conecte-se conosco


Cuiabá

Palestra a servidores do Cuiabá Prev alerta sobre e prevenção ao suicídio em tempos de distanciamento

Publicado

Cuiabá


Davi Valle

Clique para ampliar

Os servidores do Cuiabá Prev participaram da palestra “Setembro Amarelo em tempos de distanciamento”, proferida pela psicóloga Geisa Parada Rosa Duarte, na última sexta-feira (17), no auditório do órgão. Este é o terceiro ano consecutivo que a profissional é convidada para palestrar no mês de prevenção ao suicídio, sendo que, em 2020, o evento ocorreu de forma virtual, por conta da pandemia. 

“A primeira-dama Márcia Pinheiro encampou essa campanha em toda a Prefeitura e convidamos novamente a doutora Geisa para vir fazer uma palestra sobre o Setembro Amarelo. Como nas outras vezes, ela traz esse tema importante que é a questão da depressão porque, muitas vezes, alguém que está ao nosso lado está sofrendo e nós não percebemos. E ela nos traz dicas interessantes sobre como poder ajudar, para ficarmos de olho, estar percebendo e ajudando o próximo, disse o secretário-adjunto de Previdência, Fernando Jorge Mendes de Oliveira. 

De acordo com a psicóloga e palestrante, Geisa Duarte, o tema da palestra foi “Setembro Amarelo em tempos de distanciamento” porque mesmo com a retomada gradativa das atividades, muitas pessoas ainda estão em situação de distanciamento de boa parte do círculo de contatos e isso representa uma dificuldade em saber quando alguém está precisando de ajuda emocional. “Ficou mais difícil de você cuidar de quem não está no seu rol de amizades ou de convivência porque hoje a gente tem um círculo de confiança, em que sempre encontra as mesmas pessoas e você vai cuidar dessas pessoas que estão ali próximas de você e que também estão em confinamento. Por exemplo, eu tenho que vir trabalhar, mas meus pais estão confinados, meu irmão está trabalhando em home office”, exemplificou. 

Conforme a profissional, dentro do ambiente de trabalho, o coordenador tem um papel fundamental em perceber as necessidades dos colaboradores em relação ao apoio psicológico. “É ele quem identifica mudanças de comportamento do colaborador, como queda no desempenho. Será que é por causa do trabalho ou por algum problema emocional? Então, no trabalho, a gente vai verificar que os números de síndrome de Burnout subiram, a perda do emprego, o estresse, a cobrança por medo de perder o emprego, o medo do colega pegar covid, a exaustão… Quem está ali e quem está em home office, o coordenador pode estar observando. Às vezes o próprio colaborador pede ajuda. Pode ser de forma velada, através de sinais, ou de forma explícita, indo ao RH, solicitando contato. Não sei se o que a gente está vivendo é algo que veio para o positivo, para o negativo, se foi para nos igualar, a História vai dizer. Mas o que a gente tem certeza no cenário atual é que temos que ter flexibilidade e empatia. Então a empresa tem que ter esse entendimento de que se ela não for por esse caminho, ela não vai conseguir”, afirma Geisa Duarte. 

Para a coordenadora de Planejamento e Controle de Benefícios Previdenciários do Cuiabá Prev, Daniele Ribas de Moura, a palestra oferecida aos servidores foi muito eficaz no sentido de conscientizar sobre a importância de estar atento aos colegas e familiares e conversando sempre, como forma de prevenção ao suicídio. “Acredito que o principal objetivo dessa palestra é a conscientização sobre a prevenção do suicídio, buscando alertar a população, os amigos, os familiares e eu acredito que ela conseguiu passar um pouco. Eu falo um pouco porque existe ainda uma barreira pra falar sobre o problema, para muitas pessoas. Da forma didática e um pouco lúdica, ela mostrou isso pra gente para levarmos para os nossos familiares, para os nossos amigos porque falar sobre o assunto é a prevenção, estar perto das pessoas que precisam de um diálogo. Só temos a agradecer a Geisa pela disponibilidade em estar nos passando essas informações e essa conscientização. Acredito que cada um daqui levou para sua casa, para os seus amigos, absorveu a informação. Foi uma palestra muito válida”, avaliou. 

Comentários Facebook

Cuiabá

Revisão da lei de regularização de imóveis será debatida em audiências públicas

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

A Prefeitura de Cuiabá inicia nesta semana uma série de audiências públicas, visando debater com a população a revisão da Lei Municipal 6.191/2017, que trata da regularização de imóveis irregulares e loteamentos públicos. Os encontros são coordenados pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável e acontecem durante o mês de outubro nas quatro regiões da Capital.

Conforme a programação montada pela Secretaria, a primeira audiência será realizada na próxima quinta-feira (21), às 19h, na Regional Sul, tendo como sede a União Coxipoense de Associação de Moradores (UCAM). Na sequência, na sexta-feira (22), o debate será levado para Regional Norte, na Lagoa Encantada (CPA III). A iniciativa também alcançará a Regional Oeste, na terça-feira (26), e a Regional Leste, na sexta-feira (22).

“As audiências são importantes para levar aos munícipes e debater com eles as ações da Prefeitura de Cuiabá. Nesse caso, especificamente, os encontros tratarão do processo de regularização daqueles imóveis que há muitos anos foram construídos, mas os proprietários ainda não possuem o “Habite-se”, por conta de algum ponto que impede na atual legislação”, explica titular da Secretaria, Renivaldo Nascimento.

Além da ampla participação das comunidades, as audiências públicas também contarão com o envolvimento de diversos segmentos da sociedade civil organizada. Estão entre as entidades convidadas, por exemplo, a Câmara Municipal de Cuiabá, o Conselho de Arquitetura e Urbanística (CAU), o Concelho Regional de Corretores de Imóveis (CRESCI), o Sindicato da Indústria da Construção Civil (SINDISCON), entre outras.

“É um assunto de extrema importância, pois nos ajudará a encontrar soluções para que o cidadão consiga ter acesso a toda documentação do seu imóvel, trazendo ele para a regularidade. A presença da população é garantida por lei e esperamos que todos se envolvam no debate. Da mesma forma, queremos fortalecer a participação das entidades”, pontua o adjunto de Meio Ambiente, Oséas Machado.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Obras de pavimentação na gestão Emanuel Pinheiro alcançam cerca de 300 km e transformam a infraestrutura de Cuiabá

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Com os mais de 14 quilômetros de pavimentação entrega na noite desta segunda-feira (18) no bairro Jardim Florianópolis, localizado na região Norte da Capital, a gestão Emanuel Pinheiro alcançou a marca histórica de aproximadamente 300 quilômetros de asfalto novo construído em Cuiabá. As obras foram executadas no período de 2017 a 2021, beneficiando todas as regiões da cidade.

De acordo com a Secretaria Municipal de Obras Públicas, o número abrange tanto o atendimento das comunidades que não possuíam suas vias revestidas com a massa asfáltica quanto à recuperação da malha viária antiga das principais avenidas. As intervenções fazem parte do programa Minha Rua Asfaltada, implantado na Prefeitura de Cuiabá com o objetivo assegura melhorias na infraestrutura e mobilidade urbana.

Esse planejamento foi iniciado em 2017 e até o ano de 2020, chegou a mais de 250 quilômetros de pavimentação construída em mais de 50 bairros afastados da região central e principais avenidas. O trabalho continua gerando frutos e, somente em 2021, são cerca de 50 quilômetros alcançados. Todas as obras ainda são compostas por rede de drenagem de águas pluviais, meio-fio e calçada.

“Quando nossa gestão assumiu a Prefeitura de Cuiabá, o compromisso foi o de atender aqueles que mais precisam das ações do poder público. É o caso do Florianópolis, do Dr. Fábio, Altos da Serra, Despraiado, São Roque e muitos outros. A demanda ainda é grande, principalmente pelo crescimento de Cuiabá, que é constante. Mas, com toda certeza, a cidade está muito melhor do que recebemos em 2017”, comenta o vice-prefeito e secretário Municipal de Obras Públicas, José Roberto Stopa.

No caso de malha viária recuperada estão entre as avenidas atendidas a Historiador Rubens de Mendonça, Fernando Corrêa da Costa, Profª Alice Freire, Edgar Vieira, Antártica, Mário Palma, Jurumirim, Coxipó Mirim, Pau Brasil, Rodovia Palmiro Paes de Barros, Isaac Póvoas, Getúlio Vargas e outras 30 da região central.

NOVAS OBRAS

Além das obras já executadas e em andamento nas regiões Norte, Sul, Leste e Oeste, a Prefeitura de Cuiabá trabalha para que novos bairros sejam alcançados pelo programa Minha Rua Asfaltada. Neste momento, estão em fase final as etapas administrativas com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para pavimentação de mais 19 bairros. 

Também já estão em andamento os processos licitatórios para contratação das empresas que irão executar as obras. Por ser uma grande quantidade de bairros, foram abertas duas concorrências públicas. Entre os beneficiados estão, por exemplo, o Altos da Boa Vista, Parque Atalaia, Jardim Aroeira, Tancredo Neves, Pascoal Ramos, Jardim Liberdade, Planalto, Nova Esperança I (Etapa III), Centro América, Novo Horizonte e Jardim Passaredo.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso