conecte-se conosco


Nacional

PF cumpre mandados sobre venda da vacina Covaxin ao Ministério da Saúde

Publicado

Nacional


source
PF cumpre mandados sobre venda da vacina Covaxin ao Ministério da Saúde
Reprodução

PF cumpre mandados sobre venda da vacina Covaxin ao Ministério da Saúde

A Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão nesta quinta-feira contra a  Precisa Medicamentos, o empresário Francisco Maximiano e alvos relacionados para aprofundar as investigações sobre suspeitas de irregularidades na venda da  vacina indiana Covaxin ao Ministério da Saúde, durante a pandemia da Covid-19.

A operação foi autorizada pela Justiça Federal do Distrito Federal. Esse inquérito foi aberto pela PF em Brasília após a  CPI da Covid ter revelado a existência de condições suspeitas no contrato da vacina Covaxin, a mais cara comprada pelo Ministério da Saúde. Um servidor do Ministério da Saúde, Luís Miranda, disse ter sido pressionado por seus superiores a assinar um documento que previa o pagamento antecipado da vacina, o que não estava estipulado no contrato.

É a quarta ação policial contra o grupo de Maximiano. Outras ações foram deflagradas em setembro para apurar outras linhas de investigação envolvendo as empresas dele.

As provas obtidas nesta ação podem servir para fundamentar outro inquérito da PF sobre a Covaxin, que apura se o presidente Jair Bolsonaro cometeu crime de prevaricação ao não pedir investigações sobre irregularidades no negócio. A PF também já pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a quebra do sigilo telemático dos e-mails da Precisa Medicamentos.

Leia Também

A investigação encontrou dificuldades para obter cópia do contrato e dos documentos envolvendo o negócio da Covaxin com o Ministério da Saúde, porque a pasta decretou sigilo no material. Com isso, um dos caminhos encontrados para obter novas provas foi a solicitação de busca e apreensão.

Leia Também

O imunizante custou R$ 80,70 por dose na venda ao Ministério da Saúde, quatro vezes o valor unitário da AstraZeneca. O contrato previa pagamento de R$ 1,6 bilhão para fornecer 20 milhões de imunizantes. A vacina é produzida pela Bharat Biotech, companhia indiana.

Com o atraso para a aprovação do laboratório pela Anvisa, as 20 milhões de doses adquiridas pelo Brasil não foram enviadas. Em março, o Ministério da Saúde tentou importar três lotes da Covaxin com prazo de validade perto do fim, mas foi impedido pela Anvisa. Posteriormente após a CPI revelar as suspeitas do negócio, o ministério rescindiu o contrato.

Comentários Facebook

Nacional

Casal é flagrado fazendo sexo em praia de Cabo Frio (RJ)

Publicado


source
Casal fazendo sexo na praia em Cabo Frio (RJ)
O DIA/REPRODUÇÃO

Casal fazendo sexo na praia em Cabo Frio (RJ)

Imagens feitas por banhistas nesta sábado (05) flagraram o momento em que um casal faz sexo nas areias da Praia do Forte, em Cabo Frio, na Região dos Lagos. O vídeo acabou viralizando na internet e causou revolta em internautas. A prática é considerada crime de atentado ao pudor.

Nas imagens, tanto o homem quanto a mulher encontram-se seminus, sem roupas nas partes de baixo. Os dois conversam e se beijam durante o ato, sem se importar com a aproximação de pessoas. Alguns banhistas se aproximaram do local onde estava o casal quando perceberam o que estava acontecendo, mas não tomaram nenhuma atitude.

Procuradas pelo DIA, a Polícia Militar e Civil ainda não se manifestaram.

Nas redes sociais, o ocorrido causou revolta e internautas criticaram a atitude do casal. “Se eu visse um negócio desse eu ia jogar tanta areia nessas pessoas que eles iam ter que ficar no chuveiro por um mês inteiro”, criticou uma usuária.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Queda de bimotor: FAB encerra buscas e parentes de desaparecidos lamentam

Publicado


source
Jovem está desaparecido desde quinta-feira (25)
Reprodução/redes sociais

Jovem está desaparecido desde quinta-feira (25)

A Força Aérea Brasileira (FAB) informou neste domingo que estão encerradas as buscas pelo bimotor que caiu no mar em 24 de novembro, na área entre as cidades de Ubatuba (SP) e Paraty (RJ). Dos três ocupantes da aeronave, um teve o corpo resgatado e dois permanecem desaparecidos.

O avião sofreu o acidente após sair de Campinas, em São Paulo, em direção ao Rio de Janeiro. Estavam a bordo o piloto Gustavo Calçado Carneiro, de 27 anos — cujo corpo foi encontrado um dia após o acidente —, o copiloto copiloto José Porfírio de Brito Júnior, de 20 anos, e o empresário Sérgio Alves, de 45.

Em nota, a FAB justificou que ao longo de dez dias de operação cobriu completamente toda a area referente ao provável local da queda, considerando-se as possibilidades de deslocamento em mar aberto. A aeronáutica também disse que seguiu os padrões internacionais e realizou ações em condições meteorológicas que, embora instáveis, não comprometeram as missões na parte aérea.

“A FAB se solidariza com as famílias dos ocupantes da aeronave acidentada e ressalta que a operação de Busca e Salvamento pela Aeronáutica poderá ser reativada se justificada por meio do surgimento de novos indícios sobre a aeronave ou seus ocupantes”, diz o comunicado.

Os familiares de Porfírio Júnior e Alves foram comunicados do encerramento das buscas na noite deste sábado. Neste domingo, os parentes usaram as redes sociais para lamentar e cobrar a continuidade dos trabalhos.

Leia Também

Leia Também

“Essa notícia me dói profundamente. É revoltante. Como acreditar, e explicar aos meus filhos, que os órgãos que deveriam nos ajudar estão desistindo de encontrar o pai deles? É angustiante não ter informações, não conseguir achar respostas para tudo o que ocorreu. O que me resta é conseguir fechar esse ciclo e sinto que também estão me tirando este direito”, escreveu a designer Tatiana Fogaça, mulher de Alves.

Neste domingo, a família de Porfírio Júnior anunciou nas redes sociais que fará buscas com a ajuda de barqueiros e pesqueiros. Cerca de 20 voluntários decidiram vasculhar a região com redes de arrasto, na tentativa de encontrar vestígios ou sobreviventes do acidente.

Leia Também

A informação foi compartilhada nas redes sociais pela namorada de Porfírio Júnior, a universitária Thalya Ares Viana, de 20 anos. A colaboração dos barqueiros e pesqueiros começou neste sábado.

“Conseguimos montar um grupo para eles nos ajudarem. Ontem mesmo consegui juntar em torno de 20 da região”, diz a mensagem. “Se tivermos coordenadas importantes também enviaremos a eles. E de pouquinho vamos indo. A união faz a força! Alguns possuem cabo de aço também e caso tenha algo leve, podemos içar”, acrescenta o texto.

O primeiro dia de buscas com a ajuda dos voluntários não obteve sucesso. O trabalho estava previsto para continuar neste domingo. De acordo com a postagem, o mar está agitado e tem dificultado a localização das partes do avião.

“Hoje não encontramos nada passando a rede de arrasto, mas amanhã passaremos de novo e vamos rezar para que agarre o avião”, diz a mensagem.

O avião, modelo PA-34-220T, pertencia a Porfírio Júnior. A aeronave não poderia fazer táxi aéreo, mas tinha autorização para fazer voos noturnos privados. A vistoria estava em dia. O bimotor foi fabricado em 1981. Seu Certificado de Verificação de Aeronavegabilidade (CVA) venceria em 6 de agosto de 2022.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso