conecte-se conosco


Entretenimento

IZA apresenta Liniker em novo teaser de “Fé”, seu próximo single

Publicado

Entretenimento

source
IZA apresenta Liniker em novo teaser de “Fé”, seu próximo single
The Music Journal Brazil

IZA apresenta Liniker em novo teaser de “Fé”, seu próximo single

Após IZA convocar Douglas Silva, Gloria Groove e MC Hariel em vídeos que introduzem seu próximo single intitulado Fé, a cantora trouxe Liniker para contar um pouco sobre a sua história de vida.

“Ter um pai extremamente ausente e ver minha mãe se desdobrando em muitas partes para conseguir que a gente tivesse algumas coisas garantidas. Foi triste por muitas vezes ver o quanto ela se desdobrava pra conseguir trazer o mínimo e sempre o máximo pra gente ao mesmo tempo” , contou a dona do álbum Índigo, Borboleta, Anil.

A artista relembrou sua infância e as pressões que sentia a época: “Por mais que eu fosse uma criança tímida e retraída, eu sempre quis dançar, sempre quis cantar na igreja. Em alguns lugares eu me senti bastante pressionada e bastante confusa, com medo de errar…Isso significa que eu sou um ser humano“, continuou.

“E com tantos recortes que atravessam o meu corpo, eu preciso o tempo inteiro lembrar da minha humanidade. Por mais que fosse duro, minha mãe nunca me deixou passar perto da possibilidade de desistir do que eu queria, de desistir do que eu sonhava” , declarou Liniker em um depoimento emocionante.

“Fé no meu corre é poder falar de mim no meu tempo presente, é olhar pro lado e ver que eu não estou sozinha. Apesar de tudo a gente segue firme, fé pra quem é forte”, concluiu.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Luisa Mell resgata cães deixados por “mulher da casa abandonada”

Publicado

Margarida Bonetti, a Mulher da Casa Abandonada, fugiu e deixou para trás as cadelas, Ebony e Ivory
Instagram/montagem

Margarida Bonetti, a Mulher da Casa Abandonada, fugiu e deixou para trás as cadelas, Ebony e Ivory

O podcast “A Mulher da Casa Abandonada” viralizou nas últimas semanas por contar a história de Margarida Bonetti, foragida do FBI que se escondia em uma mansão abandonada em Higienópolis, bairro nobre da cidade de São Paulo. A apuração, conduzida por Chico Felitti para a Folha de São Paulo, passou a ganhar grandes proporções e reuniu diversos ouvintes à fachada da casa, o que fez com que Margarida deixasse o local e as duas cadelas. Na manhã deste domingo (3), a ativista Luisa Mell realizou o resgate dos animais.

As cadelas, chamadas de Ebony e Ivory, são citadas no primeiro episódio do podcast, chamado “A Mulher”. Margarida Bonetti, que até então se identificava no bairro apenas como “Mari”, afirmou ao jornalista que se tratava de seus cães de guarda.

“As duas são grandonas, bravas, feras [risos]”, diz Margarida no podcast. “Eita, preciso me preocupar ou aqui está seguro?”, pergunta Felitti. “Não, cê tá seguro! Elas são perfeitamente treinadas e obedientes”, responde a mulher.

Luísa gravou o resgate realizado pela equipe do Instituto Luisa Mell. A ação foi apoiada pelo delegado e deputado estadual Bruno Lima (PP-SP). Os animais foram levados, e Luísa afirmou que será averiguado se houve abandono.

A ativista ainda divulgou nos stories da organização o estado da mansão. “A casa não está somente insalubre como com um cheiro terrível. A dona foi embora”, afirmou. O mau cheiro é resultado dos excrementos que Margarida Bonetti jogava pela janela da casa com um balde, já que o esgoto da mansão não funciona mais. “Tem fezes jogada pela janela, urina, tem rato andando por aqui. Os animais viviam nesse ambiente em uma situação lastimável”, afirmou ainda o deputado.

+ Entre no canal do  iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

Novo ponto turístico?

Até o momento, “A Mulher da Casa Abandonada” tem quatro episódios divulgados e se tornou um sucesso ao expor o caso da mulher que morava nos Estados Unidos e manteve uma empregada doméstica em situação de trabalho análogo à escravidão em uma cidade próxima a Washington. O caso veio à público no fim dos anos 1990 e início dos anos 2000.

O marido de Margarida, o engenheiro Rene Bonetti, chegou a ser preso, cumpriu pena de seis anos e chegou a pagar indenização e os salários nunca entregues à empregada doméstica. No entanto, Margarida fugiu para o Brasil e se escondeu na casa de sua família em Higienópolis (que, aos poucos, foi ficando abandonada).

O podcast lidera o ranking dos mais escutados atualmente e popularizou novamente a história. Como resultado, neste fim de semana, a região da casa abandonada de Higienópolis registrou um crescimento de visitantes. São ouvintes do podcast que foram ver a fachada da casa com os próprios olhos.

+ Entre no canal do  iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

Uma internauta afirmou que, no último sábado (2), houve movimento intenso. Por volta das 15h, os vizinhos chamaram a polícia. “Segundo os relatos isso deu tanto transtorno causado pelos curiosos (fila dupla, gritos, acesso ao prédio ao lado etc) quanto pelo clima hostil que pairava no ar”, diz o relato, afirmando ainda que um drone sobrevoou o local. “Pessoas gritando o nome dela, gente em cima do muro… Hoje estava saindo do controle”, escreveu outra pessoa.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Carla Diaz relembra detalhes do diagnóstico do câncer de tireoide

Publicado

Reprodução

“Diagnóstico precoce salva vidas”, diz Carla Diaz

Carla Diaz aproveitou o início do “Julho Verde” para começar sua campanha em prol da conscientização do câncer de cabeça e pescoço. A atriz foi diagnosticada com câncer de tireoide em 2020, início da pandemia de coronavírus.

+ Entre no canal do  iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

“Julho chegou e com ele trago para vocês a atenção ao Julho Verde (Mês de Prevenção do Câncer de Cabeça e Pescoço). Durante o mês contarei com mais detalhes como foi a minha experiência para assim alertar vocês do quanto é importante se cuidar e fazer exames de rotina”, escreveu a ex-BBB em sua post no Instagram. “Diagnóstico precoce salva vidas”, completou.

Em uma segunda publicação, como prometido, Carla detalha sua experiência na descoberta e no tratamento do câncer e relembra como tudo aconteceu. “Há exatamente 2 anos atrás eu descobria um câncer. Num período de pandemia, onde todos estavam preocupados e confinados dentro de suas casas. Podem imaginar o quão difícil foi, né? Do nada me tornei grupo de risco, tive que ter forças não só para passar por um câncer e pelo peso que essa doença já acompanha, mas também para me cuidar e fazer o tratamento com eficácia”, disse ela, que recebeu o diagnóstico precoce graças a um refluxo.

+ Siga também o perfil geral do Portal iG no Telegram !

A atriz começou que foi assombrada por um medo constante da morte. “Era horrível não saber o que o me aguardava, a incerteza, o medo, a agonia, e a preocupação… Eu me perguntava: ‘Será que vou morrer tão nova?’. Afinal, quem espera um câncer aos 29 anos? Depois de tantas incertezas e biópsias, recebemos o tão indesejado ‘sim’. Sim, era câncer de tireoide”, relatou.

Após o diagnóstico positivo, ela conta que precisou correr contra o tempo em busca da cura e revela como se sentiu no dia da cirurgia. “A lembrança mais forte do dia da cirurgia, foi o despertar. No qual, só soube olhar para minha mãe e perguntar se eu estava viva. Sim, viva e curada!! E com isso, disposta a sempre que possível, alertar: O câncer de tireoide atinge 3% mais as mulheres do que os homens, na faixa entre os 20 e os 65 anos”, afirmou a ex-BBB.

Carla finalizou seu relato com um importante alerta. “Como eu sempre digo e continuarei dizendo: diagnóstico precoce e conscientização, salvam vidas”, reforçou. A atriz só anunciou publicamente que estava com a doença depois que ficou curada, em dezembro de 2020.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso