conecte-se conosco


Nacional

Alegoria que imprensou menina de 11 anos é apreendido pela Polícia

Publicado

Nacional


source
Alegoria que imprensou menina de 11 anos após o acidente
Reprodução/Twitter – 21.04.2022

Alegoria que imprensou menina de 11 anos após o acidente

A delegada Maria Aparecida Salgado Mallet, titular da 6ª DP (Cidade Nova), determinou a apreensão do carro alegórico que imprensou a estudante Raquel Antunes da Silva, de 11 anos, na Rua Frei Caneca, na noite da última quarta-feira, dia 20 . O ‘Embarque no famoso 33’, da Em cima da hora, foi levado para um barracão, também na Região Portuária do Rio, e está à disposição de novas perícias complementares de profissionais do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), que o analisaram e o fotografaram e trabalham para determinar as causas do acidente. Devem ser ouvidos na delegacia o presidente administrativo da escola de samba e um auxiliar do motorista do reboque que puxava a alegoria.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, nem o ‘Embarque no famoso 33’, nem os demais carros alegóricos da Série Ouro que desfilaram na primeira noite do carnaval, na Marquês de Sapucaí, foi vistoriado e recebeu autorização do órgão para entrar na Avenida. Por três vezes, houve uma tentativa de notificar a Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Lierj) para informar que nenhuma das escolas do antigo Grupo de Acesso pediram a vistoria para suas alegorias. Por conta disso, nenhum deles teria autorização para desfilar.

Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, a última tentativa aconteceu horas antes de os desfiles começarem, na noite de quarta-feira. Para ontem, apenas quatro das oito escolas solicitaram a vistoria. Uma das escolas que não solicitaram o pedido para a análise foi a Em Cima da Hora, agremiação de Cavalcanti, na Zona Norte do Rio. No Grupo Especial, todas as escolas já protocolaram seus documentos, que estão sendo analisados.

O ‘Embarque no famoso 33’ já havia apresentado problemas ainda no desfile: houve dificuldade de movê-lo na concentração e durante o desfile na Sapucaí durante metade da apresentação. Antes de passar pela Avenida, o carro precisou se movimentar ao menos sete vezes até ser posto dentro do sambódromo.

Em depoimento prestado também na 6ª DP (Cidade Nova), o motorista José Crispim Silva Neto, coordenador de dispersão da Liga-RJ, contou que, antes de Raquel ter sido imprensada contra um poste, ouviu pessoas gritando “Para o reboque, tem uma menina em cima do queijo” e “Tem criança em cima do carro” . Ele relatou ainda que a menina foi a única das cinco crianças que não conseguiu descer a tempo de o carro alegórico da Em Cima da Hora colidir e chegou a vê-la caída no chão com fraturas expostas nas pernas.

Leia Também

No depoimento, ao qual O GLOBO teve acesso com exclusividade, José Crispim Silva Neto contou que, por volta de 22h50, estava caminhando pela Frei Caneca ao lado esquerdo do reboque que estava puxando o carro alegórico da Em Cima da Hora. Ao ouvir os gritos, ele afirmou que a alegoria estava devagar e logo parou. As outras quatro crianças então desceram do carro, mas Raquel não teria conseguido, sendo imprensada contra o poste.

José Crispim Silva Neto diz ter corrido para o lado direito do carro e depois ido chamar ajuda para a menina. Nesse momento, um coronel do Corpo de Bombeiros para um dos postos médicos da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) no Sambódromo e, de lá, encaminhada ao Hospital Municipal Souza Aguiar, também no Centro do Rio.

O motorista disse ainda que é comum que diversas crianças esperem a passagem de carros alegóricos para subir e tirar fotos. Ele ressaltou que não é sua função guiar o reboque e estava no local tão somente para acompanha-lo.

Segundo a Polícia Civil, Raquel sofreu luxação exposta no tornozelo esquerdo, fraturas expostas dos fêmures e fratura de rádio distal esquerda. Ela passou por uma cirurgia para a amputação de uma das pernas e teve a morte confirmada, às 12h10 desta sexta-feira, dia 22.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram   e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. 

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Operação Baixas Temperaturas leva 320 pessoas a locais de acolhimento

Publicado

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS), informa que foram encaminhadas 320 pessoas para os serviços de acolhimento da rede socioassistencial entre as 18h de quarta-feira (10) e as 10h desta quinta-feira (11). Durante esse mesmo período foram entregues 96 cobertores pelas equipes da Coordenação de Pronto Atendimento Social (CPAS).

Desde o início da Operação Baixas Temperaturas 2022, em 30 de abril, até o dia 8 de agosto foram registrados 1.596.893 acolhimentos nos serviços da rede socioassistencial. É importante destacar que nesta ação – que será promovida até 30 de setembro – uma pessoa pode ser acolhida mais de uma vez. Além dos chamados pelo 156, a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social realiza a busca ativa daqueles que se encontram em situação de rua, juntamente com as equipes do Consultório na Rua, durante as noites e madrugadas. Os encaminhamentos são executados por meio do Serviço Especializado de Abordagem Social (SEAS), da CPAS e dos atendimentos nas tendas. Foram distribuídos, até o momento, mais de 61 mil cobertores às pessoas que vivem em situação de rua.

Vagas

A rede socioassistencial conta com mais de 18 mil vagas. Para a OBT 2022 já foram criadas 2.044 novas vagas. Além disso, ainda no período deste inverno, estão previstas a criação de 250 vagas em novos Centros de Acolhida localizados em Perus e Santana, na Zona Norte; e Guaianases, na região Leste.

A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social também informa que haverá mais 600 vagas nos prédios cedidos pela Fundação Casa, que estão em fase de análise técnica para adequações estruturais. As primeiras 100 vagas para famílias devem ser abertas neste mês de agosto no Itaim Paulista, na região Leste da cidade.

Fonte: IG Nacional

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Cidade de São Paulo terá mais 12 mil pontos de WiFi Livre

Publicado

A Prefeitura de São Paulo irá lançar na próxima semana uma consulta pública para contratação de 12 mil novos pontos para ampliação da rede de WiFi Livre SP. O anúncio foi feito pelo prefeito Ricardo Nunes na manhã desta quinta-feira (11), durante a abertura do Seminário “5G.BR – O Papel Transformador da Nova Tecnologia”, promovido pelo Ministério das Comunicações

“No nosso plano de metas, assegura 20 mil pontos de WiFi Livre. Hoje temos 1080 mais 5300 ônibus, dos 13 mil que têm wifi. Semana que vem soltamos a consulta pública para contratar mais 12 mil pontos”, apontou o prefeito Ricardo Nunes. “A gente ainda tem várias ações para desenvolver na questão da cobertura de antenas. Negociamos com as operadoras mais 286 antenas instaladas na cidade para fazer a cobertura das áreas de sombra e isso está caminhando bem”, completou.

*5G

A região de Engenheiro Marsilac, no extremo Sul da cidade de São Paulo, e com o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) mais baixo da capital, já conta com a tecnologia 5G. Essa afirmação foi feita também pelo prefeito Ricardo Nunes durante o seminário. “Temos 96 distritos na cidade. O que tem o pior IDH e maior problema de vulnerabilidade é Marsilac. Hoje já temos o 5G lá, na região mais pobre da cidade. Isso é um motivo de muito orgulho”, afirmou o prefeito.

O seminário marca a chegada da tecnologia 5G no Brasil e, segundo o ministro das Comunicações, Fábio Faria, as empresas que venceram o leilão têm a obrigação de instalar 372 antenas na capital paulista ainda em 2022. “Até o dia 29 de setembro serão instaladas 1522 antenas. Isso significa 309% a mais do que estava estabelecido”, disse. “A meta total para cobrir a capital, que seria até 2025, mas acredito que será até 2023, é de 3720 antenas. São Paulo estará até o dia 29 de setembro quase 50% coberta”, completou o ministro.

Durante o evento foram tratados de temas como os avanços da conectividade em um país continental, revolução na indústria e na economia, como o 5G deve alavancar o setor produtivo brasileiro, entre outros assuntos relacionados a nova tecnologia.

“O 5g é uma realidade. Ele está acontecendo. Como foi o PIX, ou seja, construções que incorporam a transformação digital não como a evolução tecnológica, mas como um instrumento de ganho para sociedade”, destacou o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Paulo Alvim.

Fonte: IG Nacional

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso