conecte-se conosco


VÁRZEA GRANDE

Nascimento e aniversário de Eduardas marcam um ano do Hospital Materno-Infantil de Várzea Grande

Publicado

VÁRZEA GRANDE

Neste sábado (14) é dia de comemoração tanto na Maternidade Municipal Dr. Francisco Lustosa de Figueiredo, quanto na casa da família de Dona Karen. Isso porque sua filha, Maria Eduarda, foi a primeira bebê nascida na nova maternidade, entregue em maio de 2021, quando Várzea Grande completou 154 anos de fundação. Já nas comemorações dos 155 anos da cidade, a data é marcada pelo nascimento de outros 1,6 mil bebês que nasceram na unidade no decorrer do ano, alicerçado no conceito da politica de humanização, segurança, qualidade de vida e cidadania.

“Meu eterno agradecimento, em nome de toda minha família, por tudo o que foi de melhor que a equipe do hospital nos proporcionou. Porque no momento certo, uma grávida precisa de carinho e tranquilidade, e eles nos deram muito amor. Que Deus abençoe cada um. Nenhum hospital particular me daria um atendimento desses”, afirma a mãe de Eduarda Santana, Jeniffer Emília, que nasceu a 11 dias na unidade.

O prefeito Kalil Baracat, presente na solenidade de 1 ano da Maternidade, disse que o projeto saiu do papel e só foi possível concretizar, graças às parcerias com o Governo do Estado e Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso junto à Prefeitura de Várzea Grande.

“Vamos transformar a Maternidade no primeiro Hospital Municipal da Criança, com a concretização de novas obras, principalmente a instalação de leitos de UTIs. Hoje a unidade é uma extensão do Hospital e Pronto Socorro, do programa Rede Cegonha, que garante serviços vinculados ao parto. Esta é nossa meta. Lembro que estávamos no auge da pandemia da covid-19 e junto ao secretário de Saúde, Gonçalo de Barros, e sua equipe, fizemos todo o planejamento, em caráter emergencial, em consequência do avanço da pandemia, e queríamos um lugar próprio para as gestantes e seus bebês. Está aí o resultado. Já nasceram mais de 1,6 mil bebês desde o dia da sua inauguração, há exato um ano. É com muita satisfação que venho aqui hoje e vejo que está tudo funcionando a contento”, disse o prefeito Kalil Baracat.

Outra parceria comemorada pelo prefeito Kalil Baracat e que deu certo foi com o Poder Judiciário, que está permitindo que crianças nascidas no Hospital sejam registradas em uma unidade do Cartório do 2º Ofício situado nas dependências da unidade.

“São nossos pequenos várzea-grandenses nascendo e que já saem da unidade com a certidão de nascimento – primeiro documento que contém as declarações oficiais necessárias para certificar a existência de um cidadão. Além da certidão de nascimento, os recém-nascidos várzea-grandenses saem também da maternidade com o CPF (Cadastro de Pessoas Físicas). Temos a oportunidade de ofertar cidadania à nossa nova geração. É digno de comemoração. A Saúde Pública também é prioridade da nossa gestão”, afirmou o prefeito.

O secretário municipal de Saúde, Gonçalo de Barros, descreve que o hospital possui 30 leitos distribuídos em 5 enfermarias, 2 centros cirúrgicos, 2 salas de parto humanizado, 1 sala de parto/isolamento, a unidade segue as diretrizes da Política Nacional de Humanização preconizada pelo Ministério da Saúde, que garante o atendimento às usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS), o direito ao planejamento reprodutivo e a atenção especial durante a gravidez, parto e puerpério.

“Hoje estamos proporcionando qualidade de vida às futuras mães e seus bebês ofertando proteção, orientações, acompanhamento, assistência médica, até o nascimento do bebê, onde a mãe, já sabe onde vai nascer o seu bebê e na garantia de cuidados dentro da Rede SUS, no período do nascimento e no decorrer do crescimento da criança. A Maternidade está adequada com leitos e tem capacidade de realizar até 300 partos/mês, se for necessário. Com a efetivação dos leitos de UTI, vamos poder nos qualificar e prestar mais serviços nesta área da saúde pública”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Gonçalo de Barros.

Para o secretário Gonçalo de Barros, hoje é um momento de comunhão, agradecimento e exaltação aos profissionais que são responsáveis por todo trabalho realizado pelo hospital e prestado à população. “Temos a missão de atender com uma excelência assistencial e integridade, e a construção dessa entrega aos pacientes e usuários é diária e feita por cada colaborador. A nossa Maternidade realiza atendimento 100% SUS (Sistema Único de Saúde) e integra a rede pública de saúde dos serviços prestados aos várzea-grandenses”.

Segundo o Diretor do Hospital e Pronto Socorro, Ney Provenzano, a equipe médica que atua na unidade é especializada, composta por médicos, enfermeiros e técnicos que desenvolvem os serviços de atendimento ao parto de baixa e média complexidade.

“Além dos 30 leitos de alojamento em conjunto, dispomos de 5 leitos de Pré – Parto, Parto e Puerpério (PPP), único no Estado, sendo cada um individual com banheiro exclusivo, com espaço e equipamentos necessários, por exemplo, a bancada e berço aquecido, camas automáticas, fototerapia, balanças, banquetas, bolas, balanço pélvico para parto tipo cavalinho, balde coletor e carro de emergência. Nosso Centro de Parto Normal (CPN) , que funciona dentro do Hospital e Pronto Socorro, para atender também partos de riscos, é o único no Estado que disponibiliza 24 horas médico pediatra, além de equipe especializada com enfermeiros obstétricos, técnicos de enfermagem, médicos ginecologistas e neonatologista, além de todos os equipamentos necessários e centro cirúrgico. Queremos levar este serviço exclusivo para dentro do materno, após a instalação de leitos de UTIs, já programados para este ano, conforme o Planejamento da Gestão do Prefeito Kalil Baracat”, explicou o diretor.

Dia Festivo – Nas comemorações do primeiro ano da Maternidade Municipal Dr. Francisco Lustosa de Figueiredo, mães compareceram ao evento, com suas crianças nascidas na unidade durante o período da implantação do hospital de 14 de maio de 2021  a 14 de maio de 2022. Uma criança nascida no dia 14 de cada mês deste período. “ Resolvemos fazer esta homenagem simbólica e presentear estas crianças, para marcar a data do dia 14 de maio de 2021, quando da implantação da unidade. Sendo um braço dos serviços do Hospital e Pronto Socorro, a unidade vem cumprindo sua meta de bem atender as mães gestantes, no Sistema Único de Saúde, de forma resolutiva. É uma importante unidade de acolhimento às mães gestantes e suas crianças. Aqui as crianças  nascem com segurança e tranquilidade com o suporte médico necessário e as mães com mais qualidade e segurança”, comemorou a Coordenadora Clínica do Hospital Maternidade, Dra Gabriela Zandonaide.

Comentários Facebook
publicidade

VÁRZEA GRANDE

Verifique os pontos abertos da semana de 16 a 21 de maio para vacinação contra covid-19 em Várzea Grande

Publicado

Nesta semana, de 16 a 21 de maio, a secretaria municipal de Saúde de Várzea Grande, disponibilizou pontos para vacinação contra a Covid-19 em crianças, adolescentes, adultos além dos idosos. Ao todo são 11 pontos abertos para vacinar adolescentes e adultos situados em Unidades Básicas de Saúde. O ponto do Várzea Grande Shopping continua aberto. A Clínica de Atenção Primária à Saúde do Parque do Lago é o ponto exclusivo desta semana para vacinar crianças de 5 a 11 anos.

Como explica o secretário Municipal de Saúde, Gonçalo de Barros, a cada semana o ponto de vacinação para crianças muda, conforme o planejamento realizado pelas equipes técnicas, em contemplar todas as regiões da cidade, levando em consideração densidade populacional e fazer chegar a vacina mais próxima das famílias várzea-grandenses, facilitando para os pais e responsáveis pela criança, em fornecer o serviço nas comunidades.

Pontos abertos de vacinação contra a covid-19 para semana de 16 a 21 de maio: ESF do bairro  Água Vermelha; Centro de Saúde Nossa Senhora da Guia; Clínica de Atenção Primária à Saúde 24 de Dezembro; UBS Cabo Michel;  Centro de Saúde Aurília Curvo; ESF São Mateus; Clínica de Atenção Primária à Saúde Jardim Glória; Clínica de Atenção Primária Saúde do bairro Cristo Rei; ESF Manaíra, Centro de Saúde Ouro Verde e Clínica de Atenção Primária à Saúde do bairro Marajoara. 

A Unidade de Saúde exclusiva para vacinação contra a covid-19 para crianças de 5 a 11 anos, é a situada no bairro Parque do Lago, na Clínica de Atenção Primária à Saúde, e funcionará no horário das 8h às 11h e das 13h às 16h.

O Ponto fixo no Várzea Grande Shopping – ‘Vacinação Cidadã’- continua funcionando, no horário das 10h às 18h, e a vacinação será aplicada em adultos e adolescentes, além da aplicação da quarta dose para idosos com 70 anos a mais. O ponto funciona no Espaço do Centro Estadual de Cidadania, Piso 1, no Várzea Grande Shopping.

Conforme dados da Vigilância em Saúde de Várzea Grande, o Município aplicou, até a data do dia 10 de maio, o total de 483.239 doses da vacina contra a covid-19. Deste total, 225.062 foram aplicações da primeira dose. Segunda dose 178.262, terceira dose 79.051 e quarta dose 864.

O prefeito, Kalil Baracat, ressalta que é importante todos completarem o ciclo vacinal, conforme as recomendações do Plano Nacional de Vacinação, vez que a transmissão da doença continua em grande escala, porém com índices baixos de ocorrências de mortes pela doença. “As ocorrências de mortes diminuíram por causa da vacina, então é importante todos irem aos pontos divulgados para completarem o ciclo vacinal. Só assim todos estarão protegidos e principalmente as crianças. O inverno chegou e também é importante vacinar contra a gripe. Todas as unidades básicas de saúde do nosso município possuem doses disponíveis para idosos acima de 60 anos e os grupos contemplados”, alertou Kalil.

Comentários Facebook
Continue lendo

VÁRZEA GRANDE

Entrega dos cartões segue até quarta-feira no Cepac

Publicado

Equipes da secretaria de Assistência Social de Várzea estarão fazendo a entrega dos novos cartões do programa Ser Família Emergencial  até esta quarta-feira (18, a todas as pessoas cadastradas e que têm direito a esse benefício. A entrega dos cartões deu início na última sexta-feira (13), para aqueles que possuem o nome com a letra A. Nesta semana, será realizada a entrega dos cartões para as familais cadastradas.

“Aqueles que por força maior não conseguiram retirar o cartão na sede da secretaria de Assistência, podem procurar o Centro Pastoral Padre Aldacir Carniel, até o dia 18 que serão atendidos. O horário de atendimento será das 8h às 17 horas, sem intervalo para almoço”, informou a titular da pasta Ana Cristina Vieira.

A troca dos cartões se deu em função do Governo do Estado de Mato Grosso romper o contrato com a empresa Eovale (Meovale) em seguida, abrir uma nova licitação de forma emergencial, para não prejudicar as famílias que dependem do auxílio. Segundo o Governo, o rompimento ocorreu após o Estado repassar recursos a empresa que não repassou aos beneficiários.

A secretária Ana Cristina disse que Várzea Grande recebeu oito mil cartões do Programa Ser Família Emergencial, e que as famílias beneficiadas com a transferência de renda, irão receber o valor de forma retroativa. “Ao receber o cartão a pessoa já terá disponível o valor de R $200,00 que poderão ser utilizados de acordo com a sua necessidade”.

Ela disse ainda que foi necessário elaborar toda uma logística para a distribuição dos cartões e um cuidado especial para fazer chegar aos detentores do direito, os recursos do Ser Família Emergencial, por isso a necessidade de se fazer antecipadamente, a triagem e a confirmação dos dados do beneficiário. “Uma das determinações do prefeito Kali Baracat e da primeira-dama Kika Dorilêo Baracat é justamente atendender aqueles que mais precisam, por isso a secretaria tem feito sempre a atualização cadastral das familias para que o benefício chegue aqueles que mais precisam”. 

A coordenadora do Programa de Proteção Básica de Várzea Grande, Bernadete Miranda alertou para a necessidade de o beneficiário apresentar os seus documentos pessoais, para o recebimento do cartão. “Esses documentos são exigidos por isso é preciso que o beneficiário certifique toda a documentação antes de se dirigir ao local de entrega dos cartões.

BENEFICIÁRIAS: Amanda Ramos, moradora do Capão Grande, é mãe de três filhos e mesmo sabendo que poderia buscar o cartão nesta semana no Cepac, durante o mutirão, não perdeu tempo e aproveitou para a retirada do cartão na última sexta-feira (13). Ela conta que com a suspensão do cartão teve que contar com a ajuda da família para poder se manter. “Esse recurso financeiro ajuda no reforço da alimentação das crianças e nos ajuda também a manter o básico em casa”.

Ana Paula da Silva, moradora do Parque do Lago também contou com a ajuda da família para manter a alimentação dos filhos. “Neste momento estou desempregada, e esse dinheiro acaba sendo um recurso a mais para a compra de alimentos em casa. Nesses meses em que fiquei sem o benefício me virei com pequenas diárias”.

Já Ana Lúcia da Silva, mãe de 3 filhos, necessitou da ajuda da família e até de vizinhos para se manter, abandonada pelo marido ela precisou tomar para si a responsabilidade de criar e manter os filhos. “Não está sendo fácil manter meus filhos sozinhos, mas mãe não abandona os seus e por isso estou na luta por eles. Esse benefício vai ajudar e muito em casa. Eu só tenho a agradecer”.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso