conecte-se conosco


Policial

Policiais militares passam por capacitação para identificação de cargas agrícolas adulteradas

Publicado

Policial


Policiais militares da Patrulha Rural de Rondonópolis realizaram visita a uma fábrica de fertilizantes e passaram por uma capacitação sobre os procedimentos de identificação, transporte e acondicionamento de fertilizantes, na última semana. Os conhecimentos adquiridos serão empregados em ações de policiamento combatendo os crimes de roubo, furto e adulteração de fertilizantes.

Na visita, realizada na quarta-feira (13.04), os policiais conheceram as diferenças entre os produtos originais e falsificados, além de terem noção de quais produtos são utilizados para a falsificação dos produtos e de que modo é realizado, além de conhecimentos sobre as notas fiscais dos carregamentos.

Segundo o comandante do 5º Batalhão da PM, em Rondonópolis, tenente-coronel Gleber Candido Moreno, a capacitação é importante para evitar ações de quadrilhas especializadas neste tipo de adulteração de carga, em um momento onde o valor dos fertilizantes está em alta.

“Com o apoio da fábrica, a Polícia Militar está estreitando laços e aprendendo a conhecer o material para ajudar a periciar o produto, para quando uma equipe se deparar com um carregamento de carga de fertilizante saber apurar a procedência da carga”, afirmou o comandante.

Em 2022 foram registrados 12 ocorrências dos tipos de crime de desvio e adulteração de cargas, na região de Rondonópolis, número menor que o registrado no mesmo período do ano passado, com 19 registros, o trabalho preventivo visa diminuir ainda mais os índices criminais.

Ainda de acordo com o tenente-coronel Candido, a capacitação será ampliada para outras equipes policiais de Mato Grosso, para que os conhecimentos sejam multiplicados e que estes tipos de crime possam ser frustrados pela Polícia Militar.

 
Fonte: PM MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Maconha é apreendida na BR 364 em Rondonópolis

Publicado

Na tarde de ontem (09), a Polícia Rodoviária Federal apreendeu cerca de 30 kg de maconha em um ônibus.

A ocorrência aconteceu na BR 364, município de Rondonópolis, quando um ônibus foi parado para fiscalização.

Durante a verificação dos passageiros, uma mulher apresentou bastante inquietação e nervosismo e a todo momento entrava em contradição a respeito da viagem, o que gerou suspeita por parte da equipe policial.

Indagada se possuía bagagens, informou que não possuía, porém estava em posse de tickets de bagagem despachada. Com isso, foi realizada uma busca com o cão de faro no compartimento externo, o qual indicou presença de ilícitos ao farejar duas malas.

Ao verificar a identificação das bagagens, constatou-se que a numeração dos tickets eram iguais às da passageira que tinha sido fiscalizada inicialmente.

Em virtude disso, os policiais abriram as malas pertencentes à passageira e encontraram a quantidade de 38 tabletes de droga, pesando um total de 30 kg de maconha.

Perguntada sobre o ilícito, a mulher afirmou ter pego em Foz do Iguaçu e entregaria na cidade de Rio branco/AC.

Diante dos fatos, a passageira foi detida, a princípio, pelo crime de tráfico e foi encaminhada à Delegacia de Polícia Judiciária Civil de Rondonópolis

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Ouro é apreendido no município de Poconé

Publicado

Na manhã de ontem (07), a Polícia Rodoviária Federal apreendeu cerca de 300g de ouro.

A ocorrência aconteceu na BR 070, município de Poconé, quando um ônibus que fazia a linha Porto Velho – Cuiabá foi parado para fiscalização. Durante a verificação dos passageiros, um homem apresentou muito nervosismo e a todo momento entrava em contradição a respeito da viagem.

Com isso, foi realizada uma busca mais detalhada em seus pertences, sendo encontrado duas barras pequenas de cor dourada, as quais se tratavam de ouro, um peso total de 305g.

Questionado sobre a situação, o homem afirmou ter comprado no interior do estado e que levaria para a cidade de Cuiabá para revender.

Diante dos fatos, o homem foi detido, a princípio, por crime contra o patrimônio na modalidade de usurpação, por produzir bens ou explorar matéria-prima pertencentes à União, sem autorização legal ou em desacordo com as obrigações impostas, sendo encaminhado à Delegacia da Polícia Federal de Cuiabá para os procedimentos cabíveis.

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso