conecte-se conosco


URGENTE

DJ é executado e mulher baleada em tabacaria

Publicado

Destaque

Foi executado a tiros, na madrugada desta quarta-feira (24), André de Souza Vieira, um DJ bastante conhecido na cidade de Sinop (489 km de Cuiabá). O crime aconteceu dentro de uma tabacaria, localizada na região central da cidade. Uma mulher de 21 anos também acabou sendo baleada no glúteo direito.

Segundo informações da Polícia civil, o crime aconteceu por volta da 1h. Testemunhas disseram que dois homens em uma motocicleta chegaram na tabacaria, que também funciona como um bar, se aproximaram da vítima e fizeram os disparos. Em seguida, os criminosos fugiram.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e, ao chegar, constataram o óbito de André. Já a outra vítima foi socorrida ainda com vida e encaminhada para o Hospital Regional de Sinop.

Quando a PM chegou no local, isolou a cena do crime e acionou as demais autoridades competentes. A Polícia Civil investiga o crime.

Comentários Facebook

Destaque

SUPER LIVE VIANAGÁS AO VIVO

Publicado

Participe para ganhar prêmios

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Pediatra consegue provar inocência em acusação por erro médico, em Cuiabá

Publicado

A pediatra M.R.S.A., que atua em Cuiabá (MT), obteve, em novembro deste ano, sentença favorável em um processo, no qual era acusada por suposto erro médico, em 2014.

A ação foi promovida pelos pais de uma recém-nascida que teve um cisto no cérebro detectado numa ultrassonografia realizada em outubro de 2014.
O médico responsável recomendou a antecipação do parto, sendo realizado com sucesso. No dia seguinte, uma tomografia feita pelo médico D.G. acusou um AVC intrauterino.
Logo após, os pais realizaram novos exames e a médica M.R.S.A. manteve o diagnóstico de Acidente Vascular Cerebral (AVC). Os genitores alegam que houve displicência no tratamento por parte dos médicos durante a gestação e no pós-nascimento, tais ações acarretaram na deficiência da criança que apresentará problemas em elaborar raciocínios mais complexos e consequentemente enfrentará dificuldades no mercado de trabalho, por isso, ingressaram com o processo de pedido de reparação por danos morais no valor de R$ 350 mil reais, entre outras despesas.
A defesa realizada pelo advogado Dr. Marco Aurélio Mestre Medeiros demonstrou que a médica realizou todos os exames adequadamente, inclusive os solicitados pelos pais, recomendando, ainda, o acompanhamento por um neuropediatra.
A defesa também comprovou que nenhuma atitude ilícita ocorreu e que as sequelas apresentadas na criança, em nada têm a ver com as ações tomadas pela médica em questão.

A recém nascida é portadora de cisto porencefálico parietooccipital, sem lesão aguda vascular ou linha média ou alteração neurológica, provavelmente de origem na gestação e não  causada no parto ou pós-parto, e não apresentava qualquer complicação naquele momento, assim não havia indicação cirúrgica.

Após a perícia realizada no processo, verificou-se, de fato, que não houve culpa de nenhum dos profissionais acusados, por isso, não há necessidade dos profissionais arcarem com quaisquer despesas relacionadas à criança, que teve sentença e julgou improcedente a ação, ainda cabe recurso por parte da requerente.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso