto à mulher, a Polícia Civil apurou que ela seria chefe de uma organização criminosa, sendo citada em alguns procedimentos como uma pessoa extremamente violenta.

Prisões em Goiás

O Ministério Público deu manifestação favorável às prisões preventivas do casal, que foram deferidas pelo juízo da Comarca de Araputanga.

Os dois foram detidos nesta quarta-feira (29.06) na cidade de Trindade, na região metropolitana de Goiânia, por equipes da PRF e da Polícia Militar de Goiás, após troca de informações entre a Polícia Civil e PM de Mato Grosso.

O homem e a mulher foram encaminhados unidades prisionais de Goiás, onde aguardarão decisão para o recambiamento a Mato Grosso.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Força-Tarefa cumpre 61 mandados de prisão e busca e apreensão contra integrantes de facções criminosas em MT

Publicado

(FTSP/MT), composta pela Polícia Federal, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar, deflagrou a Operação Dissidência para cumprimento de 22 mandados de prisão preventiva, 03 prisão temporária e 36 busca e apreensão nos estados de Mato Grosso e Rio de Janeiro contra envolvidos em crimes como homicídios, tortura e tráfico de drogas.

Durante as investigações da Força-Tarefa foi identificado que na região centro-norte do estado de Mato Grosso estaria ocorrendo uma guerra entre uma facção criminosa e sua dissidência pelo controle na venda de drogas, principalmente, no município de Sorriso, o que provocou um aumento exponencial em homicídios no município.

A Força-Tarefa de Segurança Pública instaurou um inquérito policial para apurar os fatos e, com um complexo trabalho de investigação e de inteligência, as equipes identificaram os líderes das facções na região, inclusive, de dentro do sistema penitenciário, bem como outros integrantes responsáveis por promover homicídios, torturas, tráfico de drogas, entre outros crimes graves. Também foi possível identificar uma mulher de 30 anos como uma das líderes do grupo criminoso, que residiria no estado do Rio de Janeiro e transitava com frequência entre os municípios do Rio de Janeiro e Macaé, locais onde possuía residência.

Foram cumpridos mandados expedidos pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Sorriso/MT nos municípios de Cuiabá/MT, Várzea Grande/MT, Sinop/MT, Sorriso/MT, Marcelândia/MT, Peixoto de Azevedo/MT, Terra Nova do Norte/MT, Tangará da Serra/MT, Guarantã do Norte/MT, Rio de Janeiro/RJ e Macaé/RJ. Também foram cumpridos mandados de prisão na Penitenciária Dr. Osvaldo Florentino Leite Ferreira, em Sinop; na Penitenciária Central do Estado e na Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May, ambas em Cuiabá e na Cadeia Pública de Peixoto de Azevedo, em desfavor de criminosos que já se encontravam presos.

Além das equipes da Polícia Civil, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar, que incluíram cães farejadores com o intuito de busca por entorpecentes, também foram utilizados helicópteros do Centro Integrado de Operações Aéreas (Cioaper) e da Polícia Rodoviária Federal. A FTSP/MT tem por objetivo a atuação conjunta e integrada no combate ao crime organizado no estado do Mato Grosso.

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Veículo produto de roubo/furto é recuperado em Barra do Garças-MT

Publicado

Na tarde de ontem (17), a Polícia Rodoviária Federal deteve um homem por receptação, uso de documento falso e adulteração de sinal de identificador de veículo automotor, além de recuperar um veículo produto de roubo/furto.

A ocorrência aconteceu na BR 070, município de Barra do Garças quando um veículo prata foi parado para fiscalização. Ao solicitar a documentação, o condutor afirmou não portar a CNH, alegando ainda que o veículo não era de sua propriedade e que havia emprestado de um amigo com quem deixou um outro veículo no lugar.

Com isso, foi realizado uma fiscalização mais detalhada, sendo possível identificar indícios de adulteração em alguns elementos identificadores do veículo. Ao ser realizada a pesquisa nos sistemas policiais, constatou-se que o veículo tinha um registro de roubo/furto.

Além disso, o homem apresentou um documento de identificação com nome divergente do seu, constatando-se a ocorrência de uso de documento falso.

Diante dos fatos, foi feita uma diligência até o local no qual residia o amigo que tinha emprestado o carro com o apoio da Polícia Militar de Barra do Garças-MT e de Goiás, para esclarecimentos dos fatos, uma vez que se tratava de área urbana e o abordado alegou que era morador de Aparecida de Goiânia-GO.

Após levantamento das informações e verificações no local indicado, foi localizado o homem que havia emprestado o referido veículo e constatado que ele tinha um mandado de prisão em aberto.

Desta forma, o condutor do veículo abordado foi detido, a princípio, pelo crime de receptação, uso de documento falso e adulteração de sinal identificador de veículo automotor e o outro homem foi detido por constar em seu desfavor um mandado de prisão em aberto. Os dois homens foram encaminhados à Delegacia de Polícia Federal de Barra do Garças/MT.

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso