conecte-se conosco


Tecnologia

Windows 11 e 10 mantêm alguns dados do usuário mesmo após restaurar PC

Publicado

Tecnologia


source
Windows tem bug em formatação
Divulgação/Microsoft

Windows tem bug em formatação

Você decide vender o seu notebook e, para isso, restaura o sistema operacional antes de entregá-lo ao novo dono. Já pensou se, mesmo com esse procedimento, seus dados continuassem armazenados ali? Pois saiba que um bug descoberto recentemente no Windows 11 e no Windows 10 versão 21H2 está causando esse problema.

A falha foi descoberta pelo pesquisador de segurança Rudy Ooms. No blog Call4Cloud, ele explica que percebeu o problema ao restaurar um computador com Windows 11 remotamente usando o Microsoft Intune, uma ferramenta para gerenciamento de dispositivos baseada nas nuvens.

Antes de a restauração ser iniciada, o Windows 11 dá duas opções: “Manter meus arquivos” e “Remover tudo”. A primeira remove aplicativos e configurações, mas preserva os arquivos do usuário. Logo, para um computador que está sendo repassado a outra pessoa, a segunda opção é mais adequada por “zerar” o equipamento.

Quando o PC é redefinido remotamente, via Microsoft Intune, opções equivalentes para preservação ou não de dados pessoais também são exibidas. Mas, após o procedimento ser concluído, Ooms descobriu que o sistema operacional guardou arquivos do usuário dentro da pasta Windows.old, mesmo com essa opção não tendo sido selecionada.

Logo depois, testes foram feitos no Windows 10 com as atualizações 21H1 e 21H2. No primeiro caso, a pasta Windows.old estava lá, mas vazia. No segundo, a pasta foi encontrada, mas com arquivos pessoais dentro.

Leia Também

Ooms fez ainda testes com instalações locais e percebeu que o problema também se manifestava com elas. Não se trata de um bug relacionado exclusivamente a um procedimento remoto, portanto.

Bug tem relação com o OneDrive

Como o problema afeta o Windows 11 e o Windows 10 21H2, mas não o Windows 10 21H1, ficou claro que essa é uma falha recente. A vulnerabilidade só não é mais grave porque, para ela existir, é necessário que o usuário tenha sincronizado o sistema operacional com o OneDrive.

Por algum motivo, os arquivos integrados ao OneDrive, mas disponíveis localmente, não são apagados no processo de formatação. E não importa se a criptografia via BitLocker estava ativada antes da redefinição: o procedimento desativa essa proteção.

E a correção?

Embora a Microsoft ainda não tenha se manifestado publicamente sobre o problema, Rudy Ooms afirma que a companhia já está trabalhando em uma correção.

Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

Android 13 é lançado com novidades em personalização e conectividade

Publicado

Android 13 foi oficialmente lançado nesta segunda-feira (15)
Giovanni Santa Rosa

Android 13 foi oficialmente lançado nesta segunda-feira (15)

O Google lançou oficialmente o Android 13 nesta segunda-feira (15). O sistema foi liberado para os Pixels primeiro. Outras marcas devem liberar atualizações ainda este ano. A gigante das buscas diz que Samsung, ASUS, Nokia, Motorola, OnePlus, Oppo, Sony e Xiaomi estão nessa lista. A décima-terceira versão do sistema do robozinho verde traz novidades visuais, de privacidade e de conectividade entre aparelhos.

Grande parte das características do Android 13 já era conhecida das versões de testes. O sistema estava liberado para testes de desenvolvedores desde fevereiro de 2022, e o último beta apareceu na metade de julho.

Ao longo destes meses, vimos muitos recursos que agora foram oficializados, como ícones que se adaptam ao tema da interface, um seletor de fotos para apps que não dá acesso a todos as imagens da sua galeria e um novo controle de música.

O que tem de novo no Android 13?

O Google destacou 13 recursos novos do Android 13:

  • Ícones personalizáveis para aplicativos que não são do Google, como parte do Material You;
  • Escolhas de idioma independentes para cada app;
  • Tocador de música atualizado, que destaca a arte do disco e tem uma barra de progresso;
  • Papel de parede com menor luminosidade e tema escuro na Hora de Dormir;
  • Seletor de fotos para apps que não libera o acesso a todos os arquivos da galeria;
  • Limpeza automática da área de transferência após um tempo, caso o usuário copie informações sensíveis como e-mail, endereço, celular ou login;
  • Apps terão que pedir permissão para enviar notificações;
  • Spatial Audio com rastreamento de cabeça: os fones se adaptam para dar a sensação de que o som vem de uma fonte fixa no espaço;
  • Transmitir mensagens do Android para um Chromebook. Funciona com o Google Mensagens e também com Signal e WhatsApp, entre outros;
  • Suporte a áudio Bluetooth Low Energy (LE);
  • Barra de tarefas para tablets atualizada, que permite arrastar e soltar qualquer app usando o modo tela dividida;
  • Tablets Android reconhecem diferenças nos toques de uma caneta stylus e de cada dedo da mão, ajudando quem desenha;
  • Copiar conteúdo no celular e colar no tablet. Este recurso estará disponível até o fim do ano.


Fonte: IG TECNOLOGIA

Comentários Facebook
Continue lendo

Tecnologia

iPhone 14 deverá manter armazenamento base de 128GB, segundo analista

Publicado

Sucessor do iPhone 13 Pro (foto) deve ser anunciado com opções diferentes de armazenamento
Bruno Ignacio

Sucessor do iPhone 13 Pro (foto) deve ser anunciado com opções diferentes de armazenamento

Com a iminente chegada do iPhone 14, o hype de muitos surge lado a lado de especulações. A informação mais recente vem diretamente de Jeff Pu, analista da Haitong International Securities. Ele acredita que os modelos Pro do smartphone da Apple serão lançados com um armazenamento a partir de 128GB. Isso vem em contraste com o que foi sugerido pela empresa de pesquisas TrendForce, cuja previsão é de opções iniciais com 256GB.

De acordo com o que disse em uma nota para investidores, Jeff Pu crê que o novo modelo Pro do iPhone 14 terá capacidades de armazenamentos parecidas com o que foi visto no 13. Ou seja, 128GB, 256GB, 512GB e 1TB.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG 

“Com base em nossa recente pesquisa da cadeia de suprimentos, mantemos nosso plano de build do iPhone 14 para ser 91m em 2S22, contra os 84m do iPhone 13 em 2S21, pois não há nenhum problema significativo na cadeia de suprimentos. O próximo item a focar será o preço do iPhone 14 e o tempo de espera quando chegar ao mercado. Em termos de especificações, adicionamos 128GB de armazenamento à linha Pro”, disse Jeff Pu.

Além disso, vale apontar que opiniões recentes do analista Ming-Chi Kuo, sugerem que o iPhone 14 Pro e 14 Pro Max podem ser os únicos a receber o novo chip da Apple . Assim, o aguardado Apple A16 não daria as caras nos modelos intermediários do smartphone, como o iPhone 14 e 14 Max, que ficariam com o A15.

A previsão é que os celulares cheguem às lojas em setembro, mas ainda falta aquela confirmação oficial da empresa da maçã.

iPhone 14 e suas possíveis novidades

Aos poucos, mais rumores e possibilidades surgem sobre a próxima linha de smartphones da Apple. Em março desse ano, por exemplo, foram descobertos  desenhos industriais que sugerem o adeus ao famoso notch. Algo já usado por empresas como a Samsung e a Xiaomi.

Outro ponto de destaque seria a utilização do always-on display no sucessor do iPhone 13 . Uma função aguardada pelos entusiastas, mas que pode chegar exclusivamente aos modelos mais caros do telefone. Esse recurso permite que alguns dados considerados importantes como hora e notificações estejam sempre a mostra, mesmo com a tela desligada.

Por último, em junho, Ming-Chi Kuo relatou em sua página do Medium, que o iPhone 14 deverá ter uma câmera frontal mais competente com foco automático. Tudo  trabalhado em conjunto com a Sony e a LG , segundo o analista.

Você está animado para os novos smartphones da Apple?

Com informações:  MacRumors.


Fonte: IG TECNOLOGIA

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso