conecte-se conosco


Policial

Preso no interior do Paraná um dos mandantes do homicídio de jovem executado em Juruena

Publicado

Policial


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Um dos mandantes do homicídio que vitimou Wanderson Costa Pacheco, 22 anos, ocorrido em abril deste ano, em Juruena (880 km a noroeste de Cuiabá) foi preso nesta sexta-feira (23), na cidade de Cascavel, interior do Paraná. A prisão contou com apoio da Polícia Civil do município paranaense.

A prisão do mandante do crime, J.S.R. foi cumprida enquanto ele participava de um curso de segurança privada, após ter fugido de Juruena e se refugiado em Cascavel. O mandado de prisão foi decretado pela Vara Única da Comarca de Cotriguaçú. 

Outras duas pessoas, investigadas pela Delegacia da Polícia Civil de Juruena como executoras do homicídio, foram presas em flagrante, horas após o crime cometido. 

Crime

O corpo de Wanderson foi localizado na tarde do dia 27 de abril deste ano, às margens da MT-170, próximo a uma serraria de Juruena. Uma pessoa que passou pelo local viu o corpo e acionou a Polícia Militar, que preservou o local até a chegada da Polícia Civil, que deu início à investigação. A vítima apresentava diversas perfurações nas costas e no pescoço.

Um inquérito foi instaurado pelo delegado Philipe de Paula da Silva Pinho reuniu diversas informações que levaram ao esclarecimento do crime. A equipe de investigação apurou que a vítima foi vista com duas pessoas, que seriam os prováveis suspeitos do crime.

Os investigadores conseguiram imagens de câmeras de segurança de um banco da cidade que mostraram a vítima e outras duas pessoas discutindo na porta da agência bancária. A Polícia Civil também recebeu imagens que circularam em aplicativos de mensagens e mostravam a execução da vítima.

Com base nas informações apuradas, os policiais conseguiram identificar os dois suspeitos, que foram localizados tomando cerveja em frente à quitinete onde moravam. Foram aprendidas as roupas utilizadas por um deles na dia da execução. 

Questionados sobre o homicídio, os suspeitos, um de 19 anos e outro de 29 anos, confirmaram a execução e que o crime foi ordenado por uma facção criminosa. Conforme declaração, o homem de 29 anos fez os disparos e o outro filmou a execução.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook

Policial

PM recupera veículo e mulher confessa ter participado de roubos de carros na capital

Publicado


Policiais do Grupo de Apoio (GAP) do 24 º Batalhão prenderam uma mulher de 25 anos por roubo, extorsão mediante sequestro e porte ilegal de arma de fogo, no último sábado (18.09), em Cuiabá. A suspeita confessou que havia participado de dois roubos a veículos.  

A Polícia Militar foi informada sobre o roubo de um carro HB20 e que o veículo estaria no bairro Nico Baracat. Os policiais foram até o endereço apontado e localizaram o automóvel na Avenida C. 

A mulher que estava com o veículo relatou que estava apenas dando uma volta com carro e alegou que não sabia que o mesmo era produto de roubo. Durante a ocorrência, a mulher entrou em contradição e contou aos policiais que o carro seria de uma amiga, que morava no Jardim Universitário e que estaria indo até a casa do seu irmão na Rua 5 do referido bairro.  

Os policiais foram até o local e a mulher confessou que participou do roubo do veículo e que a arma de fogo utilizada no assalto estava dentro da sua residência. A equipe do GAP localizou o revólver calibre 22 com três munições intactas e mais duas chaves de veículos. A mulher contou que uma das chaves encontradas pela PM era de um outro carro HB20 que teriam roubado no domingo (12.09). 

A suspeita contou que eles teriam rendido a vítima e a levado a vários lugares para conseguir sacar dinheiro e fazer transferências de valores via PIX. A PM deu voz de prisão e a suspeita foi conduzida para a Central de Flagrantes. 

A ocorrência foi entregue para a Polícia Judiciária Civil.  

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Delegacia recebe doações para equipar Núcleo de Atendimento a Vítimas de Violência

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A Delegacia de Pontes e Lacerda recebeu da concessionária de saneamento do município a doação de móveis e equipamentos que serão empregados na instalação do espaço de acolhimento para vítimas de violência doméstica e sexual da unidade policial.

A Águas Pontes e Lacerda, empresa do grupo Iguá Saneamento, fez a entrega dos equipamentos na quinta-feira (16.09) ao delegado Marlon Conceição Luz.

Foram doados dois aparelhos de ar-condicionado, dois conjuntos de mesas e cadeiras infantis e um computador. “Em uma das reuniões feitas com a delegada Bruna Laet, ela comentou a respeito desse projeto e nossa diretoria decidiu apoiar a iniciativa, que é muito importante para o município”, ressaltou o especialista em Sustentabilidade da companhia, Homar Capistrano.

O delegado Marlon Luz destacou que a ideia é oferecer um local mais acolhedor e confortável no momento em que as vítimas procuram por atendimento policial. “A nossa preocupação é em abrandar as consequências da violência sofrida por estas mulheres. Com a chegada delas à delegacia, queremos oferecer mais conforto e o sentimento de acolhimento. Sem dúvida, estas doações fortalecem o início deste núcleo, estruturando e proporcionando à sociedade um atendimento mais humano e digno”.

A doação faz parte de uma série de iniciativas que a Águas Pontes e Lacerda tem desenvolvido com o objetivo de auxiliar a comunidade do município.

Com informações da Águas Pontes e Lacerda

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso