conecte-se conosco


CRIME

Mulher é condenada por mandar matar ex após criar perfil falso e marcar encontro com a vítima

Publicado

Destaque

Uma mulher foi condenada a 37 anos e quatro meses de prisão acusada de matar o ex-namorado dela em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá.
 
Linayara da Silva foi levada ao Tribunal do Júri na segunda-feira (21). A ré e Rafael Ferreira da Silva foram denunciados pelo Ministério Público de Mato Grosso pelas mortes de Adilson Protázio Felizarti, ex-namorado de Linayara, e Lucas Alexssander Oliveira Miranda, ocorridas em 2017.
 
O processo foi desmembrado e somente a mulher foi a júri.
 
Linayara da Silva, que atualmente encontra-se recolhida na Cadeia Pública Feminina da cidade, cumprirá a pena em regime fechado, sem o direito de recorrer em liberdade. Ela também foi condenada ao pagamento de eventuais custas e despesas judiciais.
 
Conforme a denúncia do MPMT, Adilson e Lucas Alexssander foram assassinados com disparos de arma de fogo, na rua, por volta de 19h do dia 15 de janeiro de 2017.
 
Segundo apurado, a denunciada e Adilson mantiveram um relacionamento amoroso, que foi rompido por ele. Linayara não aceitou o fim do namoro e, diante da negativa de Adilson em retomar a relação, decidiu matá-lo.
 
Ela adquiriu um chip de celular em nome de terceiro e criou um perfil falso no aplicativo de mensagens WhatsApp, fazendo-se passar por outra mulher. Linayara então passou a conversar com Adilson e marcou um encontro para o dia do crime.
 
Após planejar o crime, a ré passou a localização do ex-namorado para Rafael e outras duas pessoas, que foram ao encontro das vítimas.
 
No momento da execução, Adilson pilotava uma motocicleta e na garupa estava o amigo Alan de Melo Garcia. Ao lado deles andava Lucas Alexssander. Os autores estavam em um carro, de onde dispararam.
 
Alan saltou da motocicleta e conseguiu escapar ileso. Lucas foi atingindo por três tiros nas costas e Adilson foi alvejado por onze disparos.
 
Comentários Facebook

Destaque

Cuiabá já vacinou 100 mil pessoas contra a Covid-19

Publicado

Cuiabá começou a realizar o agendamento para o público de 40 a 44 anos, dando continuidade à vacinação contra Covid-19.

Cuiabá chegou à marca de 100 mil pessoas imunizadas contra Covid-19. São 102.954 doses aplicadas somando as pessoas que receberam a 2ª dose a as pessoas que receberam a vacina em dose única.

Na semana passada Cuiabá começou a realizar o agendamento para o público de 40 a 44 anos, dando continuidade à vacinação contra Covid-19.

As doses daqueles que faltam à vacinação continuarão a ser agendadas para as pessoas de 18 a 39 anos, de acordo com o percentual correspondente da população da capital.

Para se cadastrar, é necessário entrar no site vacina.cuiaba.mt.gov.br e preencher todos os campos obrigatórios. Deste modo, a pessoa entrará em uma fila de espera virtual. Quando ela for agendada, o sistema do site enviará uma mensagem de WhatsApp automática e/ou um e-mail para a pessoa informando que ela já está confirmada para ir tomar sua vacina.

No dia da vacinação, a pessoa deve levar o QR Code do agendamento impresso, um documento com foto e o comprovante de endereço de Cuiabá. A pessoa também deve estar com o cartão do SUS atualizado.

No caso de vacinação pela categoria profissional, também é preciso apresentar declaração de vínculo funcional. Já no caso das pessoas que se cadastraram pelos grupos de comorbidades ou deficiência permanente grave, além de gestantes, puérperas e lactantes, é preciso apresentar o laudo médico.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Covid-19: Britânico antivacina morre após se mostrar arrependido

Publicado

 

 

source

BBC News Brasil

Covid: britânico antivacina morre após foto com respirador para se mostrar arrependido
Reprodução: BBC News Brasil

Covid: britânico antivacina morre após foto com respirador para se mostrar arrependido

Um homem cético em relação às vacinas contra covid morreu num hospital do Reino Unido duas semanas depois de um médico publicar uma foto dele sentado em um leito de hospital.

Matthew Keenan, da cidade de Bradford, permitiu que Leanne Cheyne postasse a imagem dele com máscara de oxigênio, para que servisse de apelo para as pessoas se vacinarem. Cheyne, que é pneumologista, disse que o homem de 34 anos contou a ela que “queria voltar no tempo”.

“Matthew concordou com que eu compartilhasse a história dele. 34 anos, treinador de futebol e pai. Cético confesso da vacina até pegar covid, ele queria poder voltar no tempo. Nossos pacientes mais graves não tomaram a vacina e têm menos de 40 anos. Matthew está lutando pela vida… Salvem as suas”, publicou Cheyne no Twitter, no dia 11 de julho, junto com a foto do paciente.

A médica explicou que Keenan estava usando uma máquina de oxigênio CPAP. Poucos dias antes, em 2 de julho, ele publicou no próprio Facebook que havia testado positivo para covid.

Segundo Cheyne, que trabalha no Bradford Teaching Hospitals Foundation Trust, Keenan estava em ventilação não invasiva, a um passo de tratamento na UTI.

Ele disse à BBC que o homem de 34 anos esperava que compartilhar sua história encorajaria as pessoas a se vacinarem. Na cidade de Bradford, 72% dos adultos tomaram a primeira dose da vacina e 57% tomaram a segunda até 25 de julho.

Você viu?

O Reino Unido tem uma das maiores taxas de vacinação por 100 habitantes. Mas há pessoas que se recusam a tomar a vacina.

Homenagens

Várias homenagens foram feitas a Keenan, que era um técnico de futebol conhecido na cidade. Um porta-voz da liga de futebol Bradford Sunday Alliance disse: “Matthew foi um grande cara, um cavalheiro, uma verdadeira lenda, sempre tinha tempo para todo mundo, mesmo que não conhecesse a pessoa, e sempre fazia todos sorrirem. Ele amava o seu futebol.”

Colega da liga de futebol em que atuava Keenan, Akif Khan disse que ele sempre “dava o seu melhor para todos”. No Facebook, o grupo de apoio à saúde mental Speak In Club, escreveu: “Absolutamente devastado em saber da morte do meu colega Matthew Keenan. Sinceramente uma das melhores pessoas que você poderia conhecer. Ele iluminava todo o lugar por onde passava. Voa, meu irmão. Você nunca vai caminhar sozinho.”

Já o grupo de rap Bad Boy Chiller Crew, de quem Keenan era fã, escreveu: “Bradford perdeu uma verdadeira lenda. RIP, você sempre será lembrado nos nossos corações até nos encontrarmos novamente.”

Uma vaquinha online foi iniciada para ajudar a família de Keenan.


Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube ? Inscreva-se no nosso canal!

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso