conecte-se conosco


Mato Grosso

Polícia Militar recaptura foragido de penitenciária de Várzea Grande

Publicado

Mato Grosso


A Polícia Militar recapturou, na tarde desta sexta-feira (14.01), em Cáceres, o reeducando Leandro Peron, que havia foragido do Complexo Penitenciário Ahmenon Lemos Dantas, em Várzea Grande, na noite da última quarta-feira (12.01).

Após receber denúncias via 190 de que um foragido da penitenciária de Várzea Grande estaria passando pela cidade de Cáceres, os policiais entraram em diligência e localizaram o reeducando trafegando em um táxi, na Avenida São Luiz, próximo de uma faculdade.

A abordagem ao veículo e aos ocupantes foi realizada, sendo identificado o foragido como o passageiro do carro. O motorista do veículo afirmou que recebeu a corrida na cidade de Várzea Grande e que teria como destino o município de Mirassol D’Oeste.

Diante dos fatos, o reeducando recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia de Cáceres para o registro da ocorrência. O motorista também foi levado para prestar esclarecimentos.

Disque-Denúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

 
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Governo de MT já investiu R$ 168 milhões para fomentar cadeias produtivas da agricultura familiar

Publicado


O Governo de Mato Grosso promove um investimento histórico na agricultura familiar com recursos que vão ultrapassar R$ 265 milhões até o final de 2022, com a proposta de alavancar a economia dos municípios mato-grossenses. De 2019 a 2021, o balanço de recursos destinados à área soma mais de R$ 168 milhões.

Os investimentos contemplam cadeias produtivas em todas as regiões do Estado. Além de investir em equipamentos para as famílias e cooperativas de trabalhadores, o Governo também oferece infraestrutura aos municípios para que melhorem a logística de escoamento da produção ao consumidor interno e externo.

Para o governador Mauro Mendes, a organização das contas do Estado foi fundamental para garantir recursos em caixa e assim investir nas áreas prioritárias, como é o caso da agricultura familiar. “Vim de família da agricultores familiares e investir nesse setor é, de certa forma, uma homenagem aos meus pais que me criaram em um sítio no interior de Goiás”.

A prefeita de Carlinda, Carmelinda Martines Coelho, comemora que o município possui mais de R$ 6 milhões assegurados para fazer asfalto, aduelas, reformar escolas e ampliar o atendimento na saúde e agricultura familiar. “Esse governo tem uma forma diferente de administrar, promove parcerias com as prefeituras e busca o desenvolvimento de todas as regiões”.

Entre as entregas já feitas somente no ano passado estão: 58 patrulhas mecanizadas; 500 resfriadores de leite; 1,4 mil caixas de mel; 40 mil doses de sêmen bovino; 2,15 mil prenhezes de embriões bovinos; 60 mil toneladas de calcário; 22 distribuidores de calcário; 77 veículos; 85 máquinas e 7 caminhões.

O prefeito de Colíder, Hemerson Máximo, o Maninho, explica que os municípios enfrentam um grave problema com maquinários muito antigos e destaca como positivo” os investimentos do Governo na área de infraestrutura e agricultura familiar. “Esse esforço vai contribuir com retomada da economia, não tem como haver desenvolvimento sem boas estradas, sem apoio ao produtor rural, agradecemos o apoio, pois é fundamental deixar o município bem estruturado para receber investimentos”.

Na opinião do prefeito de Gaúcha do Norte, Voney Rodrigues Goulart, as máquinas e entregues estão ajudando os municípios a enfrentar o período mais chuvoso, melhorando o acesso e a segurança nas estradas. Já o prefeito de Cotriguaçu, Olírio dos Santos, avalia que as máquinas vão ajudar principalmente os municípios carentes, que têm muitas estradas não pavimentadas.

MT Produtivo

Em janeiro do ano passado, o Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf), também fez entregas importantes a partir do programa MT Produtivo: 42 patrulhas mecanizadas, 200 resfriadores de leite, 100 caixas de mel e 7,6 mil doses de sêmen bovino.

Atualmente, o Estado possui aproximadamente 130 mil produtores que vivem da agricultura familiar e que também estão sendo beneficiados, desde 2019, com a desoneração fiscal nas principais cadeias produtivas, como café, cacau, leite, mel, banana, limão, maracujá, piscicultura, extrativismo da castanha e produção de flores tropicais. Além disso, o Governo adquire os produtos da agricultura familiar para a merenda das escolas estaduais, valorizando e incentivando a produção local.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Técnica de crochê auxilia na socioeducação de adolescentes do Case Sinop

Publicado


Adolescentes do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Sinop (480 km de Cuiabá) encontraram no crochê uma maneira de se distrair e exercer a criatividade com a técnica japonesa “amigurumi”. Para continuar atendendo os jovens, o Projeto “Ponto de Esperança”, que teve início em maio de 2021, busca parceiros na doação de materiais e ferramentas de trabalho.

O “amigurumi” é uma habilidade para criar pequenos bonecos feitos de crochê ou tricô. Apesar da popularidade de bichos de pelúcia e bonecas, a técnica também é usada para objetos como utensílios domésticos e de decoração.

A assistente social da unidade, Lucélia Pacheco, conta que o crochê traz inúmeros benefícios, como a prevenção de doenças degenerativas, auxílio no tratamento contra a ansiedade e depressão, redução do estresse, aumento da concentração e da criatividade. 

“O foco principal para o desenvolvimento do projeto é ensinar as diversas técnicas de crochê que auxiliam no desenvolvimento de habilidades, colaborando com o processo socioeducativo, visto que a execução dos trabalhos em crochê exigem a capacidade de planejar e criar algo do começo ao fim”, ressalta.

Ainda segundo Lucélia, o projeto também auxilia os adolescentes a lidar com planejamento, persistência e promovem reflexão, proporcionando novos conhecimentos, apresentando novas técnicas e ideias.

“O que é mais interessante é que todos saem com um aprendizado a cada oficina justamente por ser uma atividade em grupo, como um bem coletivo. Utilizamos a nossa sala de multimídia para acessar alguns tutoriais disponíveis na internet e buscar novas inspirações”, explicou.

Já a gerente do Case, Noeme Neves Almeida, explica que o projeto é mantido por doações dos próprios servidores e familiares dos adolescentes. “A experiência do artesanato na unidade está sendo muito interessante porque, além de divertir os adolescentes, é uma atividade que acalma, ajuda na coordenação motora e ensina a ter paciência, porém neste momento precisamos de doações de materiais para dar continuidade às atividades”, destaca.

Para a confecção dos “amigurumi”, os menores precisam de linhas apropriadas para a técnica, de olhos com trava de segurança, que são utilizados em ursos e bonecas de pelúcias, e de enchimento de fibra acrílica, que são usados em almofadas. “Por não ser uma atividade com fins lucrativos, a nossa maior dificuldade é de manter o projeto, pois dependemos de doações e tudo que é produzido por eles são doados para algumas instituições e até mesmo para família”, destacou Noeme.

Para quem tiver interesse em contribuir com o projeto, pode entrar em contato pelo telefone (66) 99616-8271 ou se deslocar até a unidade localizada na Avenida das Figueiras, número 1.398, Centro de Sinop.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso