conecte-se conosco


Meu Pet

Especialista explica como é possível socializar cachorro adulto

Publicado

Meu Pet


source
Quanto mais tempo o pet ficar isolado do mundo exterior, maiores serão as chances de ser um adulto agressivo e de atacar ou morder alguém.
Pixabay/ArminEP

Quanto mais tempo o pet ficar isolado do mundo exterior, maiores serão as chances de ser um adulto agressivo e de atacar ou morder alguém.

Existem cães que não se sentem bem quando entram em contato com outros animais ou com humanos. Hostilidade, apego muito forte aos tutores são algumas das características dos pets que não foram adaptados adequadamente a ambientes sociais. Desse modo, por precisarem ser ensinados desde filhotes, muitos tutores se perguntam se é possível orientar um cachorro a socializar, mesmo depois de adulto. Mas o que leva um cão a se tornar um adulto insociável? Segundo o adestrador Lucas Marques, a genética pode influenciar nas habilidades sociais dos pets. 

“Às vezes, se os pais daquele cachorrinho são agressivos ou não são sociáveis, um pouco disso passa para o filhote. Porém, o fator determinante que define se o filhote vai ser ou não sociável é o empenho dos tutores e do ambiente. Desde filhotinho, é preciso colocar o cão para conhecer outros cachorros e pessoas que interajam com ele. Ele irá passar a perceber que o mundo não é só ficar fugindo das pessoas ou protegendo a família”, explica.


O adestrador orienta que, desde muito jovens, com dois ou três meses de idade, os cães devem ser apresentados a várias pessoas. Desse modo, o bichinho irá conquistar autoconfiança e irá aprender a confiar no entorno. Quanto mais tempo demorar para ser socializado, mais difícil o pet será quando adulto. 

Leia Também

“Quanto mais tempo ele ficar isolado do mundo exterior, maiores serão as chances de ser um adulto agressivo e de atacar ou morder alguém. Então quanto maior o tempo ele demorar para ser socializado, maior será o tempo para converter esse comportamento”, diz. 

Apesar de ser mais difícil, ele pontua que é sim possível socializar um cachorro adulto. A tarefa, no entanto, pode ser mais trabalhosa se o pet já tiver mordido ou atacado alguém, uma vez que ele utiliza essa atitude como mecanismo de defesa. “Se, por exemplo, o animal ficou seis anos sem ser socializado, o processo para reverter o quadro será mais duradouro”, afirma. 

De acordo com o adestrador, socializar um cão adulto é semelhante a educar um filhote. É preciso conhecer bem o pet, além de criar boas experiências com ele. Levá-lo para conhecer novos estímulos, pessoas e animais também é fundamental. “Você deve leva-lo na casa de algum amigo que goste de cachorros, mas que não vá ficar apertando ou incomodando o cachorro, e sim que irá acariciá-lo devagar e oferecer um petisco. Apresentá-lo a outros cães, que sejam calmos e mais velhos, que não vão querer brincar muito. Fazendo isso iremos criar boas lembranças do pet para com o mundo externo”, finaliza.

Leia Também

Fonte: IG PET

Comentários Facebook

Meu Pet

Cachorro é padrinho de casamento e rouba a cena nas fotos da festa

Publicado


source
Weller aproveitou a festa ao máximo
Meaghan Hall/Agência de Notícias Caters

Weller aproveitou a festa ao máximo

Geralmente os noivos convidam os melhores amigos para serem os padrinhos de casamento, e foi exatamente isso o que Shane e Amanda Hudson fizeram. O casal “convidou” Weller, o cachorro de estimação, para ser o padrinho de casamento .

O casal do Michigan, nos Estados Unidos, disse em entrevista à Caters News Agency que não poderiam ter pedido um dia de casamento melhor, especialmente pela participação do mestiço de Mastim Staffordshire Bull Terrier de 3 anos, que ficou ao lado do casal no altar.

O casal queria que o pet participasse do dia, mas o casal ainda não sabia exatamente qual seria o papel do peludo. A princípio imaginaram que ele seria o portador das alianças, mas então descobriram que o melhor para ele seria o papel de “melhor menino”, por combinar perfeitamente com o cãozinho (“padrinho” de casamento em inglês é “best man”, ou “melhor homem”, em uma tradução direta).

“Weller é o nosso mundo”, disse o tutor, que adotou o cão quando ainda era um filhote, e o leva para todo lugar que for possível.

Felizmente os noivos conseguiram um local adequado para cachorros e conseguiram fazer uma festa que Weller pudesse curtir tanto quanto qualquer outro amigo e familiar. E Weller realmente curtiu, até ficar cansado.

Leia Também

“O dia foi absolutamente perfeito, temos alguns gostos não tradicionais e realmente focados na celebração do nosso amor um pelo outro”, disse Shane sobre a cerimônia de amarrar as patas.

Quanto aos amigos, que poderiam se sentir magoados por terem sido trocados por um cachorro, o casal afirma que não foi o caso. “Nós somos aqueles ‘pais de pet’ irritantes que postam fotos e vídeos de Weller em todas as nossas redes sociais, então Weller tem uma pequena base de fãs com nossos amigos e familiares”, disse Shane.

Weller foi treinado especialmente para a ocasião e os tutores afirmam que receberam muitos elogios sobre o comportamento do padrinho. As fotos da festa ficaram ótimas!

Com informações do New York Post.


Fonte: IG PET

Comentários Facebook
Continue lendo

Meu Pet

Cachorro diverte internautas ao ver o mamilo do dono e tentar ‘mamar’

Publicado


source
Frederico faz sucesso nas redes sociais
Reprodução/Instagram

Frederico faz sucesso nas redes sociais

Frederico, um Golden, já é sucesso nas redes sociais com mais de 220 mil seguidores no Instagram e mais de um milhão no TikTok. Entre os momentos registrados pelos tutores, o último se destacou ao mostrar Frederico tentando “mamar” no mamilo do dono. No vídeo, ele aparece deitado sem camisa enquanto o Golden encara o mamilo, não se fazendo de rogado ao tentar descobrir como e para que aquilo serve.

As imagens renderam risos por parte dos seguidores, que interagiram com a publicação surpresos com o comportamento do cachorro. Além dos momentos engraçados de Frederico, o perfil dele também conta com vídeos de curiosidades e dicas para que os tutores tenham uma boa convivência com os pets. 

Os tutores de Frederico também possuem um perfil pessoal para eles, por meio do qual compartilham o dia a dia da casa – incluindo momentos com Frederico –, e abordam situações engraçadas do dia a dia.

Fonte: IG PET

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso