conecte-se conosco


Nacional

Boates são interditadas por eventos com aglomerações no Rio

Publicado

Nacional


source
Festa clandestina
Reprodução

Festa clandestina

Em uma ação conjuta a Secretária Municipal de Ordem Pública (Seop) e o Instituto Municipal de Vigilância Sanitária (IVISA) interditaram na noite desse sábado, dia 24, as boates Mandarim, no Jardim Botânico, e Vitrinni, na Barra da Tijuca.

A ação foi realizada após o trabalho do setor de inteligência da Seop e de denúncias enviadas pela população de que os locais funcionavam como boates realizando eventos com aglomeração. Apesar de constantes operações da prefeitura, foi constatado que, após as fiscalizações da SEOP, os estabelecimentos seguiam infringindo as medidas de proteção à vida e os decretos vigentes.

“Tendo em vista a rede de olheiros que existe em alguns lugares, olheiros que avisam quando a fiscalização está se aproximando para que os locais desfaçam a cena de boate e passem a sensação de que estão funcionando como restaurantes, muitas vezes não conseguimos fazer o flagrante dos descumprimentos das medidas de proteção à vida. Diante de inúmeras tentativas para enganar a fiscalização, a SEOP conta ainda mais com esse setor de inteligência, com agentes infiltrados que registram essas movimentações de bares e restaurantes se transformando em boates e casas de show”, explica o secretário de Ordem Pública Brenno Carnevale.

E completa: “Mesmo que não ocorram irregularidades no momento da fiscalização, as informações, fotos e vídeos recebidos posteriormente servem como fundamento para aplicação de multas e até interdição desses locais. Até o fim da pandemia, as fiscalizações vão continuar por toda a cidade do Rio de Janeiro”, destaca.

Os dois estabelecimentos foram interditados por tempo indeterminado pela Vigilância Sanitária e receberão multa de R$ 15 mil por infrações sanitárias constatadas pelos agentes. A ação contou com apoio da Guarda Municipal.

Você viu?

Comentários Facebook

Nacional

Altas temperaturas e pancadas de chuva marcam a terça-feira em São Paulo

Publicado


source
Previsão do tempo em São Paulo
Governo do Estado de São Paulo

Previsão do tempo em São Paulo

A terça-feira (21) amanhece abafada na capital paulista. Durante o dia, o sol favorece a rápida elevação das temperaturas. O Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) divulgou que a mínima será de 16ºC e a máxima de 32ºC.

A previsão é de pancadas de chuva durante a tarde e a noite devido à aproximação de uma frente fria. Por conta disso, as temperaturas declinam durante a noite chegando aos 16ºC. A umidade do ar em São Paulo oscila entre 30% e 95%.

Comentários Facebook
Continue lendo

Nacional

Cão morre após fazer ponte aérea Rio-SP e dona acusa companhia por maus-tratos

Publicado


source
Cachorro de Gabriela, morto em ponte aérea
Reprodução

Cachorro de Gabriela, morto em ponte aérea



A estudante carioca Gabriela Duque Rasseli, de 24 anos, acusa a companhia aérea Latam de maus-tratos contra os animais. O cãozinho de estimação da jovem morreu horas após chegar muito debilitado de um voo de São Paulo para o Rio de Janeiro, onde a dona o esperava. Nas redes sociais, a jovem publicou fotos do momento em que o animal embarcou, em perfeitas condições de saúde, e uma imagem de quando ele chegou, já sem forças para se manter em pé.

“Infelizmente estou aqui hoje para falar de uma coisa horrível. A @latamairlines assassinou meu cachorro. Eu não tive oportunidade de conhecê-lo”, escreveu ela em uma publicação no Instagram, onde fez uma denúncia contra a empresa: “Meu cachorro chegou no aeroporto do GALEAO as 13h53 e só me entregaram ele 15h30, deixaram meu cachorro no calor, quando ele chegou pra mim ele já estava quase morto!!!!! Eu e minha família estamos devastados. Não tem NADA que alivie nossos corações.

A jovem afirmou, ainda, que não teve qualquer esclarecimento por parte da Latam. “A Latam não entrou em contato com a gente. Estão bloqueando meus comentários e da minha família na página deles [no Instagram]”, escreveu Gabriela, que justificou a decisão de expôr o caso: “Expor a situação foi a única maneira que encontramos de tentar algum tipo de justiça. Só queremos respostas, uma investigação do que aconteceu com ele enquanto demoraram horas para me entregar o bichinho”, completou Gabriela.



Leia Também





Em nota, a Latam afirmou que está em contato com a cliente desde o desembarque do animal, e que “fará tudo o que está ao seu alcance para oferecer a assistência necessária neste momento”. Confira a nota na íntegra:

“Nós da LATAM nos sensibilizamos muito com o que aconteceu e estamos em contato com a cliente Gabriela desde o desembargue do animal. A companhia reitera que a segurança é um valor inegociável, reforçando que se solidariza com a tristeza vivida pela cliente e que fará tudo que está ao seu alcance para oferecer a assistência necessária neste momento.


A empresa esclarece ainda que seguiu todos os procedimentos de aceitação e transporte do pet, que atendem rigorosamente aos regulamentos de autoridades nacionais e internacionais”.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso