conecte-se conosco


Carros

VW terá elétricos com 700 km de autonomia e testa Kombi autônoma

Publicado

Carros


source
Volkswagen ID.BUZZ será lançada em 2023 e deve vir ao Brasil. Versão autônoma já está em testes
Divulgação

Volkswagen ID.BUZZ será lançada em 2023 e deve vir ao Brasil. Versão autônoma já está em testes

Uma das primeiras fabricantes a investir na eletrificação na Europa, a Volkswagen viu novas marcas dedicadas apenas a veículos elétricos passarem a sua frente no mercado de eletrificados. O lançamento da linha ID, em 2019, significava a entrada da VW no mundo dos veículos elétricos de vez.

Os dois maiores problemas da linha ID são a autonomia e a velocidade de recarga. E a apresentação da Volkswagen no Paris Electric Car Day, apontou soluções da marca para tornar seus modelos equivalentes aos rivais.

A mais recente versão do ID.4 consegue entre 360 e 520 km no ciclo WLTP (europeu), o aumento para 700 Km tornariam os veículos da Volkswagen mais atrativos.

O ID.4 atualizado também sofre na hora de recarregar, os 135 kW de velocidade ficam bem atrás dos rivais da Kia e Hyundai , por exemplo, capazdes de carregar a 350 kW por hora, pelo menos teoricamente. Pensando nisso, a Volkswagen irá aumentar a força de carregamento para 200 kW.

É provável que as melhorias apareçam no ID.4 que começará a ser produzido na planta de Chatanooga, nos Estados Unidos, ou então no ID.Buzz , a sucessora da Kombi , que deverá ser lançada em 2023 e chegar às lojas da Europa em 2024.

Leia Também

A nova VW Kombi autônoma

VW ID.Buzz: imagem mostra dos itens principais que permitem o modelo rodar sem precisar de motorista
Divulgação

VW ID.Buzz: imagem mostra dos itens principais que permitem o modelo rodar sem precisar de motorista

A Volkswagen planeja lançar pelo menos sete veículos na plataforma MEB até 2025, dos quais ID.3, ID.4. ID.6 e ID.5 já foram lançados no mercado europeu, restando ID.Buzz chegar aos concessionários.

Enquanto isso, a marca testa seu primeiro carro autônomo , que será a versão parea carga do ID.Buzz, que saiu das pistas controladas para ganhar as ruas do centro da cidade de Munique, na Alemanha, para seu primeiro teste de rodagem autônomo.

A Kombi elétrica circulou sem a intervenção de um motorista graças a uma série de recursos responsáveis por mapear trajeto e tráfego, como módulos LIDAR, múltiplos sensores e câmeras.

Durante a experimentação estavam a bordo o CEO do Grupo Volkswagen , Herbert Diess, e o diretor da Argo AI em Munique, Alex Haag, além de um piloto de testes, responsável por agir em uma situação de emergência.  

Além desses veículos, um sedã chamado até então de AERO B , está em fase de testes e é considerado pela imprensa européia como um sucessor do Passat pelas dimensões, e também um SUV compacto, chamado por enquanto de ID.Life que possui visual retrô e poderá ser o modelo de entrada da Linha ID.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
publicidade

Carros

Mini traz 15 unidades da série Pat Moss Edition do John Cooper Works

Publicado


Nome de Pat Moss é uma homenagem a piloto britânica que deu à Mini sua primeira vitória em  uma prova de rali
Divulgação

Nome de Pat Moss é uma homenagem a piloto britânica que deu à Mini sua primeira vitória em uma prova de rali

A Mini anuncia que vai trazer ao mercado brasileiro a série especial do John Cooper Works batizada de Pat Moss, em homenagem à piloto britânica que deu à Mini sua primeira vitória em um rali internacional, há 60 anos.

De acordo com a fabricante inglesa, o modelo tem apenas 800 unidades espalhadas em todo o mundo, sendo que apenas 15 serão destinadas para pré-venda no Brasil ao preço de R$ 318.390 , com as primeiras entregas programadas para setembro. 

Disponibilizada na cor Preto Midnight para a carroceria e teto multitone de três cores (Preto Jet, Cinza Melting e Vermelho Chili), o hatch agrega faixa branca no capô além da assinatura da Pat Moss no para-choque dianteiro. 

Por dentro, além da assinatura da piloto, há também sistema de som da renomada Harman/Kardon , head up display , painel digital, central multimidia touchscreen de 8,8 polegadas e sistema de navegação integrado.

O motor é biturbo de 2,0 litros de quatro cilindros de 231 cv e torque de 32,63 kgfm e a transmissão de 8 velocidades. Segundo a fabricante, de 0 a 100 km/h são feitos em 6,1 segundos e a velocidade máxima é de 246 km/h.

Pat Moss e a navegadora, Ann Wisdom venceram no Rally de Monte Carlo em 1964, 1965 e 1967 e décadas depois, a vitória geral no Paris-Dakar quatro vezes seguidas (2012 e 2015), além de mais duas gerais (2020 e 2021).

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Carros

Kawasaki terá motos elétricas baseadas nos modelos Z125 e Ninja 125

Publicado


Kawasaki EV Project: marca japonesa também se rende à nova era da eletrificação com novos modelos nos planos
Divulgação

Kawasaki EV Project: marca japonesa também se rende à nova era da eletrificação com novos modelos nos planos

A era da eletrificação aos poucos está abocanhando o segmento das motos e nem mesmo os modelos de apelo emocional estão escapando da tecnologia que veio para ficar.

Uma prova desta teoria está no anúncio feito no final de 2021 pelo CEO da Kawasaki, Hiroshi Ito, confirmando que 2022 seria o ano em que a empresa entraria no mercado de motos elétricas .

A Kawasaki é uma das marcas mais tradicionais e que agora vem investindo cada vez mais em projetos voltados para a eletromobilidade. Documentos publicados no site da National Highway Traffic Safety Administration nos EUA reforçam que a empresa japonesa vem trabalhando em duas motos elétricas para 2023 de codinome ‘NX011AP’ e ‘NR011AP’.

A designação segue o padrão usual da Kawasaki, com ‘X’ no segundo lugar usado para denotar uma moto esportiva e ‘R’ para um roadster nake (sem carenagem), mas o ‘N’ inicial é novo e significa ‘Elétrico’ no protocolo de nomenclatura da Kawasaki.

De acordo com o documento no site da NHTSA cada um deles produzirá 11kW (15cv) , e pelas imagens, serão máquinas mecanicamente idênticas, diferenciando-se apenas por uma ser carenada e outra sem carenagens (naked), nos moldes da Z125 e da Ninja 125 , mas com energia elétrica.

Os nomes dos modelos de showroom ainda não são conhecidos, mas a Kawasaki já registrou os títulos Ninja E2 e Ninja E2-R. Tudo será revelado na íntegra ainda este ano, provavelmente na feira EICMA de novembro em Milão , onde o protótipo elétrico apareceu pela primeira vez três anos atrás.

Fonte: IG CARROS

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso