conecte-se conosco


Entretenimento

“Meu botão do f*da-se está apertado desde que nasci”, diz Glória Groove

Publicado

Entretenimento


source
Glória Groove em BONEKINHA
Reprodução/Rodolfo Magalhães

Glória Groove em BONEKINHA

Glória Groove não se intimida com haters, para a artista, ignorar o bullying e haters é o mínimo. Em entrevista coletiva, ela disse que o “botão do f*da-se está apertado” desde que nasceu, para crescer na carreira e aguentar a pressão de haters. 

“Desde que eu apareci na indústria já está apertado. Só de ser drag queen, eu tenho que ter o botão apertado, senão não dá certo. Imagina? No Brasil bolsonarista, o meu botão tem que estar apertado todo dia”, comentou em entrevista coletiva.

Ela lida bem com a pressão de haters, poruqe para ela é algo esperado. “É previsível, eu fui viado a vida inteira, o bullying para mim não é uma novidade. Todo mundo que é gay me entende nessa questão, óbvio que na época de escola eu ficava triste. Hoje eu já fico mais tranquilo, o ódio hoje chega de outro jeito e em outra linguagem, fora que ele é destilado em pequenos espaços”, conta.


Leia Também

Leia Também

“Tem muitas pessoas que pensam que estão naquela ilusão que eu também já estive de ‘ai estou vendo várias carreiras, estou vendo um filme, vou comentar como se elas nunca fossem ler, como se eu não pudesse machucar ninguém’. Eu já estive desse lado, então sei que é tudo uma grande ilusão”, comenta. 

Glória não se assusta com os fãs críticos e com haters porque já foi fã. “Hoje a opinião ela não é pedida e mesmo assim ela é dada”, diz. Mesmo assim, há opiniões que ela traz para o coração. “Eu trago muita insegurança, muitos machucados também. E as pessoas, elas sabem aonde te culpar, sabem aonde deixar você mal”, diz.

Para ela, a resposta maior para o ódio nas redes sociais é mostrar o trabalho. “Para mim, não tem exemplo maior de força do que ‘enxugou, continuou, levantou e foi embora’, sabe? Porque eu acho que eu tenho a sorte de responder com a minha vida, com a minha carreira, com o meu talento, eu acho que a minha resposta ao ódio é essa”, diz. 

Tanto, que para Glória, a inspiração para ‘A Queda’ é cantado do ponto de vista de quem ainda não foi cancelado, mas viu amigos e conhecidos viverem o cancelamento e a queda na carreira. “Quando eu falo que eu escrevi ‘A Queda’ do meu ponto de vista de público é por causa disso. Vi gente passando aqui do meu lado sabe? E ‘A Queda’ é muito sobre isso: você está ali e vê amiguinhas se dando mal, sendo cancelada e pensa: ‘estou esperando minha vez é isso?'”, diz. 

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook

Entretenimento

Marido de Ivete Sangalo critica Maira Cardi: “Terrorismo nutricional”

Publicado


source
Daniel Cady, marido de Ivete, e Maira Cardi, ex-BBB 9
Reprodução/Instagram

Daniel Cady, marido de Ivete, e Maira Cardi, ex-BBB 9


A polêmica do pão  está longe de acabar. Na noite de terça-feira (26), o nutricionista Daniel Cady, marido da cantora Ivete Sangalo, ironizou a fala de Maira Cardi relacionada ao consumo de pão por Arthur Aguiar dentro do “BBB 22”.

Maira, que é casada com Arthur e se considera “empresária do emagrecimento”, postou um vídeo criticando o marido por comer pão dentro do reality após uma dieta realizada com a coach, onde o ator perdeu 9 kg. 

O vídeo de Maira viralizou e Daniel Cady, marido de Ivete, ironizou a fala da coach do emagrecimento. O nutricionista publicou um vídeo no Instagram ironizando a ex-BBB9 e pediu para os seguidores tomarem cuidado com o “terrorismo nutricional”.

Leia Também


“Brincadeiras à parte, o terrorismo nutricional está cada dia mais presente aqui na internet, dentro de casa, nas clínicas e consultórios. Para muitas pessoas, comer virou algo estressante e carregado de culpa, uma relação de amor e ódio com a comida. Essa busca desenfreada pela estética perfeita e emagrecimento rápido acabam deixando as pessoas doentes do corpo e da cabeça”, iniciou Cady.

O marido de Ivete pediu para os seguidores buscarem um estilo de vida saudável sem radicalismo. “Faça as pazes com a comida e com o seu corpo. Busque um estilo de vida saudável sem radicalismos e paranoias. Se você já vem sofrendo com isso, procure a ajuda de uma equipe multidisciplinar (psicólogos, nutricionistas e médicos) capacitados para o atendimento de transtornos alimentares”, completou Daniel Cady.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Entretenimento

Perto de completar 60 anos, Paula Toller revela segredo de beleza

Publicado


source
Paula Toller
Redação

Paula Toller


A alguns meses de completar 60 anos, em agosto, Paula Toller é sempre questionada sobre a fonte de sua eterna juventude. Cantora e compositora de sucesso e musa incontestável da música brasileira, ela diz que não existe uma receita milagrosa, mas lista alguns “segredos” simples, como se alimentar bem e manter vivo o espírito de criança.

“Tem a genética que conta muito. Meu pai saía comigo e todo mundo achava que ele estava pegando uma menininha. Não tenho grandes restrições, tenho é uma certa disciplina. Meu maior luxo é comer bem, comida bem caseira. Também tenho uma vibe de criança. Gosto de pular, de brincar, não gosto de me levar a sério. Sem humor, a vida não tem graça”, disse Paula Toller em entrevista a Washington Olivetto no W/ Cast.


Durante a conversa, a cantora ainda fez uma revelação sobre a recusa para viver Bete Balanço no cinema. A personagem dava nome ao filme, lançado em 1984, que virou febre naquela década e que acabou sendo estrelado por Débora Bloch.

“Quando o Kid (Abelha) estourou e era aquela coisa, fazíamos milhões de shows, fui convidada para fazer um filme, era um filme sobre música e era o ‘Bete Balanço’. O diretor (Lael Rodrigues) me chamou, me mandou o roteiro e queria que eu fizesse o papel principal. Eu li, mas achei o roteiro muito estereotipado, no sentido do presidente da gravadora ser do mal, um explorador dos artistas novos. Não aceitei por culpa do André Midani (produtor, morto em 2019). Eu conhecia um presidente de gravadora, que era ele, que era um cara moderno, não careta. Achei que não saberia fazer, até porque eu não sou atriz e foi feito maravilhosamente bem pela Débora Bloch. Um filme fez um enorme sucesso”.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso