conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil esclarece homícidio ocorrido em penitenciária e identifica autores

Publicado

Policial

Um homicídio ocorrido no interior da Penitenciária Major Eldo de Sá Correa, conhecida como “Mata Grande” em Rondonópolis, foi esclarecido pela Polícia Civil, por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) do município.

Dois detentos autores do crime, ambos com extensa ficha criminal, tiveram os mandados de prisões preventivas decretados pela Justiça e cumpridos pelos policiais civis da DHPP.

No dia 11 de maio a Polícia Civil foi acionada após o reeducando Ronair Alves de Oliveira, 20 anos, ser localizado sem vida dentro de uma das celas da unidade prisional, pendurado na grade e com um lençol enrolado no pescoço.

Já no início das verificações preliminares a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), descartou a prática de suicídio, razão pela qual a ocorrência passou a ser tratada como homicídio.

Na ocasião todos os detentos que estavam na mesma cela da vítima foram encaminhados até a DHPP, para serem ouvidos e, após oitivas, apurou-se que dois deles foram responsáveis por levar a vítima até o banheiro da cela e lá a executaram asfixiada.

Durante as diligências foi identificado que os autores integram uma organização criminosa e executaram Ronair Alves de Oliveira, por motivos de vingança, pois ele matou a sogra na cidade de Poxoréu, no dia 08 de maio, e deu entrada na Mara Grande na tarde anterior do crime, 10 de maio.

Conforme os delegados que coordenaram as investigações, Karla Cristina Peixoto Ferraz e João Paulo Praisner, os autores tiveram as prisões preventivas decretadas e foram indiciados por homicídio triplamente qualificado, integrar organização criminosa e fraude processual, haja vista que tentaram inovar artificiosamente o local do crime a fim de parecer que a vítima havia se suicidado.

“Um dos autores de 19 anos possui condenações pelos delitos de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. O segundo envolvido, de 23 anos, encontra-se preso pela prática de homicídio triplamente qualificado praticado no município de Juscimeira. Ou seja, não há dúvidas que são indivíduos de alta periculosidade”, destacou o delegado João Paulo Praisner.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Maconha é apreendida na BR 364 em Rondonópolis

Publicado

Na tarde de ontem (09), a Polícia Rodoviária Federal apreendeu cerca de 30 kg de maconha em um ônibus.

A ocorrência aconteceu na BR 364, município de Rondonópolis, quando um ônibus foi parado para fiscalização.

Durante a verificação dos passageiros, uma mulher apresentou bastante inquietação e nervosismo e a todo momento entrava em contradição a respeito da viagem, o que gerou suspeita por parte da equipe policial.

Indagada se possuía bagagens, informou que não possuía, porém estava em posse de tickets de bagagem despachada. Com isso, foi realizada uma busca com o cão de faro no compartimento externo, o qual indicou presença de ilícitos ao farejar duas malas.

Ao verificar a identificação das bagagens, constatou-se que a numeração dos tickets eram iguais às da passageira que tinha sido fiscalizada inicialmente.

Em virtude disso, os policiais abriram as malas pertencentes à passageira e encontraram a quantidade de 38 tabletes de droga, pesando um total de 30 kg de maconha.

Perguntada sobre o ilícito, a mulher afirmou ter pego em Foz do Iguaçu e entregaria na cidade de Rio branco/AC.

Diante dos fatos, a passageira foi detida, a princípio, pelo crime de tráfico e foi encaminhada à Delegacia de Polícia Judiciária Civil de Rondonópolis

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Ouro é apreendido no município de Poconé

Publicado

Na manhã de ontem (07), a Polícia Rodoviária Federal apreendeu cerca de 300g de ouro.

A ocorrência aconteceu na BR 070, município de Poconé, quando um ônibus que fazia a linha Porto Velho – Cuiabá foi parado para fiscalização. Durante a verificação dos passageiros, um homem apresentou muito nervosismo e a todo momento entrava em contradição a respeito da viagem.

Com isso, foi realizada uma busca mais detalhada em seus pertences, sendo encontrado duas barras pequenas de cor dourada, as quais se tratavam de ouro, um peso total de 305g.

Questionado sobre a situação, o homem afirmou ter comprado no interior do estado e que levaria para a cidade de Cuiabá para revender.

Diante dos fatos, o homem foi detido, a princípio, por crime contra o patrimônio na modalidade de usurpação, por produzir bens ou explorar matéria-prima pertencentes à União, sem autorização legal ou em desacordo com as obrigações impostas, sendo encaminhado à Delegacia da Polícia Federal de Cuiabá para os procedimentos cabíveis.

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso