conecte-se conosco


Policial

Três pessoas, entre elas mãe e filha, são presas em flagrante por tráfico de drogas em Várzea Grande

Publicado

Policial


Camila Molina/Polícia Civil-MT

Três pessoas, entre elas mãe, filha e mais um homem,  envolvidas com o comércio de drogas em Várzea Grande foram presas pela Polícia Civil, na tarde desta terça-feira (26), em mais uma ação da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE). A ação resultou na apreensão de mais de 120 porções de drogas entre maconha e pasta base de cocaína.e apetrechos relacionados ao tráfico. 

A mulher de 36 anos e o homem de 30 anos foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. A menor de 17 anos responderá por ato infracional análogo ao tráfico de drogas e associação para o tráfico.

As investigações iniciaram após denúncia anônima recebida pela equipe da DRE, que iniciou o monitoramento do endereço no bairro Planalto Ipiranga, em Várzea Grande. Durante os trabalhos, os policiais flagraram o momento em que um usuário chegou à residência e entregou o dinheiro para a adolescente.

Os investigadores realizaram a abordagem, ocasião em que o usuário confessou que estava no local para adquirir entorpecentes. Diante das evidências, os policiais entraram na casa, onde durante as buscas encontraram próximo a uma bananeira, mais de 56 porções de maconha e  65 de pasta base de cocaína, já embaladas para venda.

Questionada, a mulher (mãe) confessou que o entorpecente era dela, porém durante o trabalho de monitoramento realizado pelos policiais, o suspeito do sexo masculino foi flagrado diversas vezes, buscando e entregando o entorpecentes.

Diante dos fatos, todos os envolvidos foram levados à DRE, onde após serem interrogados foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação par ao tráfico. A menor responderá por ato infracional análogo aos mesmos crimes.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook

Policial

Polícia Civil cumpre buscas e detém empresário que comprou placas solares furtadas em Água Boa

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Policiais civis de Confresa cumpriram nesta sexta-feira (26.11) em apoio à Delegacia de Água Boa, mandados de busca e apreensão em uma investigação que apura o furto de placas solares.  A ação reúne o trabalho integrado das delegacias do dois municípios para chegar aos autores do crime e aos receptadores dos produtos furtados e dá continuidade à Operação Voleur, de repressão a crimes contra o patrimônio, realizada em todo o País pelas Polícias Civis, na última semana.

Durante o cumprimento dos mandados judiciais expedidos pela 3a Vara Criminal de Água Boa e em apoio à Delegacia do município, a equipe de Confresa deteve um empresário de 30 anos, autuado em flagrante por receptação dos produtos roubados. Os policiais recuperaram 63 placas solares furtadas, avaliadas em R$ 1,3 mil cada unidade.

As ordens judiciais de busca e apreensão tiveram como alvo também a residência do empresário, em Porto Alegre do Norte. Na casa foi apreendida uma carabina de pressão modificada para o calibre 22, com o padrasto dele. O homem de 53 anos foi detido em flagrante pelo crime de posse irregular de arma de fogo.

Em conversa com os investigadores, o empresário informou que teria comprado as 63 placas solares no valor de R$ 11 mil.

Furto

O furto das placas ocorreu em agosto deste ano, em uma construção na cidade de água Boa. Na ocasião, foram levadas 162 unidades.

A Polícia Civil no município iniciou a apuração do crime e conseguiu identificar que parte do material foi vendida em Confresa para uma empresa que comercializa as placas no município.

De acordo com o delegado de Água Boa, Gutemberg de Lucena Almeida, os autores do furto foram identificados e a polícia Civil vai intimá-los para prestar esclarecimentos.

Conforme informado pela vítima, o furto causou um prejuízo de aproximadamente, 110 mil reais.

Como parte da investigação para esclarecer o furto das placas solares, foram cumpridos também mandados de busca e apreensão nas cidades de Água Boa, Canarana e Primavera do Leste.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Três funcionários de uma usina são presos furtando refletores de Led e cabos elétricos

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Três homens foram presos pela Polícia Civil, na tarde de quinta-feira (25.11), em Cáceres (225 km a oeste de Cuiabá), logo depois de subtraírem dois refletores de Led e cabos de alto valor das instalações de uma usina de calcário.

A ação da 1ª Delegacia de Polícia do município, por meio da equipe da Divisão de Roubos e Furtos, resultou na recuperação de aproximadamente 150 metros de cabos elétricos avaliados em cerca de R$ 5 mil, dois refletores de Led IP65 e aparelhos celulares.

Os suspeitos, 33, 31 e 27 anos, foram autuados em flagrante pelo crime de furto qualificado pelo abuso de confiança.

Os policiais civis foram acionados para investigar um furto continuado de cabos de energia, de uma empresa situada na Rodovia BR 070, Km 680. 

Chegando no local, a equipe surpreendeu os suspeitos no momento em que desencapavam parte do material furtado, para obtenção do cobre existente nos cabos elétricos.

Segundo apurado, os três eram funcionários da usina de calcário, e vinham subtraindo os cabos das bobinas. Os envolvidos desencapavam os materiais e escondiam o cobre em área de pastagem próxima ao alojamento.

O trio foi detido e conduzido até a 1ª Delegacia de Cáceres. Eles foram interrogados pelo delegado, Wilson Souza Santos, e autuados em flagrante por furto qualificado pelo abuso de confiança. Após a confecção dos autos, os presos foram colocados à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso