conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil identifica criminosos que assaltaram agência de cooperativa de crédito em Cuiabá

Publicado

Policial


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil, por meio da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) identificou os dois criminosos que assaltaram a agência de uma cooperativa de crédito, nesta semana, em Cuiabá.

A identificação da dupla foi possível após os investigadores da GCCO analisarem imagens de câmeras de segurança da área da agência e coletar informações com as vítimas.

Os policiais localizaram o endereço onde os criminosos se esconderam no bairro Dom Aquino. Uma pessoa com as mesmas características físicas de um dos assaltantes foi vista entrando no imóvel.

Nesta quinta-feira, a equipe da GCCO foi até a quitinete e no local encontrou duas camisetas e os dois bonés utilizados na ação criminosa e o simulacro de uma pistola, além de porções de entorpecentes.

A pessoa que estava no local, um homem de 30 anos, identificado como irmão de um dos assaltantes, foi preso em flagrante por tráfico e resistência à prisão. Contra ele também foi cumprido um mandado de prisão decretado pela 9a Vara Criminal por tráfico de drogas.

O delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira destaca que as diligências continuam para localizar os dois autores do assalto. “Essa pessoa presa na quinta-feira vai responder por tráfico e resistência e, até o momento, não foi identificada a participação dele no assalto. A arma que encontramos será analisada para checar se foi a mesma utilizada pelos assaltantes”, apontou o delegado da GCCO.

Assalto

Os assaltantes entraram na agência localizada no bairro Jardim Califórnia, na Capital, no fim da manhã de terça-feira, ambos armados, e quando um deles foi passar pela porta detectora, o equipamento emitiu sinal de que ele estava portando algo em metal. O criminoso alegou que tinha um pino de metal na perna e diante disso, o segurança liberou a entrada. Depois que estava do lado de dentro dos caixas, o criminoso sacou a arma e rendeu o vigilante, enquanto o outro ladrão, pelo vidro, mantinha o segurança sob a mira de uma arma de fogo.

Um dos ladrões recolheu o dinheiro que estava na agência e o outro rendia os clientes que entravam no local. Depois, eles mandaram todas as vítimas para o fundo da agência e fugiram do local.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook

Policial

Alvo de operação da Polícia Federal tem mandados de prisão cumpridos pela Polícia Civil em Arenápolis

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, em ação conjunta da Delegacia de Arenápolis e Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), cumpriu dois mandados de prisão contra um homem considerado foragido da Justiça Federal por crimes de tráfico internacional de drogas e organização criminosa.

O suspeito de 42 anos é um dos alvos da operação “Grão Branco”, deflagrada pela Polícia Federal, em maio de 2021 para desarticular quadrilha responsável por tráfico internacional de drogas.

Contra o foragido havia duas ordens de prisão em aberto, sendo um mandado de prisão definitiva expedido pelo Tribunal de Justiça de Mato Groso (Comarca de Sapezal) e o outro de prisão preventiva expedido pela Justiça Federal.

As equipes da Delegacia de Arenápolis e da GCCO, que estava em diligências na região, receberam informações sobre o paradeiro do foragido e conseguiram localizar o suspeito em uma residência no bairro Vila Nova, onde foi dado cumprimento as ordens judiciais.

“Um foragido da Justiça, alvo de uma importante operação de combate ao tráfico internacional de drogas deflagrada pela Polícia Federal e que a Polícia Civil, sempre atenta conseguiu efetuar sua prisão”, destacou o delegado da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira.

Operação Grão Branco

Deflagrada pela Polícia Federal em maio de 2021, a operação tinha o objetivo de desarticular um grupo criminoso envolvido com tráfico internacional de drogas. As investigações iniciaram em janeiro de 2019, quando a Polícia Federal e o Grupo Especial de Fronteira (Gefron) de Mato Grosso, apreenderam 495 kg de cocaína no município de Nova Lacerda.

Na operação, foram cumpridos 110 mandados judiciais, nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Amazonas, Maranhão, Pará, Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo.

Entre os mandados, 38 de prisão e 72 de busca e apreensão foram expedidos pela 1ª Vara da Justiça Federal de Cáceres. A Justiça Federal determinou, também, a busca e apreensão de 10 aeronaves e o sequestro de todos os bens de 103 pessoas físicas e jurídicas investigadas.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Em Vila Bela MT Gefron e Polícia Civil recuperam veículo roubado na MT 199

Publicado

Durante a operação Hórus/Vigia em continuidade a força tarefa do GEFRON e PJC no combate aos crimes de roubos e furtos de veículos na fronteira entre Brasil/Bolívia no estado de Mato Grosso, no município de Vila Bela da Santíssima Trindade- MT, em ação conjunta receberam a informação via celular funcional de um veículo de marca Peugeot/2008 allure pk/ de cor branco, em alta velocidade, na MT-199, próximo ao local conhecido como 90 graus onde, foi visualizado o referido veículo sentido Bolívia. Que o suspeito ao perceber a presença policial empreendeu fuga em altíssima velocidade, que aproximadamente 3 km após iniciarmos o acompanhamento foi visualizado o veículo capotado na margem esquerda da MT-199. Sendo que o suspeito empreendeu fuga na mata a dentro, porém não foi localizado. Ao realizamos a checagem do veículo foi constatado que o veículo ostentava placa de outro veículo com queixa de roubo e furto na cidade de Brasilia-DF. Diante da situação o veículo foi encaminhado para Delegacia de Polícia Judiciaria Civil de Vila Bela da Santíssima Trindade-MT para as providências que o caso requer.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso