conecte-se conosco


Nacional

Bolsonaro quer encerrar Comissão de Mortos e Desaparecidos Políticos

Publicado

Nacional

source
Presidente da comissão é um advogado bolsonarista simpatizante do regime militar
Marcelo Camargo/Agência Brasil – 26/04/2022

Presidente da comissão é um advogado bolsonarista simpatizante do regime militar

O governo de Jair Bolsonaro anunciou que pretende encerrar a CEMDP (Comissão Especial de Mortos e Desaparecidos Políticos). O órgão, fundado em 1995, tem como uma de suas principais atribuições localizar corpos de pessoas que desapareceram no período da ditadura militar , “no caso da existência de indícios quanto ao local da ocultação”, afirma o site do governo federal. A decisão de fechar ou manter a CEMDP será tomada em reunião marcada para o próximo dia 28 de junho, convocada pelo presidente da comissão, Marco Vinícius Pereira de Carvalho.

Após 27 anos de trabalho, poucos corpos foram localizados. Entre eles, está o do ex-deputado federal Rubens Paiva, torturado e assassinado nas dependências de um quartel militar entre 20 e 22 de janeiro de 1971. Seu paradeiro só foi descoberto 40 anos depois, após ex-militares envolvidos no caso terem sido intimados a depor.

Também foi possível identificar, na vala comum do cemitério de Perus, em São Paulo, as ossadas de cinco desaparecidos políticos: Dênis Casemiro, Frederico Antonio Mayr, Flávio de Carvalho Molina, Dimas Antônio Casemiro e Aluísio Palhano Ferreira. Quatro deles foram assassinados pelo Destacamento de Operações de Informações (DOI), do 2.º Exército, e um pelo delegado Sérgio Paranhos Fleury, do Dops paulista.

Na região do Araguaia, apenas dois corpos dos mais de 60 desaparecidos na guerrilha do PCdoB foram localizados, mesmo depois de o major Sebastião Curió confessar 42 execuções de prisioneiros ao jornalista Leonencio Nossa. A Lei 9.140/95, que criou a comissão, previa o seu fim quando todos os trabalhos estivessem concluídos.

Carvalho é um advogado bolsonarista simpatizante do regime militar que foi nomeado para o cargo pela então ministra Damares Alves, que trabalhou no Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos entre 2019 e abril deste ano. Antes de assumir a presidência da CDEMP, promoveu ações que tentaram impedir a posse do ex-presidente Lula (PT) como Ministro da Casa Civil, em 2016, e o impeachment do ministro do STF, Dias Toffoli.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o perfil geral do Portal iG .

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Operação Baixas Temperaturas leva 320 pessoas a locais de acolhimento

Publicado

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS), informa que foram encaminhadas 320 pessoas para os serviços de acolhimento da rede socioassistencial entre as 18h de quarta-feira (10) e as 10h desta quinta-feira (11). Durante esse mesmo período foram entregues 96 cobertores pelas equipes da Coordenação de Pronto Atendimento Social (CPAS).

Desde o início da Operação Baixas Temperaturas 2022, em 30 de abril, até o dia 8 de agosto foram registrados 1.596.893 acolhimentos nos serviços da rede socioassistencial. É importante destacar que nesta ação – que será promovida até 30 de setembro – uma pessoa pode ser acolhida mais de uma vez. Além dos chamados pelo 156, a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social realiza a busca ativa daqueles que se encontram em situação de rua, juntamente com as equipes do Consultório na Rua, durante as noites e madrugadas. Os encaminhamentos são executados por meio do Serviço Especializado de Abordagem Social (SEAS), da CPAS e dos atendimentos nas tendas. Foram distribuídos, até o momento, mais de 61 mil cobertores às pessoas que vivem em situação de rua.

Vagas

A rede socioassistencial conta com mais de 18 mil vagas. Para a OBT 2022 já foram criadas 2.044 novas vagas. Além disso, ainda no período deste inverno, estão previstas a criação de 250 vagas em novos Centros de Acolhida localizados em Perus e Santana, na Zona Norte; e Guaianases, na região Leste.

A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social também informa que haverá mais 600 vagas nos prédios cedidos pela Fundação Casa, que estão em fase de análise técnica para adequações estruturais. As primeiras 100 vagas para famílias devem ser abertas neste mês de agosto no Itaim Paulista, na região Leste da cidade.

Fonte: IG Nacional

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Cidade de São Paulo terá mais 12 mil pontos de WiFi Livre

Publicado

A Prefeitura de São Paulo irá lançar na próxima semana uma consulta pública para contratação de 12 mil novos pontos para ampliação da rede de WiFi Livre SP. O anúncio foi feito pelo prefeito Ricardo Nunes na manhã desta quinta-feira (11), durante a abertura do Seminário “5G.BR – O Papel Transformador da Nova Tecnologia”, promovido pelo Ministério das Comunicações

“No nosso plano de metas, assegura 20 mil pontos de WiFi Livre. Hoje temos 1080 mais 5300 ônibus, dos 13 mil que têm wifi. Semana que vem soltamos a consulta pública para contratar mais 12 mil pontos”, apontou o prefeito Ricardo Nunes. “A gente ainda tem várias ações para desenvolver na questão da cobertura de antenas. Negociamos com as operadoras mais 286 antenas instaladas na cidade para fazer a cobertura das áreas de sombra e isso está caminhando bem”, completou.

*5G

A região de Engenheiro Marsilac, no extremo Sul da cidade de São Paulo, e com o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) mais baixo da capital, já conta com a tecnologia 5G. Essa afirmação foi feita também pelo prefeito Ricardo Nunes durante o seminário. “Temos 96 distritos na cidade. O que tem o pior IDH e maior problema de vulnerabilidade é Marsilac. Hoje já temos o 5G lá, na região mais pobre da cidade. Isso é um motivo de muito orgulho”, afirmou o prefeito.

O seminário marca a chegada da tecnologia 5G no Brasil e, segundo o ministro das Comunicações, Fábio Faria, as empresas que venceram o leilão têm a obrigação de instalar 372 antenas na capital paulista ainda em 2022. “Até o dia 29 de setembro serão instaladas 1522 antenas. Isso significa 309% a mais do que estava estabelecido”, disse. “A meta total para cobrir a capital, que seria até 2025, mas acredito que será até 2023, é de 3720 antenas. São Paulo estará até o dia 29 de setembro quase 50% coberta”, completou o ministro.

Durante o evento foram tratados de temas como os avanços da conectividade em um país continental, revolução na indústria e na economia, como o 5G deve alavancar o setor produtivo brasileiro, entre outros assuntos relacionados a nova tecnologia.

“O 5g é uma realidade. Ele está acontecendo. Como foi o PIX, ou seja, construções que incorporam a transformação digital não como a evolução tecnológica, mas como um instrumento de ganho para sociedade”, destacou o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Paulo Alvim.

Fonte: IG Nacional

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso