conecte-se conosco


Pagamento

Caixa paga Auxílio Brasil para beneficiários com NIS final 5

Publicado

Destaque

A Caixa Econômica Federal paga nesta terça-feira (24) a parcela de maio do Auxílio Brasil aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 5. O valor mínimo do benefício é R$ 400. As datas seguem o modelo do Bolsa Família, que pagava nos dez últimos dias úteis do mês.

O beneficiário poderá consultar informações sobre datas de pagamento, valor do benefício e composição das parcelas em dois aplicativos: Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

Atualmente, 17,5 milhões de famílias são atendidas pelo programa. No início do ano, 3 milhões foram incluídas.

Benefícios básicos

O Auxílio Brasil tem três benefícios básicos e seis suplementares, que podem ser adicionados caso o beneficiário consiga emprego ou tenha filho que se destaque em competições esportivas, científicas ou acadêmicas.

Podem receber o benefício famílias com renda per capita até R$ 100, consideradas em situação de extrema pobreza, e até R$ 200, em condição de pobreza.

Benefício permanente

Na semana passada, o presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou a medida provisória que torna o Auxílio Brasil de R$ 400 um benefício permanente. A sanção foi publicada no Diário Oficial da União.

A proposta inicial do governo federal previa que esse valor valesse apenas até dezembro de 2022. Os parlamentares, no entanto, decidiram tornar o valor permanente, e o texto aprovado pelo Senado, no último dia 4, já tornava o piso de R$ 400 permanente com a inclusão de uma espécie de complemento ao valor do Auxílio Brasil. Antes, o benefício tinha o tíquete médio de R$ 224.

De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência da República, o governo gasta cerca de R$ 47,5 bilhões anuais só com o volume regular do Auxílio Brasil. A estimativa é de que o governo precise desembolsar outros R$ 41 bilhões por ano para bancar o valor complementar ao benefício.

“A sanção presidencial é importante para efetivar o Programa Auxílio Brasil, tornando-o perene à sociedade, mitigando o gargalo financeiro relativo aos mais necessitados”, disse a pasta.

Edição: Denise Griesinger

Comentários Facebook
publicidade

Destaque

Leo Lins é demitido do SBT após fazer piada de criança com hidrocefalia

Publicado

O humorista Leo Lins, de 39 anos, foi demitido do SBT após ter feito uma piada em que cita o Teleton e uma criança com hidrocefalia durante um show de stand up. Assim, ele deixa o quadro de integrantes do programa “The Noite com Danilo Gentili”. A informação foi divulgada pelo portal “Em Off” e confirmada por Splash com a assessoria da emissora de Silvio Santos.

No último final de semana, viralizou um vídeo em que Lins debocha de uma criança com hidrocefalia. Na filmagem, ele cita o Teleton, que arrecada dinheiro em ações do SBT para ajudar menores de idade com problemas de saúde, e conta a história de uma garoto do Ceará.

Eu acho muito legal o Teleton, porque eles ajudam crianças com vários tipos de problema. Vi um vídeo de um garoto no interior do Ceará com hidrocefalia. O lado bom é que o único lugar na cidade onde tem água é a cabeça dele. A família nem mandou tirar, instalou um poço. Agora o pai puxa a água do filho e estão todos felizes”, declarou Leo Lins ao público.

Em contato com Splash, a assessoria do SBT tratou do assunto em poucas palavras. “Leo Lins não faz mais parte do quadro de elenco do SBT. Ele não tem mais contrato conosco”, anunciou. Questionados se o vínculo deixou de existir há algum tempo ou em virtude do episódio, o canal confirmou que “foi encerrado” após o caso.
A AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente) emitiu um comunicado na tarde de hoje lamentando o episódio. “A AACD repudia veementemente a ‘piada’ feita por Leo Lins em vídeo divulgado recentemente nas redes sociais do comediante. Em uma fala extremamente infeliz e bastante capacitista, ele ataca pessoas com hidrocefalia, chama as pessoas com deficiência de “crianças com vários tipos de problemas” e mostra desrespeito aos moradores do Ceará”, diz a nota.

Apesar de estar utilizando os stories, do Instagram, Leo Lins não se manifestou sobre a saída do SBT, mas expôs estar sofrendo com ataques de haters após a viralização do vídeo. Ele compartilhou na rede social um xingamento de um internauta e ironizou: “Todo o amor da cultura do cancelamento”, escreveu.

Splash entrou em contato com Leo Lins e foi informada que o comediante fará uma manifestação sobre o caso em breve nas redes sociais. “Qualquer pronunciamento será feito através de um vídeo no canal do YouTube dele”, informou a equipe do humorista.

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Motoristas com CNH vencida entre janeiro e junho de 2021 devem renovar o documento até dia 31 de julho

Publicado

Os condutores que estão com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida entre janeiro e junho de 2021 têm até o dia 31 de julho para regularizar o documento. O prazo para renovação foi reestabelecido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) por meio da deliberação Contran n° 253.

Para renovar a habilitação, o motorista pode baixar o aplicativo MT Cidadão ou acessar o site oficial do Detran (www.detran.mt.gov.br) e fazer o serviço de forma online. A única etapa que exige deslocamento é para realização do exame médico.

Pelo aplicativo MT Cidadão também é possível renovar a CNH de condutores profissionais e os que necessitam de junta médica, como os condutores PCD.

Existem casos em que o condutor deverá renovar a CNH somente de forma presencial, com agendamento prévio do atendimento pelo site do Detran CLIQUE PARA AGENDAR

Situações que necessitam de atendimento presencial: mudança e adição de categoria da habilitação, processo de transferência de CNH de outro Estado, registro de estrangeiro e alteração de dados cadastrais (nome, nome de mãe, número de CPF) que precisam ser informados à Senatran.

Mais informações: (65) 3615-4800 – Disque Detran – ou pelo e-mail: [email protected]

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso