conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil cumpre mandados de prisão de irmãos envolvidos em homicídio de pedreiro em Juína

Publicado

Policial

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Juína, cumpriu o mandado de prisão contra dois irmãos identificados como autores de um crime de homicídio, ocorrido no final do mês de abril no município. Os suspeitos de 18 e 23 anos tiveram as ordens de prisão decretadas pela Justiça pelo homicídio que vitimou o pedreiro, Josimar costa de Souza, de 33 anos.

O crime ocorreu no dia 24 de abril, após uma discussão em um bar no bairro Palmiteira, a vítima foi atingida por diversos golpes de canivete. Na ocasião, a vítima chegou a ser socorrida e ficou oito dias internado na UTI do hospital do município, porém não resistiu aos ferimentos e morreu no dia 1º de maio.

Imediatamente após os fatos, os investigadores da Delegacia de Juína iniciaram as diligências e após análise das câmeras de vigilância e oitiva de testemunhas foi possível identificar os irmãos como autores do crime.

Com base nas investigações, o delegado Ronaldo Binoti Filho representou pela prisão dos suspeitos que foi deferida pela Justiça. Durante as diligências, os policiais da Delegacia de Juína conseguiram localizar os irmãos em uma área de chácara, onde o pai deles vivia.

Um dos suspeitos teve o mandado de prisão cumprido na sexta-feira (08), enquanto o outro conseguiu fugir para uma região de mata, porém posteriormente se apresentou na delegacia, na manhã de sábado, ocasião em que teve a ordem judicial cumprida.

Após as prisões os suspeitos foram interrogados e o irmão mais velho confessou o crime. A prisão dos irmãos foi comunicada ao judiciário, e os detidos passaram por audiência de custódia, sendo posteriormente encaminhados ao Centro de Detenção Provisória.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Maconha é apreendida na BR 364 em Rondonópolis

Publicado

Na tarde de ontem (09), a Polícia Rodoviária Federal apreendeu cerca de 30 kg de maconha em um ônibus.

A ocorrência aconteceu na BR 364, município de Rondonópolis, quando um ônibus foi parado para fiscalização.

Durante a verificação dos passageiros, uma mulher apresentou bastante inquietação e nervosismo e a todo momento entrava em contradição a respeito da viagem, o que gerou suspeita por parte da equipe policial.

Indagada se possuía bagagens, informou que não possuía, porém estava em posse de tickets de bagagem despachada. Com isso, foi realizada uma busca com o cão de faro no compartimento externo, o qual indicou presença de ilícitos ao farejar duas malas.

Ao verificar a identificação das bagagens, constatou-se que a numeração dos tickets eram iguais às da passageira que tinha sido fiscalizada inicialmente.

Em virtude disso, os policiais abriram as malas pertencentes à passageira e encontraram a quantidade de 38 tabletes de droga, pesando um total de 30 kg de maconha.

Perguntada sobre o ilícito, a mulher afirmou ter pego em Foz do Iguaçu e entregaria na cidade de Rio branco/AC.

Diante dos fatos, a passageira foi detida, a princípio, pelo crime de tráfico e foi encaminhada à Delegacia de Polícia Judiciária Civil de Rondonópolis

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Ouro é apreendido no município de Poconé

Publicado

Na manhã de ontem (07), a Polícia Rodoviária Federal apreendeu cerca de 300g de ouro.

A ocorrência aconteceu na BR 070, município de Poconé, quando um ônibus que fazia a linha Porto Velho – Cuiabá foi parado para fiscalização. Durante a verificação dos passageiros, um homem apresentou muito nervosismo e a todo momento entrava em contradição a respeito da viagem.

Com isso, foi realizada uma busca mais detalhada em seus pertences, sendo encontrado duas barras pequenas de cor dourada, as quais se tratavam de ouro, um peso total de 305g.

Questionado sobre a situação, o homem afirmou ter comprado no interior do estado e que levaria para a cidade de Cuiabá para revender.

Diante dos fatos, o homem foi detido, a princípio, por crime contra o patrimônio na modalidade de usurpação, por produzir bens ou explorar matéria-prima pertencentes à União, sem autorização legal ou em desacordo com as obrigações impostas, sendo encaminhado à Delegacia da Polícia Federal de Cuiabá para os procedimentos cabíveis.

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso