conecte-se conosco


PRÊMIO

Advogado mato-grossense recebe prêmios internacionais de ‘Empresa Brasileira do Ano 2021’ e ‘The Winner Awards’

Publicado

Destaque

O advogado criminalista Filipe Maia Broeto, de Cuiabá, recebeu dois prêmios internacionais  em São Paulo (SP). Uma das premiações foi de ‘Empresa Brasileira do Ano 2021’, pelo instituto Latin American Quality Institute (LAQI), e o ‘The Winner Awards’ dirigido a empresas, artistas e personalidades que colaboram para o crescimento dos seus países e tornam-se referência em seus segmentos de atuação.

Nesta terça-feira (27), o advogado participou do Brazil Quality Summit 2021, evento realizado no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo.    O Brazil Quality Summit 2021 foi realizado pela Latin American Quality Institute (LAQI), organização privada sem fins lucrativos fundada no Panamá.

Filipe Maia Broeto, que participou na categoria “Justiça”, recebeu o Prêmio “Empresa Brasileira Do Ano 2021”, reconhecimento empresarial mais importante do Brasil e que este ano chega à sua décima terceira edição consecutiva.

Com o Certificado Internacional – Empresa Brasileira do Ano -, emitido pela LAQI, o Escritório Filipe Maia Broeto Advocacia passa a integrar o seleto Grupo de Membros Ativos da Latin American Quality Institute, o que confere o respaldo e acreditação por mais 38 alianças, distribuídas nos 5 continentes, e eleva em nível de excelência, a confiabilidade dos serviços jurídicos prestados.

O advogado participou ainda, de discussões e conferências com líderes empresariais, acadêmicos, pessoas da sociedade civil e do governo, nas quais foram tratados de temas relacionados a competências corporativas, com a finalidade de alinhá-las aos “Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (SDG) como: Gestão da Qualidade e Talento Humano (SDG: 3, 5 e 8); Responsabilidade Social Corporativa (SDG: 10, 12, 13 e 15) e Comunicação Corporativa (SDG: 10, 12 e 17)”.

A LAQI apoia as iniciativas do Global Compact, PRME, Caring For Climate, Women’s Empowerment Principles, Green Industry Plataform e participa dos congressos mundiais realizados pelas Nações Unidas (ONU); estabelece Alianças Estratégicas com organizações dos cinco continentes que promovem critérios de Qualidade, Sustentabilidade e Responsabilidade Social para amplificar o compromisso de criar um mundo de negócios responsável.

O êxito temático do evento, neste ano, foi “Recuperar com Excelência – Qualidade Total, Sustentabilidade e Compliance alinhados aos ODS”.

Prêmio ‘The Winner Awards 2021’

O advogado Filipe Maia Broeto recebeu ainda o prêmio internacional, o ‘The Winner Awards’, pelo International Business Institute. O evento foi realizado nos dias 19 e 20 de julho, no Hotel Maksound Plaza, em São Paulo.

The Winner Awards é dirigido para empresas que colaboram com o crescimento de seus países, gerando empregos e vencendo barreiras, tornando-se referência em suas áreas de atuação. Estimula a abertura de fronteiras da inovação, equidade social, tecnologia e a importância da sustentabilidade.

Para o advogado, receber um prêmio com grande abrangência e reconhecimento do instituto, que ultrapassa barreiras nacionais, é muito gratificante.

“Esse prêmio representa muito para o Filipe Maia Broeto Advocacia, na medida em que reconhece a qualidade dos serviços jurídicos prestados pelo escritório. A capacidade de inovação e adaptação a novos contextos sociais, chancelada por um instituto internacional, representa a solidez do escritório, que tem crescido qualitativamente, mesmo em tempos de excepcionais dificuldades”, disse Broeto em seu discurso de agradecimento.

 

Com o troféu em mãos, o Filipe Maia Broeto Advocacia entra para o portfólio das grandes empresas que também já levaram o prêmio para casa, entre elas: o Banco BMG, Construtora MRV, Bradesco Seguros, Easy Way do Brasil e muitas outras.

Saiba mais: www.filipemaiabroeto.com.br

Aline Brito

Comentários Facebook

Destaque

Adolescente morreu de púrpura trombótica não relacionada à vacina, diz Saúde

Publicado

 

 

source
O ministro da Saúde Marcelo Queiroga
Foto: Jefferson Rudy – 6.mai.2021/Agência Senado

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga

Uma análise feita pelo Ministério da Saúde mostrou que a  causa da morte da adolescente de 16 anos que tomou a vacina da Pfizer foi púrpura trombocitopênica trombótica, uma doença autoimune que predispõe a formação de coágulo e pode levar à morte. As informações são da colunista Mônica Bergamo , do jornal Folha de S. Paulo .

Os trombos viajam pela corrente sanguínea e podem se alojar em órgãos vitais, como o coração, pulmões e cérebro.

Na última sexta-feira (17), a Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo já havia informado que o imunizante não foi a causa da morte da jovem  e, no documento que será divulgado ainda hoje pelo Ministério da Saúde, a pasta afirma que o óbito não está associado à vacina.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse não ser contra a imunização de adolescentes sem comorbidades, apesar de ter anunciado a suspensão da campanha para esse grupo na última semana . Mesmo com a determinação, diversas capitais continuaram a vacinação , como Porto Alegre, Florianópolis, São Paulo e Rio de Janeiro.

De acordo com Queiroga, a decisão de interromper a campanha se deu por uma questão de logística e disponibilidade de vacinas . Técnicos do Ministério da Saúde que atuam no Programa Nacional de Imunização (PNI), no entanto, disseram não terem sido ouvidos para o decreto.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Jornalista é agredida em motel por namorado e chama a Policia

Publicado

Uma jornalista acionou a Polícia Militar na manhã desta segunda-feira (20) para atenderem uma ocorrência de violência doméstica dentro de um motel no bairro 23 de Setembro, em Várzea Grande. A vítima havia sido agredida pelo ex-namorado, com quem tentava uma reconciliação, quando foi agredida e acionou a equipe de segurança.

Segundo informações repassadas pela própria jornalista, ela e o ex passaram a noite no motel. Pela manhã, ele ele teve uma crise de ciúmes ao pegar o celular dela e começou a agredi-la.

Em seguida, ela acionou a PM. Ao chegar ao local, os policiais tomaram ciência de que a vítima possuía uma medida protetiva contra o suspeito.

No estabelecimento, ainda houve uma confusão entre a vítima e os policiais. Ela disse que foi ofendida pelos PMs, que teriam lhe xingado ao saberem da medida de distanciamento social.

Já os policiais negam todas as acusações da vítima. Segundo eles, a mulher estaria completamente transtornada. Os militares afirmaram que não houve agressões físicas, tampouco verbais.

Os agentes alegam que apenas a questionaram como ela poderia estar em um quarto de motel com um rapaz. A situação foi registrada na Central de Flagrantes.

A motocicleta do acusado foi apreendida, por estar com a documentação irregular. O suspeito foi detido por descumprimento judicial. O caso será investigado pela Polícia Civil.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso