conecte-se conosco


Nacional

‘Se fosse um branco não aconteceria aquilo’, diz irmã de Genivaldo

Publicado

Nacional

source
'Se fosse um branco não aconteceria aquilo', diz irmã de Genivaldo
Imagens da internet

‘Se fosse um branco não aconteceria aquilo’, diz irmã de Genivaldo

A irmã de Genivaldo de Jesus Santos, que foi  morto em “câmara de gás” no porta-malas de uma viatura da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Umbaúba (SE), se perguntou o que teria acontecido se ele fosse um homem branco naquela mesma situação, ao ser abordado de forma brutal por não usar capacete.

“São uns marginais, uns assassinos a sangue frio. O que eles fizeram ali foi só para fazer a crueldade. Eu não sei se foi porque o meu irmão é pobre e negro, entendeu? Depois eu vendo aqueles vídeos eu achei que ali foi um preconceito total. Se fosse um branco não aconteceria aquilo ali”, disse Demarise de Jesus Santos em entrevista à Folha de S. Paulo publicada nesta terça-feira.

Em 25 de maio, Genivaldo foi detido, agredido e fechado no porta-malas da viatura da PRF com uma bomba de gás lacrimogêneo. Ele morreu antes de chegar ao hospital. Ele deixou mulher e um filho e oito anos.

Sobrinho diz que avisou aos agentes sobre transtornos mentais de Genivaldo

O sobrinho da vítima, Wallison de Jesus, diz que avisou aos policiais que o tio tinha transtornos mentais. Ainda de acordo com ele, os agentes encontraram uma cartela de um medicamento controlado no bolso do tio, que fazia tratamento para esquizofrenia há cerca de 20 anos. Também segundo a família, Genivaldo era aposentado em virtude dessa condição.

Wallison relata que o tio ficou nervoso e perguntou o que tinha feito para ser abordado. No BO os policiais dizem que ele ficava passando a mão pela cintura e pelos bolsos e não obedecia às suas ordens e que, por isso, precisaram contê-lo.

Polícia Federal investiga

Os agentes da PRF relataram que utilizaram “espargidor de pimenta e gás lacrimogêneo” na abordagem que culminou com a morte. Segundo os policias, as técnicas eram as “únicas disponíveis no momento” e se configuram como “tecnologias de menor potencial ofensivo”. As informações constam do Boletim de Ocorrência.

O documento registra ainda que a vítima “possivelmente” estava “em surto psicótico”, “dada a distorção de realidade apresentada e à insensibilidade a todos os meios de contenção empregados”. E que sofria de “problemas psicológicos e fazia uso de medicamentos controlados”.

O caso é investigado pela Polícia Federal de Sergipe, e o Ministério Público Federal acompanha.

Imagens que flagraram a ação mostram Jesus dos Santos sendo algemado no chão e mantido preso no porta-malas da viatura, onde é detonada uma bomba de gás lacrimogênio. Ele chega a gritar e se debater dentro do veículo, com as pernas pendendo para fora.

Policiais envolvidos na ação foram afastados

Na avaliação dos policiais, Santos teria morrido “possivelmente devido a um mal súbito” que foi “desvinculada da ação policial legítima”, diz o texto. Segundo o Instituto Médico Legal (IML) de Sergipe, Genivaldo morreu por asfixia mecânica e insuficiência respiratória aguda.

Em nota, a PRF informou que está “comprometida com a apuração inequívoca” e que “instaurou processo disciplinar” para apurar a conduta dos agentes, que foram “afastados das atividades de policiamento”.

O escritório de Direitos Humanos da ONU para a América do Sul emitiu um comunicado em seu site cobrando das autoridades brasileiras uma investigação “célere e completa”, sobre a morte de Genivaldo.

“A morte de Genivaldo, em si chocante, mais uma vez coloca em questão o respeito aos direitos humanos na atuação das polícias no Brasil”, disse o chefe do escritório, Jan Jarab.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

SP: pista expressa da Marginal Pinheiros será interditada para obras

Publicado

Obras na Linha 17 Ouro do Metrô
Divulgação

Obras na Linha 17 Ouro do Metrô

A Pista Expressa da Marginal Pinheiros, sentido Castelo Branco, será interditada no trecho entre as pontes Transamérica e Octavio Frias de Oliveira (Estaiada), na região da Chácara Santo Antônio, Zona Sul da Cidade, das 21h00 de sexta-feira (12) às 04h00 de segunda-feira (15), para obras da Linha 17 Ouro do Metrô.

Interdições

• Pista expressa da Marginal Pinheiros, sentido Castelo Branco, entre as pontes Transamérica e Octavio Frias de Oliveira (Estaiada). • Alça da Ponte Velha João Dias para a pista expressa da Marginal Pinheiros. • Alça da Ponte Edson de Godoy Bueno para a pista expressa da Marginal Pinheiros.

Alternativas

● O fluxo de trânsito será canalizado para a pista local e poderá retornar para a pista expressa na Transposição próximo da Rua Flórida; ● Os veículos oriundos da Ponte Velha João Dias com destino à pista expressa da Marginal Pinheiros, deverão utilizar alça da Ponte João Dias para a pista local; ● Os veículos oriundos da Ponte Edson de Godoy Bueno com destino à pista expressa da Marginal Pinheiros, deverão utilizar o acesso para a pista local.

A Engenharia de Tráfego da CET vai monitorar a interdição e orientar o trânsito na região, visando manter as condições de fluidez e preservar a segurança dos usuários da via. Para informações de trânsito, ocorrências, reclamações, remoções e sugestões, ligue 156.

Recomendações

• Respeite a sinalização; • Se necessitar pedir informações, proceda de forma a não comprometer a fluidez do trânsito; • Ao avistar a canalização de orientação na pista, reduza a velocidade dos veículos para maior segurança.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Nacional

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Prefeitura abre Semana das Juventudes com  #AgendaCidadeUNICEF

Publicado

A Prefeitura de São Paulo abriu nesta terça-feira (09), no Centro de Formação Cidade Tiradentes, na Zona Leste da capital, a Semana das Juventudes 2022, promovida pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC). Durante o evento, houve o lançamento da #AgendaCidadeUNICEF, iniciativa para promover direitos e oportunidades para crianças e adolescentes.

O prefeito Ricardo Nunes participou da abertura da Semana e destacou que a Prefeitura vem trabalhando em várias frentes para melhorar a vida dos jovens da capital. “Uma das questões principais é a geração de empregos. No ano passado, foram criados na nossa cidade 336 mil empregos formais. A segunda colocada no país, Rio de Janeiro, gerou 82 mil, mas tem metade da população de São Paulo que criou quatro vezes mais”, afirmou. A #AgendaCidadeUNICEF é uma parceria do órgão com prefeituras de grandes centros urbanos brasileiros. A proposta é unir esforços com organizações da sociedade civil, empresas e as próprias comunidades para que crianças e adolescentes estejam na escola; tenham oportunidade de inclusão produtiva; acesso a serviços de proteção contra violências, além de saúde integral e bem-estar assegurados. “Essa iniciativa acontece não só em São Paulo, mas em outras sete capitais do Brasil. É um movimento de municípios, mas, especialmente, de pessoas que podem ajudar a transformar a realidade de territórios como o da Cidade Tiradentes”, contou a chefe do escritório do Unicef em São Paulo, Adriana Alvarenga.

O secretário executivo de Projetos Estratégicos da Prefeitura, Alexis Vargas, explicou os motivos da escolha de Cidade Tiradentes. “Foram dois motivos: ser um dos distritos mais vulneráveis para primeira infância e por ser um dos prioritários para investimentos públicos”. Semana das Juventudes 2022

A programação da Semana das Juventudes 2022 começa com uma apresentação cultural na abertura e aula de dança, além de oficina lambe-lambe: juventude e direitos; a roda de conversa “Os desafios das Juventudes de São Paulo”, com a participação do Unicef, apresentação do Programa Bolsa Trabalho e Programa Jovem Monitor Cultural e musical do DJ Tyan. “Todo mundo tem o direito de buscar a sua felicidade e a gente tem o dever de oferecer oportunidades para que alcancem essa felicidade”, disse a secretária municipal de Direitos Humanos, Soninha Francine.

“A Semana das Juventudes 2022 está descentralizada em cinco pontos da cidade, levando inclusão produtiva, participação social, cultura e oportunidades. O evento visa retomar a esperança das juventudes a fim de se emanciparem. Preparada com muito carinho, a Semana está com uma programação incrível que vale a pena conferir”, destaca o coordenador de Políticas para a Juventude da SMDHC, Ramirez Tosta. Ainda nesta terça-feira, no Centro de Referência e Promoção da Igualdade Racial – Unidade Tiradentes, acontece a roda de conversa “A Juventude Negra quer Viver” é iniciativa da Coordenação de Promoção da Igualdade Racial incorporada ao programa da Semana das Juventudes 2022. O evento segue até o dia 13 de agosto com atividades em cinco regiões da cidade. A programação diversificada e gratuita celebra o Dia Internacional de Juventude (12/08), data instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) para celebrar e refletir sobre a inclusão e contribuição dos jovens para a sociedade.

Cada dia da Semana das Juventudes 2022 será realizado num equipamento público diferente: Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes (09) na zona Leste; Centro Cultural Tendal da Lapa (10) na zona Oeste; Centro Cultural Grajaú (11) na zona Sul; Centro Cultural São Paulo (12) na região Central e Centro Cultural da Juventude Rute Cardoso (13) na zona Norte.

O evento é realizado em parceria com as secretarias municipais da Cultura (SMC), Pessoa com Deficiência (SMPED), Inovação e Tecnologia (SMIT), Desenvolvimento Econômico e Trabalho (SMDET), Saúde (SMS), Verde e Meio Ambiente (SVMA), Adesampa e Fundação Paulistana de Educação, Tecnologia e Cultura.

Entre os serviços disponíveis durante a Semana das Juventudes 2022 estão atendimentos de saúde como testagem de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e Covid-19, postos de vacinação e a presença das unidades móveis do Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo (Cate) e de Cidadania LGBTI. Além disso, também terá divulgação e inscrição em programas do Adesampa, apresentação dos FabLabs, laboratórios públicos de fabricação digital, entre outras ações.

(https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/direitos_humanos/juventude/programas_e_projetos/index.php?p=332768) e veja a programação completa do evento.

SECOM – Prefeitura da Cidade de São Paulo Telefones: 3113-8835/ 3113-8831 E-mail: [email protected] Sala de imprensa: imprensa.prefeitura.sp.gov.br

Fonte: IG Nacional

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso