conecte-se conosco


Economia

Correios reduzem para um dia prazo do Sedex em 209 trechos; veja lista

Publicado

Economia


source
Correios reduzem prazo de entrega
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Correios reduzem prazo de entrega

Quem depende do Sedex vai ganhar mais agilidade. Os Correios reduziram o prazo de entrega da modalidade em 209 trechos estaduais e nacionais. Agora, as encomendas chegam um dia após a postagem, o chamado D+1. Além disso, cerca de 5 mil trechos ganharão a opção de usar Sedex 10 e 12. O Tecnoblog conseguiu com exclusividade a lista de rotas que tiveram seus prazos encurtados.

Em comunicado publicado no site da estatal, os Correios destacam que rotas com origem em São Paulo que têm como destino Recife, Manaus e Fortaleza estão entre as que tiveram seu prazo reduzido. A empresa diz que elas têm se destacado pelo alto fluxo de objetos. Anteriormente, o prazo médio era de dois dias para entrega.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

Sedex 10 e Sedex 12 chegam a mais cidades

No Sedex 10, em que a encomenda é entregue até 10 da manhã do dia útil seguinte à postagem, os Correios destacam alguns trechos relevantes para o e-commerce:

Leia Também

  • São Paulo x Rio de Janeiro;
  • Belo Horizonte x Rio de Janeiro;
  • Curitiba x Rio de Janeiro;
  • Niterói x Rio de Janeiro;
  • Guarulhos x Rio de Janeiro.

Também há o Sedex 12, com entregas até o meio-dia do dia útil seguinte. Os Correios destacam:

  • São Paulo x Curitiba;
  • São Paulo x Belo Horizonte;
  • São Paulo x Porto Alegre;
  • Rio de Janeiro x Belo Horizonte;
  • São Paulo x Niterói.

Lista de trechos com prazo do Sedex reduzido para D+1

O Tecnoblog conseguiu com exclusividade os trechos em que o Sedex teve seu prazo reduzido para D+1. Os Correios dizem que, além destes, os trechos locais, com mesma origem e destino, já são atendidos pela entrega no dia seguinte.

A lista tem tanto trechos longos, como os já citados com origem em São Paulo e destino a Recife, Manaus e Fortaleza, quanto trajetos entre cidades pequenas e médias.

  1. São Paulo — Manaus
  2. Rio de Janeiro — Salvador
  3. Anápolis — Brasília
  4. Sorocaba — Brasília
  5. Contagem — Brasília
  6. Santos — Brasília
  7. São Paulo — Fortaleza
  8. Teresina — Fortaleza
  9. Belo Horizonte — Vitoria
  10. São Paulo — Anápolis
  11. Brasília — Anápolis
  12. Rio de Janeiro — Anápolis
  13. Vitoria — Belo Horizonte
  14. Santos — Belo Horizonte
  15. Uberlândia — Uberaba
  16. Uberaba — Uberlândia
  17. São Paulo — Uberlândia
  18. Alfenas — Itajubá
  19. Alfenas — Machado
  20. Alfenas — Poços de Caldas
  21. Alfenas — Santa Rita do Sapucaí
  22. Alfenas — São Lourenço
  23. Alfenas — Três Corações
  24. Alfenas — Três Pontas
  25. Alfenas — Varginha
  26. Itajubá — Alfenas
  27. Itajubá — Machado
  28. Itajubá — Poços de Caldas
  29. Itajubá — Santa Rita do Sapucaí
  30. Itajubá — São Lourenço
  31. Itajubá — Três Corações
  32. Itajubá — Três Pontas
  33. Itajubá — Varginha
  34. Machado — Alfenas
  35. Machado — Itajubá
  36. Machado — Poços de Caldas
  37. Machado — Santa Rita do Sapucaí
  38. Machado — São Lourenço
  39. Machado — Três Corações
  40. Machado — Três Pontas
  41. Machado — Varginha
  42. Poços de Caldas — Alfenas
  43. Poços de Caldas — Itajubá
  44. Poços de Caldas — Machado
  45. Poços de Caldas — Santa Rita do Sapucaí
  46. Poços de Caldas — São Lourenço
  47. Poços de Caldas — Três Corações
  48. Poços de Caldas — Três Pontas
  49. Poços de Caldas — Varginha
  50. Santa Rita do Sapucaí — Alfenas
  51. Santa Rita do Sapucaí — Itajubá
  52. Santa Rita do Sapucaí — Machado
  53. Santa Rita do Sapucaí — Poços de Caldas
  54. Santa Rita do Sapucaí — São Lourenço
  55. Santa Rita do Sapucaí — Três Corações
  56. Santa Rita do Sapucaí — Três Pontas
  57. Santa Rita do Sapucaí — Varginha
  58. São Lourenço — Alfenas
  59. São Lourenço — Itajubá
  60. São Lourenço — Machado
  61. São Lourenço — Poços de Caldas
  62. São Lourenço — Santa Rita do Sapucaí
  63. São Lourenço — Três Corações
  64. São Lourenço — Três Pontas
  65. São Lourenço — Varginha
  66. Três Corações — Alfenas
  67. Três Corações — Itajubá
  68. Três Corações — Machado
  69. Três Corações — Poços de Caldas
  70. Três Corações — Santa Rita do Sapucaí
  71. Três Corações — São Lourenço
  72. Três Corações — Três Corações
  73. Três Corações — Varginha
  74. Varginha — Alfenas
  75. Varginha — Itajubá
  76. Varginha — Machado
  77. Varginha — Poços de Caldas
  78. Varginha — Santa Rita do Sapucaí
  79. Varginha — São Lourenço
  80. Varginha — Três Corações
  81. Varginha — Três Pontas
  82. Araguari — Ituiutaba
  83. Araguari — Uberaba
  84. Araguari — Uberlândia
  85. Ituiutaba — Araguari
  86. Ituiutaba — Uberaba
  87. Ituiutaba — Uberlândia
  88. Uberaba — Araguari
  89. Uberaba — Ituiutaba
  90. Uberlândia — Araguari
  91. Uberlândia — Ituiutaba
  92. Curitiba — Campo Grande
  93. Cuiabá — Várzea Grande
  94. São Paulo — Recife
  95. São Paulo — Jaboatão dos Guararapes
  96. São Paulo — Maringá
  97. Santos — Curitiba
  98. Niterói — Curitiba
  99. Campo Grande — Curitiba
  100. Guarulhos — Maringá
  101. Atibaia — Curitiba
  102. São Bernardo do Campo — Maringá
  103. Santo André — Maringá
  104. Praia Grande — Curitiba
  105. Guarulhos — Nova Iguaçu
  106. Guarulhos — Duque de Caxias
  107. Diadema — Nova Iguaçu
  108. Santo André — Nova Iguaçu
  109. São Bernardo do Campo — Nova Iguaçu
  110. Carapicuíba — Duque de Caxias
  111. Santo André — Duque de Caxias
  112. São Bernardo do Campo — Duque de Caxias
  113. Diadema — Duque de Caxias
  114. Carapicuíba — Nova Iguaçu
  115. Santos — Rio de Janeiro
  116. Praia Grande — Rio de Janeiro
  117. São Vicente — Rio de Janeiro
  118. Guarujá — Rio de Janeiro
  119. Santos — Niterói
  120. Santos — Sorocaba
  121. Santos — São José dos Campos
  122. Santos — Jundiaí
  123. Santos — Ribeirão Preto
  124. Praia Grande — Campinas
  125. Contagem — Campinas
  126. Santos — Piracicaba
  127. Campinas — Santos
  128. Curitiba — Santos
  129. Belo Horizonte — Santos
  130. Rio de Janeiro — Guarujá
  131. Jundiaí — Santos
  132. Anápolis — São Paulo
  133. São José dos Campos — Santos
  134. Rio de Janeiro — São Vicente
  135. Sorocaba — Santos
  136. Rio de Janeiro — Praia Grande
  137. Indaiatuba — Santos
  138. Campinas — Guarujá
  139. Campinas — São Vicente
  140. Curitiba — São Vicente
  141. Jundiaí — Guarujá
  142. Campinas — Praia Grande
  143. São José do Rio Preto — Santos
  144. Americana — Santos
  145. Belo Horizonte — Guarujá
  146. Florianópolis — Santos
  147. Porto Alegre — Santos
  148. Uberlândia — São Paulo
  149. Curitiba — Guarujá
  150. Curitiba — Praia Grande
  151. Santos — Santos
  152. Porto Velho — Porto Velho
  153. Belém — Belém
  154. Cuiabá — Cuiabá
  155. Rio Branco — Rio Branco
  156. São Vicente — São Vicente
  157. Praia Grande — Praia Grande
  158. Várzea Grande — Várzea Grande
  159. Nova Friburgo — Nova Friburgo
  160. Guarujá — Guarujá
  161. Campos dos Goytacazes — Campos dos Goytacazes
  162. Macaé — Macaé
  163. Boa Vista — Boa Vista
  164. Sorriso — Sorriso
  165. Mossoró — Mossoró
  166. Itanhaém — Itanhaém
  167. Cubatão — Cubatão
  168. Sinop — Sinop
  169. Rondonópolis — Rondonópolis
  170. Itaperuna — Itaperuna
  171. Ananindeua — Ananindeua
  172. Valparaíso de Goiás — Valparaíso de Goiás
  173. Peruíbe — Peruíbe
  174. Primavera do Leste — Primavera do Leste
  175. Araguaína — Araguaína
  176. Parnamirim — Parnamirim
  177. Marabá — Marabá
  178. Parauapebas — Parauapebas
  179. Lucas do Rio Verde — Lucas do Rio Verde
  180. Santarém — Santarém
  181. Águas Lindas de Goiás — Águas Lindas de Goiás
  182. Ji-Paraná — Ji-Paraná
  183. Marituba — Marituba
  184. Tangara da Serra — Tangara da Serra
  185. Balsas — Balsas
  186. Ariquemes — Ariquemes
  187. Vilhena — Vilhena
  188. Cáceres — Cáceres
  189. Altamira — Altamira
  190. Cacoal — Cacoal
  191. Belo Horizonte — Taubaté
  192. Belo Horizonte — Jacareí
  193. Belo Horizonte — Sumaré
  194. Belo Horizonte — Valinhos
  195. Belo Horizonte — Indaiatuba
  196. Belo Horizonte — Americana
  197. Belo Horizonte — Limeira
  198. Belo Horizonte — Sorocaba
  199. Alfenas — São Paulo
  200. Extrema — São Paulo
  201. Itajubá — São Paulo
  202. Lavras — São Paulo
  203. Machado — São Paulo
  204. Pouso Alegre — São Paulo
  205. Santa Rita do Sapucaí — São Paulo
  206. São Lourenço — São Paulo
  207. Três Corações — São Paulo
  208. Três Pontas — São Paulo
  209. Atibaia — Belo Horizonte

Comentários Facebook
publicidade

Economia

Dólar sobe para R$ 5,09 com preocupações sobre China

Publicado

A divulgação de dados econômicos fracos sobre a China provocou instabilidade no mercado financeiro de países emergentes. O dólar disparou pela manhã, mas desacelerou ao longo do dia. A bolsa de valores iniciou o dia em baixa, mas reverteu o movimento, impulsionado por ações de varejistas.

O dólar comercial encerrou esta segunda-feira (15) vendido a R$ 5,092, com alta de R$ 0,018 (+0,35%). A cotação chegou a R$ 5,14 no início das negociações, mas a tensão diminuiu com a entrada de fluxos externos durante a tarde de investidores atraídos pelos juros altos no Brasil, o que permitiu que o câmbio se mantivesse abaixo de R$ 5,10.

Com o desempenho de hoje, a moeda norte-americana acumula queda de 1,6% em agosto. Em 2022, o recuo chega a 8,68%.

A volatilidade também afetou o mercado de ações. O índice Ibovespa, da B3, fechou aos 113.032 pontos, com alta de 0,24%. Pela manhã, o indicador chegou a cair 1,44%, após a divulgação de que a economia chinesa continuou a desacelerar. No entanto, a melhoria no mercado norte-americano durante a tarde e a alta de ações de setores ligados ao consumo trouxeram o índice para cima.

A política de lockdowns imposta pelo governo chinês para combater a economia de covid-19 fez a economia do país asiático registrar forte desaceleração em julho. Além disso, o prolongamento da crise imobiliária tem afetado a retomada da segunda maior economia do planeta. Problemas econômicos na China afetam países exportadores de commodities (bens primários com cotação internacional), como o Brasil.

Por outro lado, fatores ligados à economia doméstica ajudaram a amenizar as notícias vindas da China. A perspectiva de que o ciclo de alta da taxa Selic (juros básicos da economia) tenha chegado ao fim tem atraído capital externo para o Brasil. Paralelamente, as ações de empresas ligadas ao consumo doméstico passaram a recuperar-se com a expectativa que a Selic comece a cair no próximo ano.

* Com informações da Reuters

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Economia

Comentários Facebook
Continue lendo

Economia

O que esperar do 5G no varejo? Tecnologia promete revolucionar o setor

Publicado

O que esperar do 5G no varejo? Tecnologia promete revolucionar o setor
Divulgação

O que esperar do 5G no varejo? Tecnologia promete revolucionar o setor

Sinônimo de inovação, a chegada do 5G ao Brasil promete revolucionar o varejo e as relações sociais.  Já disponível em Brasília, Porto Alegre, João Pessoa, Belo Horizonte e São Paulo, a expectativa é que a tecnologia esteja em todas as capitais brasileiras até o final deste ano. Mais do que velocidade de navegação, o 5G promete transformar as experiências de compra, que serão mais completas, diferenciadas e eficientes.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

Segundo o relatório da EMIS, plataforma digital do Grupo ISI Emerging Markets, estima-se um aumento de 3,8% nas vendas do varejo brasileiro em 2022. Esta perspectiva já é realidade para a China, que além de liderar a corrida de implantação do 5G, aumentou 4,9% das suas vendas em outubro de 2021.

“Realidade virtual, lives commerce , metaverso e muitas outras tecnologias serão facilitadas com o 5G. É a hora dos executivos se atentarem às tendências e possibilidades que dão match com o seu público-alvo. Por isso, traçar caminhos estratégicos e inovadores para cada negócio é crucial neste momento, afinal o 5G traz benefícios para todos”, afirma Jefferson Araújo, CEO da Showkase, plataforma de vendas online.

Há quem diga que o 5G mudará o jeito de se fazer varejo no Brasil. Ampliar o uso da inteligência artificial (IA) e da internet das coisas (IoT), isto é, dos produtos interconectados também está no radar. Com isso, o consumidor que está cada vez mais exigente e imediatista, além de uma experiência de compra mais completa, poderá ter um consumo ainda mais eficiente. Por outro lado, os varejistas terão novas oportunidades e facilidades, inclusive em etapas burocráticas como o pagamento.

Mas, afinal, o que esperar da tecnologia 5G? O executivo listou abaixo três avanços significativos para o varejo brasileiro:

Fidelidade à marca

Inovação, qualidade e agilidade são premissas para o 5G. A tecnologia possibilitará que o atendimento automatizado ganhe ainda mais espaço no dia a dia do cliente. A partir da implementação de soluções como IoT e IA, será possível coletar dados dos usuários, identificar demandas e proporcionar experiências personalizadas.

“O 5G possibilita uma coleta mais veloz e em maior volume, capaz de otimizar a experiência do cliente durante toda sua jornada de compra. Mapear hábitos e padrão de consumo é essencial para uma experiência mais assertiva. Estes dados são valiosos para mais do que ampliar os lucros da empresa, aumentar a fidelidade à marca”, explica Araújo.

Automatização dos processos

Com a chegada do 5G, o machine learning – ramo da inteligência artificial (IA) que reconhece padrões ou a capacidade de aprender continuamente ou fazer previsões com base em dados – também se beneficia e, consequentemente, traz avanços significativos para o varejo.

A tecnologia, além de apoiar estratégias de segurança, automatiza pagamentos e aprimora a performance nas operações, a exemplo da gestão dos funcionários, estoque e logística. “Os clientes terão os prazos de entrega mais atualizados e rastreados em tempo real. Embora esta tecnologia já exista, nem sempre há um funcionamento sem atrasos. Em resumo, o 5G traz maior estabilidade e velocidade aos processos que já existem”, destaca o executivo.

Presença digital e omnichannel

O comércio eletrônico registou um crescimento significativo nos últimos meses: 12,59% no primeiro trimestre de 2022, aponta índice do MCC-ENET, desenvolvido pela Neotrust | Movimento Compre & Confie, em parceria com o Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital.

De acordo com Jefferson Araújo, diante desse boom do e-commerce, os empresários precisam estar cada vez mais atentos às estratégias multicanais disponíveis para o varejo. O 5G promete acelerar as soluções em omnichannel , possibilitando assim que o varejista esteja presente em mais de um canal de venda e ofereça uma experiência personalizada para o cliente. “Hoje, o omnichannel é o caminho mais promissor para os resultados do varejo”, complementa o CEO.


Fonte: IG ECONOMIA

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso