conecte-se conosco


Polícia Federal

Polícia Federal investiga fraude na cota parlamentar de deputado da ALAP

Publicado

Polícia Federal

Macapá/AP. A PF deflagrou na manhã desta sexta-feira (24/6), a Operação Gambetto*, com o cumprimento de onze mandados de busca e apreensão em Macapá, em investigação que apura os crimes de peculato, falsidade ideológica, organização criminosa e lavagem de dinheiro, em razão de esquema de fraude na emissão de notas fiscais para obtenção de valores a título de cota parlamentar, no gabinete de parlamentar estadual.

A investigação

Os mandados de busca foram expedidos pelo Tribunal de Justiça do Amapá e cumpridos nas residências dos investigados e empresas, nos bairros Jardim Felicidade, Buritizal, Santa Rita, Muca e São Lázaro, bem como no gabinete de parlamentar da ALAP, todos na capital amapaense.

A investigação é um desdobramento da Operação En Passant, deflagrada em novembro de 2021, que apurou um esquema de desvio de dinheiro de cota parlamentar, que deveria custear despesas do exercício do mandato de deputado estadual. Nesta fase, a PF verificou que outras pessoas também atuavam por meio da emissão e obtenção de notas fiscais possivelmente se utilizando de empresas fantasmas, por serviços não prestados, ou prestados a menor valor, a fim de se apropriar e desviar valores da verba parlamentar recebidos a título de ressarcimento, cometendo o crime de peculato.

A PF identificou que operadores do esquema, muitas vezes, procuravam empresas e definiam o valor das notas que deveriam ser emitidas, sem a contraprestação do serviço. Ainda encontrou indícios que algumas delas eram de propriedade de parentes dos operadores, e sequer existiam de fato, não havendo qualquer sinal de atividade empresarial, sendo apenas “fantasmas”.

Os investigados poderão responder pelos crimes de peculato, falsidade ideológica, organização criminosa e lavagem de dinheiro, cujas penas somadas podem chegar a 33 anos de reclusão.

*Gambetto é um termo em italiano de onde se originou a palavra gambito, que define estratégia, artimanha ou manobra utilizada para vencer o adversário no xadrez, considerando que a presente investigação é um desdobramento da operação En Passant (que é uma jogada no xadrez).

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá

Instagram: @policiafederalamapa

Comentários Facebook
publicidade

Polícia Federal

PF, BPFRON, PCPR e EB apreendem embarcação carregada com maconha

Publicado

Guaíra/PR – Na tarde desta sexta (12/8), após patrulhamento aéreo ao longo do Parque Nacional da Ilha Grande, equipe composta por integrantes da PF, BPFRON/PMPR, GOA e TIGRE da PCPR e Exército identificou movimentação suspeita de indivíduos e uma trilha aberta dentro do parque e resolveram se aproximar para identificação e fiscalização de possível crime ambiental dentro daquela área de preservação ambiental.

Após aproximação, percebeu-se que os indivíduos ganharam a mata ciliar para fugir de possível abordagem. Foram encontrados às margens do Rio Paraná 41 fardos de maconha, totalizando o peso de 826 kg quando pesados posteriormente na delegacia.

Todo o material ilícito foi apresentado na Delegacia de Polícia Federal em Guaíra/PR, para as providências habituais de apreensão.

A eficiente ação integrada reafirma o compromisso das Instituições de Segurança para com a defesa das Fronteiras Brasileiras.

Comunicação Social da Polícia Federal em Guaíra/PR

Disque denúncia: (44) 3642-9131

Fonte: Polícia Federal

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia Federal

Polícia Federal e BPFRON apreendem embarcações carregadas com cigarros contrabandeados em Guaíra-PR

Publicado

Guaíra/PR – Na quinta-feira (11/8), policiais federais e policiais militares do BPFRON – Batalhão de Polícia de Fronteira, em ação integrada, realizavam patrulhamento aquático em Guaíra-PR, quando visualizaram duas embarcações saindo da margem paraguaia e deslocando até a margem brasileira.

Os policiais acompanharam as embarcações até o porto clandestino e realizaram a abordagem, mas os indivíduos que estavam nas embarcações fugiram em meio à mata. Foi constatado que ambas as embarcações estavam carregadas com 10 mil pacotes de cigarros contrabandeados.

As embarcações e os cigarros contrabandeados foram apreendidos e encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal em Guaíra-PR.

Comunicação Social da Polícia Federal em Guaíra/PR

Disque denúncia: (44) 3642-9131

Fonte: Polícia Federal

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso