conecte-se conosco


Direto de Brasília

Inclusão de perguntas no Censo para identificar casos suspeitos de autismo divide opiniões

Publicado

Direto de Brasília


Especialistas em políticas públicas sobre Transtorno do Espectro Autista divergiram sobre a necessidade de obter informações sobre casos suspeitos da doença no Censo Demográfico do ano que vem. O questionário atual apenas indaga se existe alguma pessoa na residência já diagnosticada. O assunto foi debatido em audiência das comissões de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência; e de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados.

Representante da Comissão Especial de Defesa dos Direitos da Pessoa com Autismo do Pará, Nayara Barbalho defendeu o aprimoramento da sondagem para levantar casos suspeitos a partir de perguntas específicas.

Gustavo Sales/Câmara dos Deputados
Audiência Pública - Inserção de perguntas sobre Autismo no Censo Demográfico Nacional 2020. Membro da Comissão Especial de Defesa dos Direitos da Pessoa com Autismo do PA, Nayara Barbalho
Nayara Barbalho: casos atualmente são subnotificados

“Se houver no Censo perguntas que tratem apenas de pessoas com diagnóstico fechado, iremos ter uma subnotificação. Estaremos deixando uma imensa parcela de fora desse atendimento”, disse. “Não posso deixar de trazer a experiência do Pará: inauguramos no ano passado, no meio da pandemia, um centro com 300 novas vagas, e elas já estão lotadas.”

Nayara afirmou que é importante iniciar o tratamento de pessoas com autismo mesmo sem o diagnóstico final.

Já para a fundadora do Icoproject, centro de desenvolvimento físico voltado a crianças e adolescentes com autismo, Elyse Matos, uma pergunta subjetiva pode gerar um número irreal de casos.

Ela explicou que em Curitiba, no Paraná, está em andamento um programa que entrevista pais de crianças com idade entre 18 e 24 meses. Esse questionário, com 23 perguntas, tem o objetivo de detectar o transtorno precocemente. Para Elyse, essa iniciativa pode ser ampliada, e as políticas públicas deveriam ser baseadas no cruzamento de várias pesquisas diferentes.

Gustavo Sales/Câmara dos Deputados
Audiência Pública - Inserção de perguntas sobre Autismo no Censo Demográfico Nacional 2020. Deretoria de Pesquisa do IBGE, Maria Lucia
Maria Lucia Vieira: mudança no Censo dependeria de testes

A diretora de Pesquisa do IBGE, Maria Lucia Vieira, disse que não deverá ser possível modificar o questionário para o Censo de 2022, porque as perguntas dependem de testes.

Atendimento
A presidente da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Autismo, Marlla de Sousa, e Gilberto Pereira, da Associação dos Amigos dos Autistas, reforçaram que seria importante ter uma ideia do número de pessoas não diagnosticadas para fortalecer o tratamento.

Conforme Pereira, no Distrito Federal, por exemplo, o atendimento público é precário. “Nós tínhamos um convênio com a Secretaria de Educação, na década de 1980, quando atendíamos no contraturno 60 pessoas. Com o passar dos anos, foi caindo. Nos últimos governos, tivemos 20 e, na atual gestão, estamos com seis atendidos”, lamentou.

Regulamentação
A deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC), que solicitou a audiência em conjunto com a deputada Tereza Nelma (PSDB-AL), informou que pretende discutir a necessidade de uma regulamentação da Lei Romeo Mion, que criou a Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista, para torná-la mais efetiva.

Isso porque alguns estados estariam tendo de elaborar novas normas para implantar o documento. Estima-se que haja dois milhões de pessoas com o transtorno no Brasil.

Reportagem – Sílvia Mugnatto
Edição – Marcelo Oliveira

Comentários Facebook

Direto de Brasília

Dilma posta foto em bicicleta e ironiza boato de internação por embolia pulmonar

Publicado


source
Dilma Rousseff andando de bicicleta em Porto Alegre
Reprodução/redes sociais

Dilma Rousseff andando de bicicleta em Porto Alegre

A ex-presidenta Dilma Rousseff utilizou as redes sociais neste domingo (5) para ironizar um boato de que estaria internada com quadro de embolia pulmonar. Na publicação, a petista aparece andando de bicicleta. “Eu e a minha embolia pulmonar agora pela manhã, em Porto Alegre”, escreveu na manhã deste domingo (5/12) ao postar foto andando de bicicleta.

A assessoria de Dilma já havia desmentido a informação no sábado (4). Em nota oficial, a equipe de Dilma disse que os boatos são “levianos e mentirosos” e que a ex-chefe do Executivo “se encontra em perfeito estado de saúde”.

Dilma tem o hábito de praticar ciclismo desde que ainda era presidenta, quado constantemente usava a bicicleta nos arredores do Palácio do Alvorada.

Comentários Facebook
Continue lendo

Direto de Brasília

Bolsonaro vai a clube assistir à final de campeonato de futebol em Brasília

Publicado


source
Bolsonaro vai a clube assistir final de campeonato de futebol em Brasília
Reprodução

Bolsonaro vai a clube assistir final de campeonato de futebol em Brasília

presidente Jair Bolsonaro (PL) não possui agenda oficial neste domingo (05) e foi ao Minas Tênis Clube, em Brasília, assistir a uma partida de futebol. O jogo refere-se à final do Campeonato dos Veteranos e o mandatário assistiu à partida na arquibancada comum do estádio.

Ao chegar no local, o chefe do Executivo foi chamado de ‘mito’ por apoiadores e alguns torcedores fizeram fila para tirar fotos com o capitão do Exército – que comia um pastel enquanto o jogo ocorria.

Assim que o Hino Nacional tocou, Bolsonaro entrou no campo e ficou ao lado dos jogadores. O presidente também foi quem deu o pontapé inicial da partida. Michelle Bolsonaro, primeira-dama, não compareceu ao evento.


No sábado (04), o mandatário passeou por Brasília de moto acompanhado pelos ministros da Defesa, Walter Braga Netto, e da Secretaria-Geral, Luiz Ramos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso