conecte-se conosco


AMM

Inscrições abertas para evento que vai debater ações voltadas ao combate à covid-19

Publicado

AMM


Gestores, profissionais da Saúde, pesquisadores e acadêmicos que se destacaram no desenvolvimento e aprimoramento de ações no combate à Covid-19 podem participar da 1ª Mostra virtual de experiências bem – sucedidas em vigilância em saúde denominada SUS Forte: Vigilância, Serviços e Gestão no Combate à Pandemia. As inscrições para o evento virtual podem ser feitas até o dia 11 de julho.

Promovido pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e Organização Mundial da Saúde (OMS), o evento vai detalhar 11 linhas temáticas para a troca de experiências:

Utilização de informações para tomada de decisão e organização da resposta à pandemia;
Gestão do território: diagnóstico, isolamento e monitoramento;
Vacinação;
Integração das ações de vigilância e atenção primária à saúde;
Continuidade do cuidado de pacientes crônicos;
Impacto da pandemia em populações vulneráveis;
Continuidade do cuidado à população (crianças, mulheres, gestantes, idosos);
Vigilância da Covid-19;
Uso das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC);
Educação Permanente;
Elaboração de linhas de cuidado e reorganização dos processos de trabalho.

A Mostra faz parte do Congresso Virtual de Vigilância em Saúde (ConVIVS), que deve ocorrer entre os meses de setembro e novembro. Na ocasião, serão intensificados os debates de temas relevantes para a saúde pública. Dúvidas sobre a Mostra e programação científica podem ser encaminhadas para [email protected] Questionamentos relacionados ao Congresso Virtual de Vigilância em Saúde (ConVIVS) podem ser respondidos no e-mail:[email protected]

Fonte: AMM

Comentários Facebook

AMM

Marco Legal do Saneamento Básico e a regionalização dos resíduos sólidos estão debate na AMM

Publicado


Nesta quinta-feira, 29 de julho, no auditório da AMM, o tema sobre os desafios para regionalização e sustentabilidade dos serviços de resíduos sólidos estão em debate. O evento conta com a participação do Secretário Nacional de Saneamento do Ministério do Desenvolvimento Regional, Pedro Maranhão, com o Coordenador de Articulação Institucional da Secretaria Nacional do Saneamento do Ministério, Jamaci Avelino Júnior e o Secretário Nacional de Qualidade Ambiental do Meio Ambiente, André Luiz Felisberto França e a mensagem do Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

O assunto é de grande relevância para os municípios, considerando que a prestação regionalizada dos serviços, estabelecida pelo Marco Legal do Saneamento Básico, instituído pela Lei 14.026. A legislação possibilita a universalização dos serviços de saneamento básico, tendo como principais diretrizes a uniformização regulatória do setor e a prestação regionalizada dos serviços para garantir a sustentabilidade econômico-financeira, respeitando a autonomia dos municípios.

A não adesão dos municípios, pode impedir o acesso a recursos federais para ampliação e melhoria das condições do saneamento básico. O Marco apresenta as diretrizes para o saneamento, dispondo sobre regras para alocação de recursos  federais, bem como sobre os financiamentos e as responsabilidades dos municípios na regulamentação da referida legislação.

É de suma importância a participação de prefeitos e técnicos das prefeituras neste debate estratégico para as gestões municipais. Aqui os especialistas, irão esclarecer dúvidas e apontar caminhos para a regionalização e sustentabilidade dos resíduos sólidos, vão apresentar as diretrizes para o saneamento

As dificuldades enfrentadas por todos os prefeitos e prefeitas nos municípios refletem em várias situações. São muitos desafios dos gestores que convivem com  a cobrança do Ministério Público, das entidades ambientalistas, dos órgãos públicos e principalmente da população que vive nos municípios.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

AMM

Marco Legal do Saneamento Básico e a regionalização dos resíduos sólidos em debate nesta quinta-feira na AMM

Publicado


Nesta quinta-feira, 29 de julho, no auditório da AMM, o tema sobre os desafios para regionalização e sustentabilidade dos serviços de resíduos sólidos estão em debate. O evento conta com a participação do Secretário Nacional de Saneamento do Ministério do Desenvolvimento Regional, Pedro Maranhão, com o Coordenador de Articulação Institucional da Secretaria Nacional do Saneamento do Ministério, Jamaci Avelino Júnior e o Secretário Nacional de Qualidade Ambiental do Meio Ambiente, André Luiz Felisberto França e a mensagem do Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

O assunto é de grande relevância para os municípios, considerando que a prestação regionalizada dos serviços, estabelecida pelo Marco Legal do Saneamento Básico, instituído pela Lei 14.026. A legislação possibilita a universalização dos serviços de saneamento básico, tendo como principais diretrizes a uniformização regulatória do setor e a prestação regionalizada dos serviços para garantir a sustentabilidade econômico-financeira, respeitando a autonomia dos municípios.

A não adesão dos municípios, pode impedir o acesso a recursos federais para ampliação e melhoria das condições do saneamento básico. O Marco apresenta as diretrizes para o saneamento, dispondo sobre regras para alocação de recursos  federais, bem como sobre os financiamentos e as responsabilidades dos municípios na regulamentação da referida legislação.

É de suma importância a participação de prefeitos e técnicos das prefeituras neste debate estratégico para as gestões municipais. Aqui os especialistas, irão esclarecer dúvidas e apontar caminhos para a regionalização e sustentabilidade dos resíduos sólidos, vão apresentar as diretrizes para o saneamento

As dificuldades enfrentadas por todos os prefeitos e prefeitas nos municípios refletem em várias situações. São muitos desafios dos gestores que convivem com  a cobrança do Ministério Público, das entidades ambientalistas, dos órgãos públicos e principalmente da população que vive nos municípios.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso