conecte-se conosco


Política

Ferrovia em Cuiabá: do sonho à realidade

Publicado

Política


Foto: Ronaldo Mazza

* Carlos Avallone

Este 20 de setembro entrará para a história como o dia em que Cuiabá assegurou definitivamente a concretização do sonho de Vicente Vuolo e de tantas lideranças políticas, empresariais e comunitárias: o trem, enfim, vai chegar a Cuiabá.

A assinatura pelo governador Mauro Mendes do contrato com a concessionária oficializa a implantação da nossa primeira ferrovia estadual, 730 km  de linha férrea interligando Rondonópolis a Cuiabá, e Rondonópolis a Nova Mutum e Lucas do Rio Verde.

Como parlamentar, tenho muita honra de ter contribuído nas ações de protagonismo da Assembleia Legislativa, que asseguraram as condições legais para estes avanços históricos. A ferrovia em Cuiabá foi possível graças à aprovação, no Parlamento, de uma Proposta de Emenda Constitucional e de um Projeto de Lei Complementar que deram a sustentação legal necessária. 

Em 2020, em coautoria com os colegas Eduardo Botelho e Janaína Riva, apresentamos a PEC  que gerou a emenda constitucional 93, aprovada por unanimidade, autorizando  o governo a construir e explorar de forma direta a malha ferroviária. No início deste ano aprovamos o PLC 685 que dispõe sobre o Sistema Ferroviário do Estado. 

Graças a estas iniciativas parlamentares, o Executivo pode contratar esta obra que vai beneficiar muito a Baixada Cuiabana e todo o estado.

A luta pela ferrovia, iniciada pelo visionário Vicente Vuolo,  prosseguiu ao longo de décadas com o empenho de parlamentares, governadores e presidentes da República, com apoio dos segmentos sociais. 

Embarquei nesse trem, que povoa o imaginário cuiabano, nos anos 90 como secretário de Estado de Indústria e Comércio no governo Dante de Oliveira. Tive a honra de participar dos esforços para a conclusão da ponte rodoferroviária entre SP e MS. Dante foi incisivo pela conclusão da obra junto ao governador Mário Covas e ao presidente FHC. No final do governo Dante, ainda tive o prazer de participar com ele da inauguração da ponte rodoferroviária viabilizando a chegada dos trilhos a Alto Taquari e Alto Araguaia. 

Em 2019, coordenei uma audiência pública da Assembleia e Senado sobre a ferrovia, com apoio dos senadores Jayme Campos e Wellington Fagundes. Também organizei uma visita técnica ao terminal ferroviário de Rondonópolis, com lideranças políticas, empresariais e comunitárias. 

Sempre defendi que a baixada cuiabana não poderia ficar fora desse trem. Existe hoje uma demanda para transporte de mais de 20 milhões de toneladas de produtos para Cuiabá através de contêineres. Este frete de retorno justifica a implantação de um terminal de contêineres e outro de combustíveis na região.

A implantação da ferrovia é um investimento de R$ 11,2 bilhões que deve gerar mais de 230 mil empregos.  É muito mais que transporte de mercadorias, pois fortalece a economia e abre novas oportunidades de trabalho. 

O foco agora é a geração de empregos durante a construção da ferrovia. Por isso apresentei emenda ao projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO 2022). Queremos elevar de 10 mil para 100 mil trabalhadores qualificados pelo governo para as vagas geradas pelas obras.

O sonho da ferrovia em Cuiabá está consolidado e se concretizará fisicamente até 2025, com benefícios para toda a população. O trem está chegando. O sonho de Vuolo é realidade! 

Carlos Avallone é deputado estadual e presidente do PSDB-MT

Fonte: ALMT

Comentários Facebook

Política

Dr. Gimenez celebra aniversário de Mirassol D’Oeste com ações e investimentos

Publicado


Dr. Gimenez tem atuado para viabilizar recursos e parcerias em benefício de Mirassol D’Oeste

Foto: Marcos Lopes

Prefeito Hector Alvares e vice-prefeito Dr. Jeferson agradecem a parceria do deputado

Foto: ROSE DOMINGUES

O deputado estadual Dr. Gimenez (PV) está participando nesta quinta-feira (28) da celebração do aniversário de 57 anos de Mirassol D’Oeste (a 300 km da capital) que deverá receber mais R$ 20 milhões de investimentos em áreas estruturantes como saúde, infraestrutura e agricultura familiar.  

“A união de esforços entre a bancada estadual, federal e os governos estadual e municipal deverá contribuir com uma nova era para a nossa querida cidade, que é um polo desenvolvimento importante da região oeste de Mato Grosso, estou trabalhando para que todos os nossos anseios e sonhos se tornem realidade”, afirma o parlamentar.  

Médico há 40 anos, Dr. Gimenez trabalhou durante muitos anos em Mirassol D’Oeste, onde acompanhou famílias inteiras desde o nascimento dos filhos. “Meu laço com Mirassol D’Oeste é muito forte, tanto que em 2019 recebi o título de cidadão miradolense concedido pela Câmara Municipal”.  

Diversas ações e investimentos estão em andamento, das suas emendas parlamentares, o deputado explica que efetivou, em 2020, aproximadamente de R$ 300,3 mil, que foram aplicados na saúde. Já em 2021, foram destinados R$ 908 mil, dos quais R$ 300 mil já estão na conta da Prefeitura para aquisição de uma ambulância e custeio da saúde.  

“Também está entregue um veículo da agricultura familiar e uma máquina motoniveladora, ou seja, temos ótimas perspectivas para os próximos meses, estou confiante em conseguir mais recursos e ações”. Dr. Gimenez destaca a parceria com o governo estadual, que está fazendo a reforma e ampliação da feira municipal.  

Na área de infraestrutura, uma das obras mais aguardadas é a revitalização completa da MT 175 (em todo trecho) e entre as MTs 250/175, que dá acesso à usina Cooperb, beneficiando moradores e trabalhadores. Além disso, o deputado federal Neri Geller (PP) e o senador Carlos Fávaro (PSD) se comprometeram a destinar R$ 13 milhões para a duplicação da rodovia no entre Mirassol D’Oeste e São José dos Quatro Marcos.  Demanda levantada e acompanhada pelo Dr. Gimenez. 

“Finalmente, após muitos anos, cobranças, nós vamos conseguir tirar algumas obras do papel, a duplicação sem dúvida vai impactar positivamente a vida de todos, pois este trecho é conhecido como rodovia da morte, onde já ocorreram muitos acidentes de trânsito com vítimas fatais, como parlamentar, é meu papel cobrar, acompanhar e fiscalizar”.  

Um aporte de mais de R$ 7 milhões deverá contribuir com a pavimentação urbana, entre eles, R$ 2 milhões para o bairro Interlagos, cuja ordem de serviço foi assinada neste mês na Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra). Também há outros investimentos previstos pelo governo estadual e deputados federais Geller e Nelson Barbudo (PSL).  

O prefeito Hector Alvares Bezerra agradece o empenho e a parceria do deputado Dr. Gimenez, que tem feito uma grande mobilização de esforços em prol da região oeste e de Mirassol D’Oeste. “A prefeitura não tem como fazer tantos investimentos sozinha, a mudança que precisamos vem justamente dessa união de esforços, só assim vamos melhorar a condição de vida dos cidadãos”.  

Indicações – No período de dois anos e meio, Dr. Gimenez fez 114 indicações de melhorias ao município, com destaque para saúde, infraestrutura e segurança pública. Outra boa notícia é a partir desse trabalho ter conseguido a instalação de uma Brigada do Corpo de Bombeiros para atender Mirassol D’Oeste e a implementação do projeto de Patrulha Rural da PM para melhorar a segurança da região. 

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Política

Consulta pública recebeu mais de 970 contribuições

Publicado


Foto: ANGELO VARELA / ALMT

A consulta pública sobre o Zoneamento Socioeconômico Ecológico (ZSEE) resultou em 973 contribuições de pessoas, entidades, associações, empresas e organizações sociais. Os números foram apresentados durante a 6ª reunião da Comissão Especial para Debater o ZSEE, nesta quarta-feira (27), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). Em sequência foi aprovado requerimento solicitando todas as manifestações recebidas.

O balanço foi apresentado pelos servidores da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Keile Pereira e Sandro Luís Brandão, e pelo secretário Basílio Bezerra. De acordo com o relatório, 430 formulários foram preenchidos na consulta virtual e outras 36 protocoladas. Este montante se desdobrou em 780 contribuições às diretrizes, 180 á minuta de lei e mais as 36 manifestações físicas. 

De acordo com a servidora Keile Pereira, as sugestões passaram por uma triagem prévia e depois foram distribuídas entre os integrantes do grupo de Trabalho, composto pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat), Procuradoria Geral do Estado (PGE) e pela Seplag.

“As contribuições foram muito ricas e estamos trabalhando de forma minuciosa para apresentar uma minuta sólida, com robustez técnica para dar uma definição para este tema tão importante. O governo está determinado a resolver essa questão”, afirmou o secretário Basílio Bezerra.

O presidente da Comissão, deputado Dr. Eugênio (PSD) requereu o conteúdo das contribuições apresentadas para que os deputados possam acompanhar e contribuir com o documento. “Vamos trabalhar para resolver o Zoneamento ano que vem e por isso queremos acompanhar todos os passos para fazer isso somente quando a mensagem do governo foi encaminhada para a Casa”.

Todas as contribuições recebidas foram numeradas e após avaliação técnica foram classificadas entre pertinentes, não pertinentes ou maiores contribuições. Neste último grupo estão incluídas as manifestações mais complexas que vão precisar de uma análise mais detalhada e técnica.

Essa classificação ainda não está disponibilizada para consulta, mas a numeração de cada contribuições já pode ser conferida no site da Seplag.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso