conecte-se conosco


Cuiabá

Qualifica Cuiabá gera oportunidade de emprego e renda para mais de 1.800 alunos qualificados

Publicado

Cuiabá

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, realizou na tarde desta quinta-feira (12), a cerimônia de entrega dos certificados de qualificação da terceira edição Qualifica Cuiabá, um dos pilares do programa Pra Frente Cuiabá. O evento ocorreu na Faculdade de Tecnologia SENAI, no Porto.

Nesta edição, 1.860 alunos foram certificados em 33 cursos, de quatro áreas diferentes ofertadas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), para pessoas a partir dos 16 anos. Idealizado pela primeira-dama, o Qualifica Cuiabá conta ainda com apoio da Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência e da Secretaria da Mulher. O programa já atendeu 5.760 pessoas, em cinco anos, e tem como objetivo chegar a 10 mil qualificados até o final de 2024.  

“Estamos materializando a conclusão com a entrega dos certificados, a etapa do ano passado, onde foram capacitadas mais de 1.400 pessoas, entre mulheres, PCDs, jovens, com programas de qualificação no sentido de poder trabalhar a inserção deles no mercado de trabalho. Isso tudo faz parte do Programa Pra Frente Cuiabá, que iniciou ainda na gestão anterior a do prefeito Emanuel Pinheiro sobre o comando da nossa primeira-dama, em parceria com o Senai e também faz parte de uma ação integrada com mais duas secretarias, de Assistência Social e da Mulher, que contribuíram muito para identificação do público-alvo ao qual o programa tem por objetivo atingir, fazendo com que sociedade cuiabana se prepare cada vez mais, aproveitando as oportunidades que o mercado apresenta”, destacou o secretário de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo.

A secretária de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Hellen Ferreira, explica que neste ano serão abertas novas turmas de qualificação e que a meta é ampliar o programa, com um olhar especial voltado para o público feminino.

“Não medimos esforços para atender àqueles que mais precisam neste momento de pandemia, que perderam e precisaram de uma fonte de renda. Fizemos um investimento muito grande nesses chefes e chefas de família para que pudessem ter seu acesso a uma qualificação, emprego e renda para que pudessem superar essa situação que estavam durante a pandemia. Em breve vamos iniciar outro ciclo com inauguração, lançamento novamente do Qualifica Cuiabá 2022 que este ano também vai realizar a edição do Qualifica Cuiabá Mulher, com cursos voltados para população feminina do nosso município. A gente atende diversos públicos e demandas, mas a determinação do prefeito e da primeira-dama é priorizar as mulheres, chefes de família, romper os ciclos de violência que acontecem para que possam superar. Serão três mil vagas ofertadas em 2022 e em breve vamos nos reunir aqui para lançar o Qualifica Cuiabá”, pontuou.

A gerente do Fatec Senai Porto, Mozara Guerreiro, afirma que ao terminarem os cursos, os alunos já saem preparados para o mercado de trabalho e também para se tornarem empreendedores.

“A gente está em parceria com a Prefeitura de Cuiabá desde 2018 e de lá para cá vem ampliando. Em 2021, formamos mais de dois mil alunos que é essa formatura que estamos tendo agora. Tivemos cursos em todas as áreas, ramo alimentício, TI, para todos os gostos, justamente para fazerem e entrar no mercado de trabalho. O projeto vai continuar em 2022 com outro viés, olhar e cursos, ampliando não somente às vagas, mas os cursos. Então estamos aumentando a quantidade para qualificar o povo cuiabano. A área alimentícia geralmente as mulheres fazem o curso e já saem empreendendo, aprendendo também técnicas de gestão e empreendedorismo para já abrir seu próprio negócio”, comentou.

Empreender era o desejo da Anadir de Souza Soares, de 38 anos, que se formou no curso de Confeitaria, e já começou a transformar o sonho em realidade conquistando sua independência financeira.  

“Foi uma grande oportunidade, tanto para mim como para várias pessoas que participaram do projeto também. Para mim foi muito bom, pois consegui uma nova profissão. Antes eu era cabeleireira e hoje realizei o sonho de me qualificar na confeitaria. Trabalho na área e ganho a minha renda. Recomendo para outras pessoas, pois nós mulheres precisamos muito disso, ter uma profissão, se sentir mais úteis, independentes. Eu mesma ficava muito em casa e queria muito fazer algo novo e tive a oportunidade e graças a Deus estou aqui”, agradeceu.

A solenidade contou ainda com a presença do secretário de Governo, Luís Cláudio, da secretária-adjunta da Mulher, Elis Regina, da secretária de Gestão, Ellaine Mendes, do diretor acadêmico do Fatec Senai, Valdir Souza Junior, da vereadora Maria Avallone, entre outras autoridades. 

Comentários Facebook
publicidade

Cuiabá

Cuiabá inicia Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação 2022 na próxima segunda (15)

Publicado

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação 2022 começa em Cuiabá na próxima segunda-feira (15). O público-alvo desta campanha são crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade. A previsão é de que a campanha seja realizada nas unidades básicas de saúde até dia 09 de setembro. O dia “D” ocorrerá no dia 20 de agosto de 2022 em todas as UBS, das 7h30 às 17h.

Segundo o coordenador de Programas Estratégicos da Secretaria Municipal de Saúde, Wellington Assunção Ferreira, o objetivo da campanha é alcançar a cobertura vacinal igual ou maior que 95% para a vacina poliomielite, na faixa etária de 1 ano a menor de 5 anos, reduzir o número de não vacinados de crianças e adolescentes menores de 15 anos e melhorar as coberturas vacinais conforme o Calendário Nacional de Vacinação.

“É de extrema importância que os pais levem seus filhos para fazerem a atualização da caderneta de vacinação, pois por causa da pandemia muitas crianças deixaram de ser imunizadas contra várias doenças. Não podemos correr o risco de ver o retorno de doenças que já estavam totalmente controladas porque as coberturas vacinais estão abaixo do esperado”, comentou o coordenador.

Todas as vacinas disponíveis no Calendário Nacional de Vacinação para as crianças serão oferecidas durante a campanha. São elas: BCG, Pentavalente, Poliomielite Oral e Inativada, Pneumocócica 10 valente, Meningocócica C, Febre Amarela, Rotavírus, Hepatite B, Tríplice Bacteriana, Tríplice Viral, Tetra viral, Hepatite A, Varicela e HPV Quadrivalente. Para adolescentes estarão disponíveis as vacinas HPV, dT (Dupla Adulto), Febre Amarela, Tríplice Viral, Hepatite B, Meningocócica ACWY (conjugada) e dTpa (para adolescentes gestantes).

De segunda a sexta as salas de vacinação de todas as UBS estarão abertas normalmente, das 07h00 às 11h00 e das 13h00 às 17h00, com exceção das UBS Grande Terceiro e Ana Poupina, que não possuem sala de vacinação. Nas UBS de hora estendida (Clínica da Família, Ilza Terezinha Picolli, Parque Ohara e Tijucal) as salas de vacinação funcionam das 7h às 20h, sem interrupção.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

CEIC Nasla Joaquim Aschar realiza formação em noções básicas de primeiros socorros

Publicado

A equipe gestora do Centro Educacional Infantil Cuiabano (CEIC) Nasla Joaquim Aschar, localizado no CPA I, Regional Norte, promoveu na segunda-feira (8), formação sobre a Lei Lucas – Primeiros Socorros. O encontro contou com a participação do Núcleo de Educação em Urgência do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e reuniu 46 profissionais da unidade, pais e responsáveis dos alunos.  

Cuiabá foi uma das primeiras capitais brasileiras a implementar em 2019, a Lei 13.277 de 2018, também conhecida como Lei Lucas. A legislação torna obrigatória a capacitação de professores e funcionários de estabelecimentos de ensino público ou privado e de recreação infantil em noções básicas de primeiros socorros.

A diretora da unidade, Andrea Bezerra Novaes, agradeceu a parceria e o empenho dos profissionais do SAMU. “Com essa formação, a equipe gestora objetivou trazer para os servidores e pais orientações importantes para o dia a dia da unidade, oferecendo um serviço humanizado, para fazermos o melhor para as nossas crianças”, destacou Andrea Novaes.

Marcelo Coelho, pai de uma das crianças atendidas na unidade, elogiou a iniciativa. “Essa é uma formação muito importante para qualificação dos profissionais que trabalham na unidade e, uma tranquilidade a mais para os pais, porque teremos servidores habilitados para prestar os primeiros socorros. Essa é uma iniciativa muito boa da gestão”, disse ele.

Marco  Nasser, um dos profissionais do SAMU falou sobre o projeto que o Núcleo de Educação de Urgência está desenvolvendo nas escolas da rede pública. “Por meio dessa parceria, estamos orientando os profissionais da educação para prestarem os primeiros socorros em casos de acidentes. Com os professores treinados, 50% do atendimento pode ser realizado de forma rápida e eficaz”, explicou o profissional. Nasser destacou que grande parte dos acidentes nas escolas estão relacionados a quedas de altura e engasgos. “Aqui orientamos sobre vários procedimentos como massagem cardíaca, ventilação e o que fazer quando a criança engasga com pequenos objetos”, disse Marco Nasser.

A técnica em Desenvolvimento Infantil, Catarina Paula disse que para os profissionais é fundamental saber lidar com pequenos acidentes. “É importante porque lidamos com bebês, crianças bem pequenas e crianças pequenas. Aprendendo as noções básicas de primeiros socorros poderemos atender em eventuais acidentes dentro da unidade”, disse Catarina Paula.

Lei 13.277

A Lei 13.722 de 2018 foi criada em homenagem a Lucas Begalli Zamora, de 10 anos, morto em setembro de 2017 depois de engasgar com um pedaço de cachorro-quente, durante um passeio escolar em Campinas (SP). Na ocasião não havia ninguém preparado para socorrê-lo e assim evitar a tragédia.

De acordo com os especialistas, no convívio escolar os acidentes podem envolver moedas, tampas de caneta, peças pequenas de brinquedos e outros objetos, ou até mesmo alimentos podem causar engasgo ou sufocação em crianças pequenas, sendo essas, algumas das principais causas de morte acidental de bebês de até um ano e meio de idade, segundo o Ministério da Saúde.A correta atitude do socorrista pode oferecer melhores condições de suporte aos acidentados. Além disso, manter a calma e saber exatamente o que, quando e como fazer em momento de estresse, reduz os riscos.

 

 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso