conecte-se conosco


Nacional

SP: obra que ligará Pirituba à Lapa está parada há dois anos

Publicado

Nacional


source
Projeto de complexo viário que ligará Pirituba à Lapa
Reprodução

Projeto de complexo viário que ligará Pirituba à Lapa

Iniciadas em maio de 2019, as obras do complexo viário Pirituba Lapa, que irá interligar os dois lados da Avenida Raimundo Pereira de Magalhães através de uma ponte sobre o Rio Tietê, foram suspensas em 9 de abril de 2020 por decisão judicial.

A suspensão ocorreu por liminar judicial obtida pelo Ministério Público que tem por objeto a anulação da licença ambiental LAI – nº 03/SVMA/2019 e a Ordem de Serviço nº 08.

Desde então, os canteiros de obra seguem vazios na Marginal, ao lado do Shopping Tietê Plaza, causando prejuízo aos cofres públicos da ordem de R$ 2,1 milhões com serviços de manutenção e segurança nos canteiros desativados durante o período de paralisação.

As obras estavam 14% concluídas quando foram interrompidas e R$ 32,4 milhões de reais foram consumidos pelo contrato de obras até o momento, dos R$ 209,5 milhões previstos.

O empreendimento é uma reivindicação de mais de 40 anos dos moradores de Pirituba e beneficiará 115 mil pessoas que utilizarão o acesso diariamente. Tendo em vista o crescente adensamento da região, o empreendimento trará melhorias para a mobilidade urbana da Zona Oeste da cidade, já que a Ponte do Piqueri, a principal opção, vive congestionada.

Estudos de Tráfego mostram que, com o remanejamento de linhas de ônibus da região para o novo viário, os usuários do transporte público terão suas viagens encurtadas em até 36 minutos por dia entre os terminais Pirituba e Lapa. Já os usuários do transporte individual ganharão cerca de 15 minutos diários.

Importante do ponto de vista econômico e financeiro para a região, a implantação do empreendimento vai desafogar o trânsito nas pontes da Anhanguera e do Piqueri, assim como nas conexões com a Marginal Tietê, proporcionando novas alternativas nos deslocamentos diários. Tais mudanças refletirão num menor tempo de viagens, maior fluidez na circulação do transporte público, de pedestres, de ciclistas e de veículos, gerando mais mobilidade e melhoria na qualidade de vida da população.

Leia Também

O projeto prevê a implantação de uma ponte sobre o rio Tietê e seus acessos, totalizando 900 metros de extensão para a interligação entre os dois bairros. A ponte terá início na Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, na altura do condomínio Projeto Bandeirante, e seguirá pela Vila Anastácio até a Rua Campos Vergueiro.

Ela contará com mão dupla, ciclovia e faixa exclusiva para ônibus. Além da construção da ponte, o projeto completo prevê a implantação de três quilômetros de ligação viária.

O trecho da Avenida Raimundo Pereira de Magalhães que percorre a Vila Anastácio, atual gargalo de saída do bairro da Lapa para a Marginal Tietê, será alargado e receberá melhorias em toda sua extensão: três faixas de circulação em ambos os sentidos, sendo uma faixa exclusiva para ônibus e canteiro central com ciclovia, além de obras de 900 metros de galerias de drenagem complementares para garantir a captação adequada das águas pluviais.

Também estão previstas a construção de um binário de acesso ao Terminal Lapa e de uma nova passagem inferior sob a linha férrea da CPTM, com faixas para veículos, ônibus, passeio para pedestres e ciclovia.

Em juízo, a Prefeitura está propondo a retomada das obras com novo cronograma de execução em que todas as intervenções previstas no contrato ocorram simultaneamente, a fim de dar funcionalidade ao empreendimento em um prazo menor.

Quem sai prejudicado pela paralisação das obras não é somente o Poder Executivo Municipal, que dedicou anos de planejamento para que elas saíssem do papel. Perdem a cidade, que acaba onerada, e os moradores da região, que não podem usufruir dos inúmeros benefícios que o empreendimento traria para a população.

Valores dispendidos com serviços de manutenção e segurança
Divulgação

Valores dispendidos com serviços de manutenção e segurança

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

SP: pista expressa da Marginal Pinheiros será interditada para obras

Publicado

Obras na Linha 17 Ouro do Metrô
Divulgação

Obras na Linha 17 Ouro do Metrô

A Pista Expressa da Marginal Pinheiros, sentido Castelo Branco, será interditada no trecho entre as pontes Transamérica e Octavio Frias de Oliveira (Estaiada), na região da Chácara Santo Antônio, Zona Sul da Cidade, das 21h00 de sexta-feira (12) às 04h00 de segunda-feira (15), para obras da Linha 17 Ouro do Metrô.

Interdições

• Pista expressa da Marginal Pinheiros, sentido Castelo Branco, entre as pontes Transamérica e Octavio Frias de Oliveira (Estaiada). • Alça da Ponte Velha João Dias para a pista expressa da Marginal Pinheiros. • Alça da Ponte Edson de Godoy Bueno para a pista expressa da Marginal Pinheiros.

Alternativas

● O fluxo de trânsito será canalizado para a pista local e poderá retornar para a pista expressa na Transposição próximo da Rua Flórida; ● Os veículos oriundos da Ponte Velha João Dias com destino à pista expressa da Marginal Pinheiros, deverão utilizar alça da Ponte João Dias para a pista local; ● Os veículos oriundos da Ponte Edson de Godoy Bueno com destino à pista expressa da Marginal Pinheiros, deverão utilizar o acesso para a pista local.

A Engenharia de Tráfego da CET vai monitorar a interdição e orientar o trânsito na região, visando manter as condições de fluidez e preservar a segurança dos usuários da via. Para informações de trânsito, ocorrências, reclamações, remoções e sugestões, ligue 156.

Recomendações

• Respeite a sinalização; • Se necessitar pedir informações, proceda de forma a não comprometer a fluidez do trânsito; • Ao avistar a canalização de orientação na pista, reduza a velocidade dos veículos para maior segurança.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Nacional

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Prefeitura abre Semana das Juventudes com  #AgendaCidadeUNICEF

Publicado

A Prefeitura de São Paulo abriu nesta terça-feira (09), no Centro de Formação Cidade Tiradentes, na Zona Leste da capital, a Semana das Juventudes 2022, promovida pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC). Durante o evento, houve o lançamento da #AgendaCidadeUNICEF, iniciativa para promover direitos e oportunidades para crianças e adolescentes.

O prefeito Ricardo Nunes participou da abertura da Semana e destacou que a Prefeitura vem trabalhando em várias frentes para melhorar a vida dos jovens da capital. “Uma das questões principais é a geração de empregos. No ano passado, foram criados na nossa cidade 336 mil empregos formais. A segunda colocada no país, Rio de Janeiro, gerou 82 mil, mas tem metade da população de São Paulo que criou quatro vezes mais”, afirmou. A #AgendaCidadeUNICEF é uma parceria do órgão com prefeituras de grandes centros urbanos brasileiros. A proposta é unir esforços com organizações da sociedade civil, empresas e as próprias comunidades para que crianças e adolescentes estejam na escola; tenham oportunidade de inclusão produtiva; acesso a serviços de proteção contra violências, além de saúde integral e bem-estar assegurados. “Essa iniciativa acontece não só em São Paulo, mas em outras sete capitais do Brasil. É um movimento de municípios, mas, especialmente, de pessoas que podem ajudar a transformar a realidade de territórios como o da Cidade Tiradentes”, contou a chefe do escritório do Unicef em São Paulo, Adriana Alvarenga.

O secretário executivo de Projetos Estratégicos da Prefeitura, Alexis Vargas, explicou os motivos da escolha de Cidade Tiradentes. “Foram dois motivos: ser um dos distritos mais vulneráveis para primeira infância e por ser um dos prioritários para investimentos públicos”. Semana das Juventudes 2022

A programação da Semana das Juventudes 2022 começa com uma apresentação cultural na abertura e aula de dança, além de oficina lambe-lambe: juventude e direitos; a roda de conversa “Os desafios das Juventudes de São Paulo”, com a participação do Unicef, apresentação do Programa Bolsa Trabalho e Programa Jovem Monitor Cultural e musical do DJ Tyan. “Todo mundo tem o direito de buscar a sua felicidade e a gente tem o dever de oferecer oportunidades para que alcancem essa felicidade”, disse a secretária municipal de Direitos Humanos, Soninha Francine.

“A Semana das Juventudes 2022 está descentralizada em cinco pontos da cidade, levando inclusão produtiva, participação social, cultura e oportunidades. O evento visa retomar a esperança das juventudes a fim de se emanciparem. Preparada com muito carinho, a Semana está com uma programação incrível que vale a pena conferir”, destaca o coordenador de Políticas para a Juventude da SMDHC, Ramirez Tosta. Ainda nesta terça-feira, no Centro de Referência e Promoção da Igualdade Racial – Unidade Tiradentes, acontece a roda de conversa “A Juventude Negra quer Viver” é iniciativa da Coordenação de Promoção da Igualdade Racial incorporada ao programa da Semana das Juventudes 2022. O evento segue até o dia 13 de agosto com atividades em cinco regiões da cidade. A programação diversificada e gratuita celebra o Dia Internacional de Juventude (12/08), data instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) para celebrar e refletir sobre a inclusão e contribuição dos jovens para a sociedade.

Cada dia da Semana das Juventudes 2022 será realizado num equipamento público diferente: Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes (09) na zona Leste; Centro Cultural Tendal da Lapa (10) na zona Oeste; Centro Cultural Grajaú (11) na zona Sul; Centro Cultural São Paulo (12) na região Central e Centro Cultural da Juventude Rute Cardoso (13) na zona Norte.

O evento é realizado em parceria com as secretarias municipais da Cultura (SMC), Pessoa com Deficiência (SMPED), Inovação e Tecnologia (SMIT), Desenvolvimento Econômico e Trabalho (SMDET), Saúde (SMS), Verde e Meio Ambiente (SVMA), Adesampa e Fundação Paulistana de Educação, Tecnologia e Cultura.

Entre os serviços disponíveis durante a Semana das Juventudes 2022 estão atendimentos de saúde como testagem de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e Covid-19, postos de vacinação e a presença das unidades móveis do Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo (Cate) e de Cidadania LGBTI. Além disso, também terá divulgação e inscrição em programas do Adesampa, apresentação dos FabLabs, laboratórios públicos de fabricação digital, entre outras ações.

(https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/direitos_humanos/juventude/programas_e_projetos/index.php?p=332768) e veja a programação completa do evento.

SECOM – Prefeitura da Cidade de São Paulo Telefones: 3113-8835/ 3113-8831 E-mail: [email protected] Sala de imprensa: imprensa.prefeitura.sp.gov.br

Fonte: IG Nacional

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso