conecte-se conosco


AMM

Editais da Fundação Cultural Palmares oferecem oportunidades para captação de recursos

Publicado

AMM


Três editais da Fundação Cultural Palmares oferecem oportunidades para captação de recursos para iniciativas culturais. Todas as oportunidades pretendem valorizar a população negra — pretos ou pardos, por meio das mais diversas iniciativas culturais, vídeos ou podcasts e fotografias. Lembrando que no último dia 20 de novembro o Dia Nacional da Consciência Negra foi celebrado no Brasil.

De acordo com Edital 3/2021 – Concurso Prêmio Palmares de Artes 2021, com o objetivo de fortalecer as expressões culturais quilombolas e afro-brasileiras. Com inscrições abertas ato próximo sábado, 27 de novembro, a intenção é premiar 100 inativas de artistas autodeclarados negros e/ou artistas residentes em Comunidades Quilombolas devidamente certificadas pela instituição.
As iniciativas apresentadas deverão estar vinculadas a uma das seguintes categorias: artesanato; música; dança; teatro; e leitura, escrita e oralidade: mitos, narrativas folclóricas e culinária tradicional. O valor total da premiação é de R$ 1.165.842,00, assim cada iniciativa cultural premiada receberá R$ 11.658,42.

Vídeo e podcast
Edital 4/2021 – Vozes Regionais SP e MG está com as inscrições abertas até 29 de novembro. A iniciativa propõe premiar iniciativas culturais em vídeo e podcast produzidas por pessoas físicas de São Paulo e Minas Gerais. Serão dez prêmios de R$ 7 mil para as produções em vídeo e dez prêmios de R$ 5,5 mil para episódios de podcast.

A categoria Vídeo, destina-se a jovens de 18 a 29 anos pertencentes a Comunidades Tradicionais e o tema do abordado é “Qual o maior bem cultural de matriz africana da minha comunidade? ”. Já para se inscrever na categoria Podcast, basta submeter um episódio com o tema “O negro na economia criativa: empreendorismo e visão de mercado”, seja ou não membro de comunidade tradicional.

Fotografia
Já o Edital 5/2021 – Prêmio de Fotografia Palmares – Amplitude e Dignidade deve premiar fotografias produzidas em qualquer parte do território nacional, mas, os interessados devem promover inscrição até dia 2 de dezembro. Cada participante pode escolher um recorte temático para produzir o conjunto de 25 fotografias. As imagens premiadas mostrarão o cidadão negro nas mais variadas situações, indo desde as pessoas de origem humilde até os que vivem em boas condições financeiras, passando por trabalhadores intelectuais e braçais, e visitando os cidadãos negros de todas as idades, sexos e crenças religiosas.
O concurso selecionará cinco ganhadores, dentre pessoas físicas (PF) ou Microempreendedor Individual (MEI). A premiação será de R$ 50 mil para cada um dos fotógrafos profissionais e/ou amadores ganhadores.

Fonte: AMM

Comentários Facebook

AMM

Municípios já estão devolvendo os cupons para o sorteio da campanha Natal Solidário

Publicado


A campanha Natal Solidário 2021 recebeu este ano a adesão de 115 municípios de diferentes regiões do estado. As equipes das prefeituras já estão devolvendo os cupons para o sorteio de prêmios que acontece no dia 8 de dezembro e será realizado através da loteria federal.

Esta é a 8ª edição da campanha, que tem como tema ‘ajude a construir um Natal mais solidário’, promovida pelo Instituto Cometa de Cáceres, em parceria com a Associação Mato-grossense dos Municípios-AMM, Colegiado Estadual de Gestores Municipais da Assistência Social-Coegemas e a Associação para o Desenvolvimento Social dos Municípios de Mato Grosso-APDM.

Os municípios que participam do projeto, realizaram parcerias com os estabelecimentos comerciais e instituições locais, para arrecadar alimentos para atender as comunidades em situação de vulnerabilidade. As Secretarias Municipais de Assistência Social, são as responsáveis pela organização da campanha e distribuir os alimentos doados.

A cada 5 quilos de alimentos doados, o cidadão receberá 1 cupom com numeração específica para concorrer a 01 Carro HB20 Hyundai, 01 Motocicleta Honda CG 160, 01 Geladeira, 01 Fogão e 01 TV Smart de 50 polegadas, doados pelo Grupo Cometa. O sorteio será realizado através da loteria federal.

Conforme o calendário, após o período de arrecadação pelas prefeituras, o sorteio dos prêmios será no dia 8 de dezembro e a distribuição das cestas básicas para as famílias, no dia 20 de dezembro.  A cada ano, a campanha promovida pelo instituto vem evoluindo, com as parcerias de entidades, clubes de serviços e empresas. Em sete anos, já foram beneficiadas 250 mil pessoas, com 46 mil cestas básicas arrecadas.
 

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

AMM

Mercado financeiro prevê inflação em 10,15% e expansão do PIB em 4,78%

Publicado


A previsão do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerada a inflação oficial do país, subiu de 10,12% para 10,15% neste ano. Essa foi a 34ª elevação consecutiva da projeção. A estimativa está no Boletim Focus de hoje (29), pesquisa divulgada semanalmente pelo Banco Central (BC), com a expectativa das instituições para os principais indicadores econômicos.

Para 2022, a estimativa de inflação subiu 4,96% para 5%. Para 2023 e 2024, as previsões foram mantidas em 3,42% e 3,10%, respectivamente.

A previsão para 2021 está acima da meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC. A meta, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é de 3,75% para este ano, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Ou seja, o limite inferior é 2,25% e o superior de 5,25%. Para 2022 e 2023, as metas são 3,5% e 3,25%, respectivamente, com o mesmo intervalo de tolerância.

Taxa de juros

Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, definida em 7,75% ao ano pelo Comitê de Política Monetária (Copom). Na última reunião do Copom deste ano, nos dias 7 e 8 de dezembro, a previsão do mercado financeiro é que a Selic suba para 9,25% ao ano.

Para o fim de 2022, a estimativa é de que a taxa básica chegue a 11,25% ao ano. E para 2023 e 2024, a previsão é de Selic em 7,75% ao ano e 7% ao ano, respectivamente.

Quando o Copom aumenta a taxa básica de juros, a finalidade é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Além disso, os bancos consideram outros fatores na hora de definir os juros cobrados dos consumidores, como risco de inadimplência, lucro e despesas administrativas.

Quando o Copom reduz a Selic, a tendência é de que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação e estimulando a atividade econômica.

PIB e câmbio

As instituições financeiras consultadas pelo BC reduziram a projeção para o crescimento da economia brasileira este ano de 4,80% para 4,78%. Para 2022, a expectativa para o Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – é de crescimento de 0,58%. Na semana passada, a estimativa de expansão era 0,70%. Em 2023 e 2024, o mercado financeiro projeta expansão do PIB em 2% para ambos os anos.

A expectativa para a cotação do dólar se manteve em R$ 5,50 para o final deste ano. Para o fim de 2022, a previsão é de que a moeda americana também fique nesse patamar.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso