conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil busca por parentes de idoso acolhido em abrigo em Várzea Grande

Publicado

Policial


A Polícia Civil, por meio da Núcleo de Pessoas Desaparecidas da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), procura por parentes de um idoso que há um ano está morando na Casa de Acolhimento Temporário em Várzea Grande. 

As buscas pelos parentes do idoso, identificado como Ramon Nunes da Silva, de mais ou menos 70 anos de idade, iniciaram no dia 05 de abril, quando uma psicóloga da casa de acolhimento procurou o Núcleo de Pessoas Desaparecidas da DHPP para falar sobre a situação da vítima.

Segundo as informações, Ramon mora na casa temporária há um ano, aproximadamente, e até então era chamado como Walter – nome que deram a ele no hospital após um acidente de carro em que ele perdeu a memória.

Há poucos dias, o idoso lembrou o seu verdadeiro nome e outras poucas histórias da sua vida, e agora precisa de confirmação da sua identificação. Conforme a vítima, ele nasceu em Campo Grande (MS) e se mudou jovem para Mato Grosso, onde trabalhou muitos anos como mecânico e residiu em Várzea Grande. 

O Núcleo de Pessoas Desparecidas realizou pesquisas em sistemas policiais, porém ainda não conseguiu confirmar as informações passadas pelo idoso. 

Campanha para identificar internados em abrigos

No dia 21 de março, o Ministério da Justiça e Segurança Pública lançou  a uma campanha para promover, em parceria com os estados e o Distrito Federal, a coleta de material genética de pessoas não identificadas que estejam internadas em hospitais abrigos ou clínicas 

O objetivo da Campanha Nacional de Coleta de DNA de Pessoas Vivas Sem Identificação é abastecer os bancos genéticos da Rede Integrada de Bancos de Perfis Genéticos (Ribpg) com material que permita aos parentes de pessoas desaparecidas localizá-las caso estas venham a ser atendidas, sem serem identificadas, em um estabelecimento de saúde. 

A ideia é que os familiares forneçam material biológico para ser comparado com as amostras de DNA armazenadas nos bancos genéticos.

Na outra ponta, equipes dos estabelecimentos de internação/acolhimento ou que integrem o Sistema Único de Assistência Social (Suas), como os centros de Referência de Especializados para População em Situação de Rua (Centros Pop), por exemplo, deverão acionar os órgãos de perícia oficial dos estados e do Distrito Federal para que, se necessário, uma equipe de peritos vá ao local e colete o material genético da pessoa atendida sem nenhuma identificação civil.

A iniciativa será realizada até agosto deste ano e, neste primeiro momento, serão priorizadas as cidades mais populosas e as instituições que atendem pessoas em situação de rua, idosos, crianças e adolescentes. No caso destes dois últimos, a coleta de DNA só será feita com autorização judicial, podendo o Ministério Público orientar as equipes administrativas dos hospitais e instituições e os profissionais de segurança sobre como agir nestes casos.

Com informações: https://agenciabrasil.ebc.com.br/

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Veículo do Rio de Janeiro é recuperado em Rondonópolis/MT

Publicado

Na noite de ontem (04), na BR 364, no município de Rondonópolis/MT, a Polícia Rodoviária Federal abordou um veículo que seguia sentido Cuiabá.

Durante a abordagem o condutor foi questionado sobre a viagem e apresentou informações desconexas, o que gerou suspeitas por parte dos policiais.

Iniciado a fiscalização, foram encontrados indícios de adulteração em alguns elementos identificadores do veículo. Ao realizar as consultas, constatou-se que a placa aparente não se tratava da original, a qual foi encontrada no interior do automóvel.

 Além disso, constava um registro de roubo do veículo na cidade do Rio de Janeiro em maio deste ano.

Diante das informações obtidas, o homem foi detido, a princípio, por adulteração de sinal identificador de veículo automotor e receptação, sendo encaminhados à Polícia Judiciária.

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Passageira de ônibus é presa novamente transportando drogas

Publicado

Na tarde de ontem (04), a Polícia Rodoviária Federal apreendeu 2 kg de pasta base de cocaína na BR 070, no município de Barra do Garças.

A ocorrência aconteceu quando um ônibus que fazia o trajeto Cuiabá – Canarana foi parado para fiscalização. Durante o procedimento de verificação, constatou-se que um dos passageiros tinha um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas.

Em vista disso foi solicitado ao passageiro, uma mulher de 27 anos, desembarcasse do veículo com as bagagens que portava para uma fiscalização mais detalhada.

Questionada se estava carregando algum ilícito, a mulher confessou que havia dois tabletes de drogas em sua bolsa, o que foi constatado posteriormente pela equipe policial.

Diante dos fatos, a passageira foi detida, a princípio, pelo crime de tráfico de drogas e por constar um mandado de prisão em aberto, sendo encaminhada à Delegacia de Polícia Judiciária para os procedimentos cabíveis.

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso