conecte-se conosco


TURISMO

Perrengue de turista: Anitta perde mala e reclama que ‘ninguém acha’

Publicado

TURISMO

source
Companhia Air France perdeu malas com figurinos da cantora Anitta e de seu balé
Instagram/@Anitta

Companhia Air France perdeu malas com figurinos da cantora Anitta e de seu balé

A cantora Anitta está passando por um verdadeiro perrengue de turista. A artista compartilhou nos stories de sua conta no Instagram, nesta sexta-feira (24), que sua mala foi perdida por uma companhia aérea.

“Sumiu minha mala com todos os figurinos. Do balé, meu… tudo. Desapareceu. Ninguém acha”, iniciou a artista no desabafo.

A mala estava a bordo de um avião comercial da companhia francesa Air France, e levava figurinos que a cantora e seus bailarinos usariam em uma performance em Dublin, na Irlanda, e no Rock in Rio Lisboa, em Portugal – apresentação que acontece no próximo domingo (26).

“A gente despachou um malão com figurinos de todo mundo para ser mais organizado com tudo. Sumiu a mala com todas as roupas de show. Não tem roupa pro balé, não tem roupa para mim. A companhia aérea não encontra. Não sei como não encontra uma mala imensa cheia de fita e identificação”, indagou a brasileira.

Um fato curioso é que essa não é a primeira vez que as malas da cantora desaparecem prestes à uma apresentação no Rock in Rio. Segundo a artista, em 2016, também na edição de Portugal, ocorreu a mesma situação.

“Todo show de Rock in Rio é isso. Lembra que da outra vez também sumiu a mala com todas as roupas do balé? Só do balé, não tinha minha. Eu e minha mãe passamos a madrugada costurando roupa do balé antes do show. Chegou no show, já estava morta de tanto costurar”, relembrou a artista.

Bem humorada como sempre, ao invés de reclamar, a cantora propôs uma solução divertida para a situação.

“Não esperem looks. Esperem a entrega na dança, na alegria e no carisma. Vou beber shots para esquecer que era para eu estar com looks incríveis. Vamos seguir. Se tiver que ir pelada, eu vou. Faço pintura corporal”, brincou Anitta.

Fonte: IG Turismo

Comentários Facebook
publicidade

TURISMO

Praias artificiais entregam atmosfera litorânea ao redor do mundo

Publicado

Praia do Cerrado – Brasil
Divulgação

Praia do Cerrado – Brasil

As praias artificiais nascem com o objetivo de imitarem as praias litorâneas, pois o ambiente proporciona a sensação de estar em uma praia natural. As praias são elaboradas visando refrescar e entreter as pessoas e é pensada para ser uma forma de suprir a falta desses locais em áreas litorâneas. Por isso, elas possuem areia, ondas e até palmeiras.

As ondas artificiais são programadas e aparecem entre intervalos de poucos minutos, pois as estruturas possuem um gerador de ondas que usam o ar para produzir ondulações na água, criando uma atmosfera praiana mais realista. Já para trazer ondas maiores, o maquinário usa o vento para empurrar as moléculas da água, criando uma onda em determinado ponto que se expande de maneira gradual para toda a piscina.

Conheça uma seleção de praias artificiais ao redor do mundo que o iG Turismo  selecionou: 

Praia do Cerrado – Brasil

Praia do Cerrado – Brasil
Divulgação

Praia do Cerrado – Brasil

A Praia do Cerrado é uma das maiores praias artificias do Brasil. Ela fica localizada na cidade de Rio Quente, em Goiás, dentro do parque aquático Hot Park, que fica no Rio Quente Resorts. Sua área é formada de 25 mil m² e pode receber cerca de 9 mil pessoas.

O espaço recebe areia branca, ondas artificiais e águas quentes e cristalinas e as ondas na Praia do Cerrado chegam a 1,20 m de altura. O espaço ao redor ainda conta com locais para apresentações musicais e quadras de esporte.

A praia é tão grande que foi dividida em três praias diferentes. A Praia da Marina é ideal para crianças, com águas rasas e ondas que não ultrapassam 50 cm. A Praia do Bikini é a mais agitada, indicada para quem quer muita animação e alto-astral. A Praia dos Sonhos é a escolha certa para quem prefere um lugar mais reservado e tranquilo, pois ela conta com lounge, sofás, restaurante e um deck para apreciar a vista do lugar.

Praia do Resort de Sun City – África do Sul

Praia do Resort de Sun City – África do Sul
Divulgação

Praia do Resort de Sun City – África do Sul

O Resort Sun City fica na província de North-West, localizada a 190 km de Joanesburgo, e é um é grande complexo que conta com hotéis, centros para a prática de vários tipos de esporte, safári e, dentre outras atrações, uma praia artificial de 6.500 m de extensão. As suas ondas têm mais de 1,5 m de altura e a piscina é cercada por uma vegetação e quiosques supercharmosos.

Paris Plage – França

Paris Plage – França
Reprodução/Wikimedia Commons

Paris Plage – França

Na Paris Plage, a praia da capital francesa, durante alguns períodos do ano, uma parte da via Georges Pompidou nas margens do rio Sena, tem o trânsito fechado e recebem toneladas de areia, espreguiçadeiras, quiosques e chuveiros são instalados para que as pessoas possam se bronzear e se refrescar. Isso porque, a prefeitura de Paris organiza uma estrutura para transformar alguns pontos de Paris numa verdadeira praia.

Praia do edifício New Century Global Center – China

Praia do edifício New Century Global Center – China
Reprodução/Facebook

Praia do edifício New Century Global Center – China

O New Century Global Center é um edifício multiuso com mais de 1,7 milhão de m², em meio a lojas, escritórios, hotéis, shopping centers, escritórios, restaurantes, 14 cinemas IMAX, escolas e templo religioso. Por lá há uma praia com capacidade para mais de 6 mil banhistas.

Praia de Larvotto – Mônaco

Praia de Larvotto – Mônaco
Reprodução/TripAdvisor

Praia de Larvotto – Mônaco

A praia foi artificialmente construída de frente para o Mar Mediterrâneo. O espaço conta com areia branca e oferece ambiente agradável para nadar ou praticar qualquer esporte náutico. O projeto considerou a sua localização, próxima de restaurantes, cafés e bares da região, para atrair mais turistas.

Tropical Islands – Alemanha

Tropical Islands – Alemanha
Reprodução/TripAdvisor

Tropical Islands – Alemanha

O Tropical Islands Resort, fica na cidade de Krausnick, na Alemanha.  O complexo de lazer alemão tem 66 mil m² e o ambiente tem um toboágua, mais de 400 espreguiçadeiras, uma megapiscina e mais de 50 mil plantas. Os banhistas têm 200 m de praia.

Outro lugar que merece destaque é a maior piscina do mundo que está localizada no Chile, e o maior complexo de praia artificial que já existiu no Japão, mas foi demolido em 2007.

Seagaia Ocean Dome – Japão

Seagaia Ocean Dome – Japão
Reprodução/Wikimedia Commons

Seagaia Ocean Dome – Japão

A Seagaia Ocean Dome, situada em Miyazaki no Jappão, foi a maior praia artificial do mundo, pois tinha 100 m de largura e 300 m de comprimento e reunia mais de 10 mil pessoas.

O espaço contava com um teto retrátil que podia ser aberto ou fechado de acordo com o clima do dia, além disso, possuía ondas de até 2 m, areia (feita a partir de mármore triturado), palmeiras artificiais e um sistema de aquecimento de água e temperatura do ambiente.

Além disso, tinha vários tipos de estabelecimentos comerciais dentro do Ocean Dome e até um vulcão artificial, que a cada 15 minutos se tornava ativo.

San Alfonso del Mar – Chile

San Alfonso del Mar - Chile
Reprodução/TripAdvisor

San Alfonso del Mar – Chile

A maior piscina do mundo, com mais de 1 km de extensão e 250 milhões de litros de água salgada, fica no Chile na cidade de Algarrobo, a pouco mais de 107 km de Santiago. A maior piscina do mundo mede 1.013 m de comprimento e 33 m de profundidade. Sua água é salgada, retirada e filtrada diretamente do mar, que está logo em frente, na praia.

Ela está localizada no condomínio San Alfonso del Mar e por isso só pode ser usada por quem está hospedado lá. A piscina até já foi mencionada no Guiness Book (livro dos recordes).

Acompanhe o  iG Turismo também pelo Instagram e receba dicas de roteiros e curiosidades sobre destinos nacionais e internacionais. Siga também o  perfil geral do Portal iG no Telegram.

Fonte: IG Turismo

Comentários Facebook
Continue lendo

TURISMO

Destino dos famosos: um paraíso chamado Maragogi

Publicado

Giselly Bicalho, Marcela Mc Gowan e Hariany em Maragogi, no Alagoas
Reprodução/ Instagram @gizellybicalho @marcelamcgowan @hariany 01.08.2022

Giselly Bicalho, Marcela Mc Gowan e Hariany em Maragogi, no Alagoas

A cidade de Maragogi  fica localizada a cerca de 124 km de Maceió, a capital alagoense, e é um considerado um dos destinos mais produrados de todo o Nordeste, pelo seu belo litoral, banhado pela Costa dos Corais – área de proteção ambiental brasileira -, além de piscinas naturais e a tranquilidade que a região oferece.

As águas cristalinas, que no período de maré baixa formam lindas piscinas naturais – as Galés de Maragogi – atraem turistas de todo o Brasil , incluindo famosos como Giselly Bicalho, Marcela Mc Gown, Thaís Braz, Gui Napolitano e Hariany que já estiveram na região e compartilharam a estadia em suas redes sociais.

Um ponto positivo é que a cidade tem um estilo de vida pacato, por ser pequena já que conta com cerca de 30 mil habitantes, o que traz tranquilidade para quem viaja para a região, além dos preços serem mais razoáveis se comparados a outras localidades semelhantes

Quando ir?

A melhor época de visitar Maragogi é quando a maré está baixa, já que dá para a aproveitar mais o sol da região. Com o fenômeno, é possível ver nas piscinas naturais os peixes e corais que trazem uma beleza extra para o local. Uma boa dica é ficar de olho na “tábua da Maré”, que são os horários que a Marinha indica sobre a oscilação da maré (quando ela estará alta ou baixa).  Essa informação pode ser checada no site da Marinha.

Os meses entre outubro e janeiro têm menos chuvas e são mais secos, o que torna o mar da região ainda mais cristalino. Outra época interessante de visitar a cidade alagoana é no Réveillon  – principalmente para quem busca uma virada do ano mais sossegada ou festas de hotéis, por exemplo, que são fartas nessa época na região.


Como chegar?

Além de estar a cerca de 124 km de Maceió, Maragogi também está a 130 km de Recife, no Pernambuco . Por estar entre essas duas capitais do nordestinas, é possível chegar na região por avião tanto do Aeroporto de Maceió – Zumbi dos Palmares (MCZ) como do Aeroporto de Recife – Guararapes / Gilberto Freyre (REC). Em terra firme, é possível utilizar um transfer ou carro alugado para chegar à cidade alagoana.

O que fazer?

A maior parte das atividades da cidade estão ligadas a passeios naturais como curtir as praias paradisíacas, passeios de barco, visitar as piscinas naturais e passeios de buggy que permitem conhecer todo o litoral da região.

Uma informação importante é que as piscinas naturais são divididas em três grupos: Galés, Barra Grande e Taocas. Elas possuem um controle diário de visitantes para que sua preservação se mantenha intacta e são visitadas quando a maré está mais baixa. 

Já as praias mais famosas da região são Barra Grande, Praia de Antunes, Ponta de Mangue e Peroba, e quem deseja aproveitá-las ao máximo, o ideal é que se alugue um carro. Algumas empresas permitem o aluguel direto pela internet e a retirada do automóvel no aeroporto.

Acompanhe o  iG Turismo também pelo Instagram e receba dicas de roteiros e curiosidades sobre destinos nacionais e internacionais. Siga também o perfil geral do Portal iG no Telegram.

Fonte: IG Turismo

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso