conecte-se conosco


Cuiabá

Parada da Diversidade respeita normativas da Prefeitura de Cuiabá e passaporte sanitário é exigido na Praça das Bandeiras

Publicado

Cuiabá


A 18ª edição da Parada da Diversidade Sexual de Mato Grosso, agendada para o sábado (4), em Cuiabá, irá condicionar a permanência na apresentação cultural marcada para ocorrer na Praça das Bandeiras à apresentação do cartão de vacinação, atendendo à normativa vigente editada pelo prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro. O evento trará o debate sobre o tema “família de LGBTQIA+ orgulho de (re)existir. A iniciativa conta com a parceria da Prefeitura de Cuiabá.

A concentração terá início às 16h, na praça Ipiranga, mas a programação terá um percurso até a praça das Bandeiras (na avenida Historiador Rubens de Mendonça). Nesse local, que será palco de inúmeras apresentações artísticas, a entrada só será possível mediante a comprovação da vacina atendendo o Decreto 8.832/2021.

A Parada da Diversidade tem a proposta de levar conhecimento para toda sociedade,  amparada na compaixão e no respeito mútuo. “Sempre fomos parceiros do público LGBTQIA+ na efetivação de políticas públicas e na garantia dos direitos dessas pessoas. Todos esforços estão sendo dispensados pelo Executivo Municipal contra essa doença que causou tantos danos às famílias”, ponderou o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro.  

“O tema dessa nova edição da Parada vem ao encontro das premissas da gestão, o respeito, o cuidado, e a garantia do respeito dos direitos. Todos somos iguais perante à lei, independentemente de sexualidade, gênero, raça, cor ou classe social”, acrescentou Pinheiro.

Para acesso ao evento na Praça das Bandeiras, será exigida a apresentação do Passaporte da Vacina com o esquema de vacinação completo (duas doses ou a dose única). A comprovação pode ser obtida pelo site Vacina Cuiaba- https://cadastro.vacinacuiaba.com.br/avaliacao/cartao/168002 que pode ser feito pelo celular e apresentação na hora.

O coordenador, fundador do movimento e um dos percursores na criação dos movimentos sociais de luta pelos direitos em Mato Grosso, Clóvis Arantes, lembra o objetivo da iniciativa.

“Temos de ganhar as ruas de Cuiabá tirando o LGBTQIA+ do armário, porque o que fica no armário são roupas velhas e traças, roupas novas e bonitas a gente usa, quer mostrar para todo mundo”, diz.

Ele ponderou ainda que o Conselho Municipal de Atenção à Diversidade Sexual de Cuiabá está desenvolvendo um trabalho com uma equipe multidisciplinar de acolhimento com psicólogo, terapias, assessoria jurídica para acolher o LGBTQI+ e a família para orientações. “A nossa luta, nós que representamos a linha de frente da população LGBTQIA+, atuamos constantemente. Aos poucos estamos avançando, na conquista de muitos direitos”, destacou o presidente do Conselho Municipal de Cuiabá do LGBTQIA+, Valdomiro Arruda.

“Nós,  do Conselho apoiamos as medidas preventivas estabelecidas pelo prefeito desde o início da pandemia. Queremos contribuir para que o maior número de pessoas estejam vacinadas”, afirmou Valdomiro.  

As informações gerais da programação podem ser obtidas no Instagram @paradamt. A expectativa de público é de 7 mil pessoas.


Comentários Facebook

Cuiabá

Cinco unidades básicas de saúde começam a vacinar crianças a partir de segunda-feira (24)

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Nesta segunda-feira (24) Cuiabá passará a ter mais locais de vacinação contra o coronavírus exclusivos para crianças. Por determinação do Ministério da Saúde a vacinação do público de 5 a 11 anos não pode ser feita no mesmo local onde os adultos são vacinados.

O prefeito Emanuel Pinheiro solicitou à coordenação da campanha que, ao escolher os locais para a vacinação de crianças, tivessem o cuidado de colocar unidades nas cinco regionais da cidade. “Como não podemos disponibilizar muitas unidades básicas para a imunização das crianças, porque ainda estamos imunizando os adultos, além de atendermos vários pacientes com sintomas gripais, pedi que colocassem ao menos uma unidade em cada regional, para facilitar o acesso da população”, comentou.

Na regional Leste já está em funcionamento o polo de vacinação da UNIC, que passou a ser exclusivo para crianças. Na regional Sul, que é muito grande, serão dois locais de vacinação para o público de 5 a 11 anos: USF do Pedra 90 Ie II  e USF Parque Cuiabá. Na regional Oeste o local escolhido foi a USF Quilombo e na regional Norte a coordenação precisou trocar o local que já havia sido anunciado por questões de logísticas, por isso a vacinação será na USF Jd.Vitória I. Já na regional rural, a USF Guia realizará a vacinação, além do Programa Amor I  e Amor II. As unidades vão fazer a aplicação das 8h às 11h e das 13h às 16h30.

“Importante lembrar que nas unidades que vão aplicar a vacina nas crianças não serão realizados testes de Covid, para evitar o risco de contaminação dos pequenos. Também não terá vacina de rotina, para que não haja chance de aplicação de outro imunizante que não seja o da Pfizer de uso infantil”, explicou Valéria de Oliveira, coordenadora da campanha de vacinação.

Seguindo o cronograma do Ministério da Saúde, neste momento Cuiabá está vacinando crianças com comorbidades ou deficiência permanente, crianças quilombolas, crianças que vivem em lar com pessoas com alto risco para evolução grave de Covid-19 (por exemplo: lares com pessoas com HIV positivo, pacientes oncológicos, pacientes que realizam hemodiálise rotineiramente e pessoas imunossuprimidas) e crianças com 11 anos completos. A Prefeitura de Cuiabá divulgará o começo de cada faixa etária nos seus canais de comunicação (site e redes sociais).

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Gestão Emanuel Pinheiro constrói 30 travessias de concreto em 2021; meta é substituir 80% das pontes de madeira até 2024

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

A Secretaria Municipal de Obras Públicas encerrou o ano de 2021 com 30 travessias de concreto construídas, englobando bueiro celular, bueiro tubular e ponte. O trabalho faz parte de um planejamento que é executado desde 2017 pela gestão do prefeito Emanuel Pinheiro, por meio do qual a meta é chegar até o ano de 2024 com pelo menos 80% das pontes de madeiras da zona rural substituídas por essas estruturas.

De acordo com o vice-prefeito e secretário de Obras Públicas, José Roberto Stopa, o planejamento é dividido em dois tipos de atuação, que levam em consideração a necessidade específica de cada uma das regiões beneficiadas. A primeira estabelece a edificação de bueiros celular e tubular, que atendem com eficiência a demanda de córregos, onde o volume da passagem de água é menor que a de rios.

Stopa destaca que, conforme relatório da Secretaria, mais de 100 estruturas desse tipo foram construídas no período de 2017 a 2021. “Os bueiros celular e tubular são mais baratos e de rápida construção. Para locais onde a demanda é menor, são estruturas extremamente apropriadas e que possuem a qualidade necessária para resolver definitivamente os problemas enfrentados por moradores de pequenas comunidades”, explica o vice-prefeito.

Já a segunda atuação está concentrada no levantamento de pontes de concreto, que são estruturas maiores e localizadas nos rios que cortam a cidade. No primeiro mandato, o prefeito Emanuel Pinheiro investiu mais de R$ 4 milhões nesse trabalho, resultando em seis pontes de concreto executadas nas comunidades dos Médicos (rios Aricazinho e dos Médicos), Ecoville II, Distrito do Aguaçu, e Distrito Coxipó do Ouro (rios Bandeira e Paciência).

Em 2021, dando continuidade a substituição das estruturas de madeira, o Município iniciou a construção de mais seis pontes de concreto em diferentes comunidades da zona rural. A previsão é de que todas elas sejam concluídas e entregues à população no primeiro semestre deste ano. Para o segundo semestre, o objetivo da Prefeitura de Cuiabá é dar a ordem de serviço para o levantamento de outras sete.

“A edificação de pontes de concreto foi uma missão dada pelo prefeito Emanuel Pinheiro e que foi cumprida com muito sucesso no primeiro mandato pelo secretário Vanderlúcio Rodrigues. Agora, estamos trabalhando para manter o ritmo e alcançar, prioritariamente, aquelas comunidade que possuem maior urgência. A meta é universalizar e acabar com transtornos recorrentes nessa área”, pontua Stopa. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso