conecte-se conosco


DJ IVIS

DJ Ivis pode ser solto a qualquer momento, após não ser indiciado tentativa de homicídio contra Pamella

Publicado

Destaque

No entanto, os investigadores decidiram não incriminar o DJ por tentativa de homicídio contra a digital influencer Pamella Holanda. Defesa tem expectativa que artista seja solto.

A Polícia Civil do Ceará finalizou o primeiro inquérito contra Iverson de Souza Araújo, o DJ Ivis. As  informações são, que DJ Ivis não foi indiciado por tentativa de homicídio contra Pamella Holanda. A suspeita que ele chegou a atentar contra a vida da ex-companheira foi o que levou a Justiça cearense a expedir mandado de prisão contra o artista no último dia 14 de julho.

Conforme apurou a reportagem, pelo inquérito concluído na Delegacia Metropolitana de Eusébio, o DJ foi indiciado pelos crimes: lesão corporal leve a mulher em âmbito familiar, injúria e ameaça. Para todos estes crimes, o Código Penal brasileiro prevê pena de detenção, e não de reclusão.

Em nota, a Polícia Civil confirmou a informação e disse que o inquérito, instaurado no último dia 3 e concluído no último dia 22, já foi remetido ao Poder Judiciário. “Com a conclusão das investigações, o suspeito foi indiciado pelos crimes de lesão corporal, ameaça e injúria no âmbito da violência doméstica”, disse trecho do documento.

Com a conclusão do inquérito que tramitava no Eusébio, a defesa do DJ tem expectativa que a Justiça seja a favor da revogação da prisão e Ivis possa ser solto. “Vamos apresentar este pedido para revogar a prisão preventiva”, disseram os advogados ao Diário do Nordeste.

PRISÃO

Há mais de 10 dias, Iverson de Souza Araújo está recluso na Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes, em Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza. O suspeito foi transferido à unidade prisional após passar horas na Delegacia de Capturas e Polinter (Decap), localizada no Centro de Fortaleza.

Além do inquérito aberto na Delegacia do Eusébio, a Polícia Civil do Ceará abriu investigação contra DJ Ivis em Fortaleza. Este inquérito que tramita na capital cearense continua em aberto e, especificamente sobre esta investigação, o artista ainda não teria sido ouvido pelas autoridades, alegam os advogados de defesa.
AGRESSÕES

Nas últimas semanas, a PC chegou a explicar que a necessidade de investigações paralelas se deu porque os vídeos publicados pela digital influencer Pamella Holanda se referem a agressões cometidas na casa do casal, em Fortaleza, no mês de dezembro de 2020.

“Vai ser outro inquérito, outra responsabilização, outro indiciamento, eventualmente outro pedido de prisão”, declarou o secretário de Segurança Pública do Ceará, Sandro Caron.

A vítima alegou em entrevistas que o casal vinha discutindo há meses e as agressões físicas se tornaram comuns. Em entrevista ao Fantástico, Pamella revelou detalhes do que passou ao estar casada com Ivis e disse que e um dos episódios de briga o esposo chegou a tentar a estrangular no banheiro.

Comentários Facebook

Destaque

Adolescente morreu de púrpura trombótica não relacionada à vacina, diz Saúde

Publicado

 

 

source
O ministro da Saúde Marcelo Queiroga
Foto: Jefferson Rudy – 6.mai.2021/Agência Senado

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga

Uma análise feita pelo Ministério da Saúde mostrou que a  causa da morte da adolescente de 16 anos que tomou a vacina da Pfizer foi púrpura trombocitopênica trombótica, uma doença autoimune que predispõe a formação de coágulo e pode levar à morte. As informações são da colunista Mônica Bergamo , do jornal Folha de S. Paulo .

Os trombos viajam pela corrente sanguínea e podem se alojar em órgãos vitais, como o coração, pulmões e cérebro.

Na última sexta-feira (17), a Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo já havia informado que o imunizante não foi a causa da morte da jovem  e, no documento que será divulgado ainda hoje pelo Ministério da Saúde, a pasta afirma que o óbito não está associado à vacina.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse não ser contra a imunização de adolescentes sem comorbidades, apesar de ter anunciado a suspensão da campanha para esse grupo na última semana . Mesmo com a determinação, diversas capitais continuaram a vacinação , como Porto Alegre, Florianópolis, São Paulo e Rio de Janeiro.

De acordo com Queiroga, a decisão de interromper a campanha se deu por uma questão de logística e disponibilidade de vacinas . Técnicos do Ministério da Saúde que atuam no Programa Nacional de Imunização (PNI), no entanto, disseram não terem sido ouvidos para o decreto.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Jornalista é agredida em motel por namorado e chama a Policia

Publicado

Uma jornalista acionou a Polícia Militar na manhã desta segunda-feira (20) para atenderem uma ocorrência de violência doméstica dentro de um motel no bairro 23 de Setembro, em Várzea Grande. A vítima havia sido agredida pelo ex-namorado, com quem tentava uma reconciliação, quando foi agredida e acionou a equipe de segurança.

Segundo informações repassadas pela própria jornalista, ela e o ex passaram a noite no motel. Pela manhã, ele ele teve uma crise de ciúmes ao pegar o celular dela e começou a agredi-la.

Em seguida, ela acionou a PM. Ao chegar ao local, os policiais tomaram ciência de que a vítima possuía uma medida protetiva contra o suspeito.

No estabelecimento, ainda houve uma confusão entre a vítima e os policiais. Ela disse que foi ofendida pelos PMs, que teriam lhe xingado ao saberem da medida de distanciamento social.

Já os policiais negam todas as acusações da vítima. Segundo eles, a mulher estaria completamente transtornada. Os militares afirmaram que não houve agressões físicas, tampouco verbais.

Os agentes alegam que apenas a questionaram como ela poderia estar em um quarto de motel com um rapaz. A situação foi registrada na Central de Flagrantes.

A motocicleta do acusado foi apreendida, por estar com a documentação irregular. O suspeito foi detido por descumprimento judicial. O caso será investigado pela Polícia Civil.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso