conecte-se conosco


Direto de Brasília

Câmara homenageia empresas e pessoas que trabalham em prol da inclusão

Publicado

Direto de Brasília


Antônio Augusto/Câmara dos Deputados
Entrega do Prêmio Brasil Mais Inclusão. Homenageado Francisco Henrique Della Manna; Homenageado Marcelo Paníco; Dep. Mariana Carvalho PSDB-RO; Homenageada Janete Alves Araujo; Dep. Rosângela Gomes REPUBLICANOS-RJ; Homenageada Luciana Xavier Sans de Carvalho; Dep. Rejane Dias PT-PI; Homenageada Susemilda Salgueiro da Silva Santiago; Dep. Tereza Nelma PSDB-AL; Homenageada Maria Rosalia Souza Oliveira; Homenageada Joyce Barcelos Barbosa; Homenageado Antônio Campos de Abreu
Entrega do prêmio Brasil Mais Inclusão 2021

A Câmara dos Deputados entregou nesta quarta-feira (1º) o Prêmio Brasil Mais Inclusão – edição de 2021. A inciativa tem por objetivo homenagear empresas, União, Estados e Municípios, entidades como ONGs e Oscips ou ainda personalidades que tenham realizado ações em prol da inclusão de pessoas com deficiência ou que sejam, elas próprias, exemplos de vida e superação.

Anualmente, são dez agraciados, que recebem diplomas e menção honrosa. Metade da condecoração é destinada a personalidades e entes federados, e a outra metade, a empresas e organizações da sociedade civil.

O deputado Felipe Rigoni (PSB-ES) indicou uma das homenageadas deste ano. O parlamentar, que é cego, defendeu a integração de pessoas com deficiência na sociedade, no trabalho e na escola.

“Todos os estudos científicos mostram que é muito melhor você fazer a educação da pessoa com deficiência na escola comum, dando, obviamente, recursos e assistência necessária para ser incluída, de fato, na escola. Esse tipo de prêmio é muito bom porque reconhece pessoas e instituições que se esforçam também por isso ao redor do Brasil”, disse.

A lei de cotas reserva às pessoas com deficiência de 2 a 5% das vagas de emprego nas corporações com mais de 100 funcionários. Mas, apesar de ter completado 30 anos, a lei nem sempre é cumprida. Uma das homenageadas com o prêmio, a auditora fiscal do trabalho Luciana Xavier Sans de Carvalho, de Santa Catarina, teve uma ideia para efetivar o cumprimento das metas da legislação de cotas no estado.

“Em 2015, nós resolvemos criar um evento que unisse pessoas com deficiência, empresas que tenham a necessidade de cumprir a legislação e instituições, objetivando oportunidade no trabalho. Esse trabalho se chamou o “Dia D”, e os resultados estão sendo maravilhosos. Hoje, eu falo, com toda convicção, que é sempre possível a inclusão, em todos os espaços da sociedade, principalmente no mundo do trabalho”, explicou a premiada.

A premiação foi criada pela Câmara dos Deputados, há seis anos, para valorizar ações que garantam direitos básicos de igualdade de tratamento e oportunidade para pessoas com deficiência.

Reportagem – Silvério Rios
Edição – Ana Chalub

Comentários Facebook

Direto de Brasília

Justiça autoriza desfiliação de vice presidente da Câmara do PL

Publicado


source
Justiça autoriza desfiliação de vice presidente da Câmara do PL
Reprodução

Justiça autoriza desfiliação de vice presidente da Câmara do PL

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) oficializou o pedido de desfiliação do do vice-presidente da Câmara, deputado Marcelo Ramos, do PL. O parlamentar alegou que seria incompatível seguir no Partido Liberal após a filiação do  presidente Jair Bolsonaro (PL). Em nota, Ramos declarou nesta sexta-feira que só decidirá em qual agremiação se filiará a partir do mês de março.

“Comunico que, após liminar deferida pelo TSE, no último dia 10 o TRE-AM oficializou minha desfiliação do PL. Até o início de março anunciarei o partido ao qual me filiarei para disputar as eleições. Agora não é tempo de eleição, é tempo de toda energia para ajudar o Amazonas e o Brasil”, disse Marcelo Ramos.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, reconheceu a “justa causa” e autorizou a desfiliação de Marcelo Ramos do PL, dia 21 de dezembro.

O vice- presidente da Câmara anunciou sua desfiliação no início de dezembro. Ele já tinha deixado claro que não permaneceria no mesmo partido que o presidente Bolsonaro.


O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, não se opôs à saída do deputado. Em carta, ele concordou que a permanência de Ramos seria ”insustentável” diante das divergências políticas e que causaria ”constrangimento de natureza política para ambas as partes”.

Comentários Facebook
Continue lendo

Direto de Brasília

Bolsonaro cancela viagem à Guiana para ir ao enterro da mãe em SP

Publicado


source
Presidente Jair Bolsonaro (PL) e Olinda Bolsonaro, de 94 anos
Reprodução

Presidente Jair Bolsonaro (PL) e Olinda Bolsonaro, de 94 anos

Nesta sexta-feira (21), o presidente Jair Bolsonaro (PL) cancelou uma viagem oficial que faria ainda hoje à Guiana após a morte da mãe durante a madrugada . O mandatário decidiu suspender o compromisso para comparecer ao enterro, que vai ocorrer no município de Eldorado (SP).

Olinda Bolsonaro morreu aos 94 anos e o falecimento foi comunicado pelo próprio presidente, por meio de uma publicação nas redes sociais. Ela estava  internada desde a última segunda-feira (17) no Hospital São João, em Registro, no interior de São Paulo.

“Com pesar o passamento da minha querida mãe. Que Deus a acolha em sua infinita bondade”, escreveu Bolsonaro no Twitter, dizendo que estava se preparando para retornar ao Brasil.

O chefe do Executivo estava no Suriname nessa quinta-feira (20) e seguiria com a viagem para a Guiana, com o objetivo de conversar sobre cooperação econômica após as recentes descobertas de petróleo e gás pelos dois vizinhos do Brasil , de acordo com o Ministério das Relações Exteriores.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso