conecte-se conosco


Cuiabá

Emanuel solicita estudo para começar a imunização de idosos com a dose de reforço

Publicado

Cuiabá


Davi Valle

Clique para ampliar

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, solicitou à coordenação da campanha de imunização que faça um estudo sobre a possibilidade de começar a imunização com a dose de reforço nos idosos o quanto antes. De acordo com o Ministério da Saúde, a aplicação da terceira dose deveria começar nesta quarta-feira (15) em todo o país, mas Cuiabá ainda não recebeu as vacinas para esta finalidade.

Para não prejudicar nem os idosos e nem a faixa etária de 18 a 24 anos, que está sendo vacinada no momento, Pinheiro pediu um levantamento sobre o público acima de 85 anos apto a receber a terceira dose. “Eu determinei que se faça o levantamento para começarmos o quanto antes a imunização com a terceira dose para idosos acima de 85 anos, o que vai dar acima de 3 mil pessoas, aí já quero dar início”, comentou o prefeito em entrevista nesta quarta-feira (15).

Ele revelou ainda que esta semana Cuiabá receberá cerca de 16 mil vacinas, mas que não são para dose de reforço. A ideia é dar início à aplicação utilizando parte destas doses, e repô-las assim que chegar. “Eu poderia parar a vacinação de 18 a 24 anos, para aplicar a dose de reforço, mas não vou fazer isso. Vários estados de várias capitais estão pagando mico, e vocês podem reparar que Cuiabá apanha, mas não paga um mico, nem na primeira dose, nem na segunda dose. Estamos seguindo à risca, avançando e imunizando”, completou o prefeito.

Até o momento, 84,2% de toda a população acima de 18 anos já tomou a primeira dose da vacina contra o coronavírus e 47,4% já está com o esquema vacinal completo, por ter tomado a segunda dose ou vacina de dose única. Foram aplicadas ao todo até esta quarta-feira, 604.724 doses, o que corresponde a 80,3% de todas as vacinas recebidas pela capital.

Comentários Facebook

Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá dá seguimento à construção do PDI; Secretaria de Habitação trabalha em Plano Estratégico

Publicado


A Prefeitura de Cuiabá mantém atenção ao cronograma de construção do Programa de Desenvolvimento Institucional (PDI), instituído em 2012 pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso com o objetivo de contribuir para a melhoria da eficiência dos serviços públicos. A Secretaria de Planejamento é quem coordena os trabalhos e atua como facilitadora para contribuir no que for necessário para elaboração dos projetos de todas as pastas da gestão Emanuel Pinheiro.

Nesse momento, é a Secretaria Municipal de Habitação e Regularização Fundiária que está trabalhando na construção de seu Plano Estratégico, por meio de encontros com gestores e servidores da pasta, onde estão sendo discutidos os propósitos organizacionais para os próximos anos. Está sendo aplicado o Balanced Scorecard (BSC), enquanto metodologia para a definição do Negócio, da Missão, da Visão de Futuro e de seus Valores, além dos Objetivos, Indicadores, Metas, Iniciativas e Ações, que nortearão a Política de Assistência e o Realinhamento do Planejamento Estratégico da Prefeitura de Cuiabá.

Para um melhor entendimento, explica Silvina, foram apresentados os projetos do Programa de Desenvolvimento Institucional (PDI) do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE-MT) que tem como proposta elevar o padrão da administração pública visando a melhoria na qualidade dos serviços prestados de forma humanizada, fundamentado no modelo gerencial e com foco em resultados para o cidadão e a sociedade.

“O produto final do plano indicará a missão, visão, negócio, valores, pontos fortes e pontos fracos da pasta, além do mapa estratégico, indicadores, metas e iniciativas. A expectativa é que o planejamento setorial, com a construção do Plano, valide sua nova Identidade Organizacional, incluindo o Mapa com a definição dos objetivos estratégicos, alinhados à Agenda Cuiabá 2030 da Prefeitura de Cuiabá, acrescentou a representante da Secretaria de Planejamento e facilitadora do Projeto, Silvina dos Anjos.  

“A principal proposta é gerar uma constância de propósitos com intuito de avançar cada vez mais na cultura do Planejamento, ou seja, efetivar a gestão das políticas públicas, nesse caso na área social do município”, explicou Silvina.

O secretário municipal de Habitação e Regularização Fundiária, Leonardo Leão considera as oficinas buscam o engajamento coletivo. “Com o apoio da equipe de Planejamento e dos técnicos das Secretarias de Saúde, Gestão e Educação fica mais fácil a identificação das metas e objetivos para a criação da Identidade Organizacional da Habitação”, destacou Leonardo.

“Construir o plano estratégico vai ao encontro da orientação expressa do prefeito Emanuel Pinheiro em estabelecer as diretrizes que fortaleçam às políticas de habitação para atender pessoas de baixa renda, sobretudo às populações mais vulneráveis, além da regularização fundiária, tornando dessa maneira Cuiabá como uma cidade sustentável e de oportunidades”, frisou Leão.

“É um momento ímpar para a gestão municipal, que se preocupa em alinhar o planejamento com metas contidas no Pacto do Milênio para uma Agenda 2030, onde figuram os indicadores contidos nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e das Cidades Sustentáveis”, finalizou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Palestra a servidores do Cuiabá Prev alerta sobre e prevenção ao suicídio em tempos de distanciamento

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

Os servidores do Cuiabá Prev participaram da palestra “Setembro Amarelo em tempos de distanciamento”, proferida pela psicóloga Geisa Parada Rosa Duarte, na última sexta-feira (17), no auditório do órgão. Este é o terceiro ano consecutivo que a profissional é convidada para palestrar no mês de prevenção ao suicídio, sendo que, em 2020, o evento ocorreu de forma virtual, por conta da pandemia. 

“A primeira-dama Márcia Pinheiro encampou essa campanha em toda a Prefeitura e convidamos novamente a doutora Geisa para vir fazer uma palestra sobre o Setembro Amarelo. Como nas outras vezes, ela traz esse tema importante que é a questão da depressão porque, muitas vezes, alguém que está ao nosso lado está sofrendo e nós não percebemos. E ela nos traz dicas interessantes sobre como poder ajudar, para ficarmos de olho, estar percebendo e ajudando o próximo, disse o secretário-adjunto de Previdência, Fernando Jorge Mendes de Oliveira. 

De acordo com a psicóloga e palestrante, Geisa Duarte, o tema da palestra foi “Setembro Amarelo em tempos de distanciamento” porque mesmo com a retomada gradativa das atividades, muitas pessoas ainda estão em situação de distanciamento de boa parte do círculo de contatos e isso representa uma dificuldade em saber quando alguém está precisando de ajuda emocional. “Ficou mais difícil de você cuidar de quem não está no seu rol de amizades ou de convivência porque hoje a gente tem um círculo de confiança, em que sempre encontra as mesmas pessoas e você vai cuidar dessas pessoas que estão ali próximas de você e que também estão em confinamento. Por exemplo, eu tenho que vir trabalhar, mas meus pais estão confinados, meu irmão está trabalhando em home office”, exemplificou. 

Conforme a profissional, dentro do ambiente de trabalho, o coordenador tem um papel fundamental em perceber as necessidades dos colaboradores em relação ao apoio psicológico. “É ele quem identifica mudanças de comportamento do colaborador, como queda no desempenho. Será que é por causa do trabalho ou por algum problema emocional? Então, no trabalho, a gente vai verificar que os números de síndrome de Burnout subiram, a perda do emprego, o estresse, a cobrança por medo de perder o emprego, o medo do colega pegar covid, a exaustão… Quem está ali e quem está em home office, o coordenador pode estar observando. Às vezes o próprio colaborador pede ajuda. Pode ser de forma velada, através de sinais, ou de forma explícita, indo ao RH, solicitando contato. Não sei se o que a gente está vivendo é algo que veio para o positivo, para o negativo, se foi para nos igualar, a História vai dizer. Mas o que a gente tem certeza no cenário atual é que temos que ter flexibilidade e empatia. Então a empresa tem que ter esse entendimento de que se ela não for por esse caminho, ela não vai conseguir”, afirma Geisa Duarte. 

Para a coordenadora de Planejamento e Controle de Benefícios Previdenciários do Cuiabá Prev, Daniele Ribas de Moura, a palestra oferecida aos servidores foi muito eficaz no sentido de conscientizar sobre a importância de estar atento aos colegas e familiares e conversando sempre, como forma de prevenção ao suicídio. “Acredito que o principal objetivo dessa palestra é a conscientização sobre a prevenção do suicídio, buscando alertar a população, os amigos, os familiares e eu acredito que ela conseguiu passar um pouco. Eu falo um pouco porque existe ainda uma barreira pra falar sobre o problema, para muitas pessoas. Da forma didática e um pouco lúdica, ela mostrou isso pra gente para levarmos para os nossos familiares, para os nossos amigos porque falar sobre o assunto é a prevenção, estar perto das pessoas que precisam de um diálogo. Só temos a agradecer a Geisa pela disponibilidade em estar nos passando essas informações e essa conscientização. Acredito que cada um daqui levou para sua casa, para os seus amigos, absorveu a informação. Foi uma palestra muito válida”, avaliou. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso