conecte-se conosco


Mulher

Equinócio da primavera: conheça o Sabbat de Ostara e rituais para a data

Publicado

Mulher


source
Flores e ovos simbolizam o começo da primavera
Photo by Visual Stories || Micheile on Unsplash

Flores e ovos simbolizam o começo da primavera


O equinócio da primavera marca o início da estação mais florida do ano no hemisfério sul. Para as religiões antigas, as trocas de estações ganham o nome de Sabbat . Como este fala da primavera , período que vai de 22 ou 23 de setembro até 21 ou 22 de dezembro, é batizado de Ostara, em homenagem à deusa da fertilidade que tem, entre seus símbolos, os ovos. No Hemisfério Norte, este sabbat corresponde à Pascoa. Acredita-se que os ovos de Páscoa são um meio de manter viva as antigas religiões.

Este é o momento em que o Sol começa a se aproximar da Linha do Equador, em direção ao Hemisfério Sul, conferindo dias mais longos e temperaturas amenas. Ao observar as flores se abrindo é possível sentir a Terra acordando. Segundo a tradição, as pessoas também recebem esta energia de renovação e novos começos.

Segundo a espiritualista Carolina D’Ambrosio, as pessoas devem lembrar que este é o momento de colher as sementes que foram plantadas no outono e ficaram, aparentemente, adormecidas durante o inverno. Assim, este é um período de colheita do que você andou plantando, além, é claro, da oportunidade de plantar novas sementes.

“Nem tudo são flores. O vento que nos põe em movimento, também nos invade e além de trazer mais frio para o corpo (maiores as chances de pegar um resfriado! Cuide da imunidade), também movimenta o corpo e nossas emoções. Essa também é a época mais propensa a exaltações, irritabilidade e estresse”, explica. Carolina complementa que tudo isso acontece em virtude desta energia que recebemos.

Para celebrar

A espiritualista fala que este sabbat culminou com uma Lua Cheia no céu, tornando o momento propício para realizar alguns rituais . Aqui ela ensina um banho para encontrar o amor, um ritual para a primavera e outro ritual para equilibrar as emoções.

Ritual para encontrar um amor

Tome um banho de alecrim, rosas e canela. Basta ferver a água, acrescentar as ervas e abafar por 15 minutos. Depois, tome seu banho normalmente e, ao final, tome o banho de ervas da cabeça para baixo, imaginando que uma luz rosa te banha e entra pelos seus poros.

Em seguida, coloque uma música tranquila e prepare um local para você fazer o seu ritual.

Você vai precisar de:

  • 2 velas rosas
  • 1 maçã bem bonita
  • um punhado de cravo e canela em pó.

Acenda em um pires ou prato as duas velas bem juntinhas no meio, coloque a maçã na frente e salpique o cravo em sentido horário formando um círculo em volta das velas e depois faça o mesmo com a canela em pó.

Cada vez que você colocar um item neste prato, salpicando o cravo e a canela, você vai recitando “”o amor entra na minha vida, eu recebo o amor na minha vida, eu me abro para o amor!”

Feche os olhos e se concentre. Imagine uma pessoa chegando na sua vida, batendo na sua porta, você o convida para entrar e se sentar com você. Vocês dois comem a maçã e a energia é de felicidade e realização. Faça seus pedidos ao universo com o poder da sua Intenção, para que coloque um novo amor nos seus caminhos.

Abra os olhos e coma a maçã lentamente, apreciando seu sabor a cada mordida e mentalizando sua vida amorosa com um parceiro(a) ao seu lado, que você é feliz e realizada(o).

Faça esse ritual em Lua Cheia ou Nova, pelo menos três vezes.

Ritual de primavera

Compre ou colha 7 tipos de flores diferentes e monte um buquê com elas em um vaso com água.

Em uma mesa, coloque o vaso de flores, uma vela branca e um incenso de seu gosto. Coloque uma música tranquila para entrar no clima. Sente-se confortavelmente em frente a esse singelo altar e medite observando as flores por alguns minutos.

Acenda a vela e o incenso. Faça uma prece espontânea, do fundo do seu coração ao seu Anjo, guias, mentor, guardiões, quem você sentir de contatar, para que tragam abundância e o poder de renovação da Primavera para a sua vida.

Depois diga “Eis que renasço com toda a natureza que está em festa! De hoje em diante serei de alma leve, alegre e colorida, como as flores. Os Silfos e Fadas brincarão ao meu redor! Que assim seja, assim é!”.

Medite por mais alguns minutos observando as flores, tocando-as e cheirando se quiser, absorvendo essa energia.

Depois que a vela terminar de queimar, distribua as flores para 7 pessoas diferentes como um gesto de gratidão pela vida.

Ritual para equilibrar as emoções

Em uma noite de Lua Cheia, tome um banho de ervas: erva doce, sementes de maracujá, rosas brancas, alecrim e boldo. Ferva a água, apague o fogo, acrescente as ervas e deixe descansar por 15 minutos. Tome seu banho normalmente e depois tome o banho de ervas da cabeça para baixo.

Depois, vá em uma janela, varanda, quintal ou qualquer lugar que você possa ver a Lua. Erga seus braços em direção a ela com um profundo sentimento de alegria e respeito, e crie espontaneamente uma prece à Grande Mãe (Pode chamá-la como quiser: Isis, Diana, Virgem Maria, Senhora, ou o nome que for confortável para você), pedindo que seja derramado sobre você a energia necessária para equilibrar suas emoções.

Fique ali o tempo que achar necessário, meditando e recebendo a energia da Lua.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook

Mulher

Mãe de 8 vive de benefícios e afirma ser “viciada em gravidez”

Publicado


source
Marie Buchan e os oito filhos
The Sun

Marie Buchan e os oito filhos

A britânica Marie Buchan vive em Birmingham, na Inglaterra, com seus 8 filhos — 7 meninas e um menino —, com idades entre 18 e seis anos. Ela afirma ser “viciada em gravidez” e sustenta os filhos com a ajuda de benefícios do governo local. Ela diz que não pretende parar de ter filhos. 

Buchan é mãe solteira e conhecida como “Octomum” (em tradução literal, mãe de oito). Em um vídeo de 2016 que está viralizando no TikTok, a mulher participa do programa Only Human, do Canal 4, e surpreende o público. “Sou viciada em grav idez, sou viciada em parto e alimentação (das crianças). Eu sou viciada nisso”, conta. 

“Eu acho que muitas pessoas realmente me veem como um lixo, realmente. Preguiçosa, inútil, apenas produzindo bebês por dinheiro”, diz. Ela afirma que não se incomoda de depender dos benefícios do governo inglês para sobreviver. Supostamente, ela recebe cerca de £ 500 toda semana para conseguir sustentar a família.

Ela já chegou a ser considerada como uma das maiores beneficiarias da Grã-Bretanha e afirma que trabalha 21 horas por dia cuidando das crianças. Buchan causa polêmicas e é constantemente alvo de suposições de quem pensa que ela usou o dinheiro para próteses de silicone e viagens de luxo. 

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Após ter 20 corridas canceladas, noiva grávida dirige até o próprio casamento

Publicado


source
Nathália Andrade dirigiu 25 km até o próprio casamento
Reprodução

Nathália Andrade dirigiu 25 km até o próprio casamento

Ultimamente, o que mais aparece na internet é reclamação de que está difícil depender de aplicativos de corridas para sair de casa. A advogada Nathália Andrade, de 34 anos, soube bem o que é isso! Ela tentou chamar 20 carros de aplicativos para a levar na igreja, onde se casou, mas todas as corridas foram canceladas. 

Depois de tanta espera, ela decidiu dirigir por conta própria. A noiva chegou à cerimônia com cerca de uma hora e vinte minutos de atraso e após dirigir por 25 km. O casamento aconteceu no Distrito Federal, e em entrevista ao G1, ela contou que ‘riu de nervoso’ e ficou eufórica durante a situação. 

“Quando cheguei e vi meu pai lá, ele olhou para mim e falou: ‘minha filha que loucura!’. Depois que passou tudo, vi meu esposo e comecei a chorar de tanto nervoso”, contou. Andrade disse que todos os convidados já estavam no casamento e que o noivo, Felipe Barbosa, já estava nervoso pensando que ela havia desistido. “Foi quando resolvi dirigir até a festa. Inseri o endereço no GPS e fui”, relembra.

A noiva estava acompanhada de duas amigas e é natural de Pernambuco, então, não conhecia bem a região. Ela está grávida de três meses e junto das madrinhas, decidiu ser a própria motorista no dia especial.  

O casamento já havia sido adiado três vezes devido à pandemia do novo coronavírus. “O tempo foi passando, e estava com previsão de chuva. Pedimos os carros, e os motoristas foram cancelando. Tanto no meu celular, como no das madrinhas e no da cerimonialista. Ninguém conseguia carro”, contou ao portal. 

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso