conecte-se conosco


Saúde

Covid-19: Brasil registra 1.025 mortes nas últimas 24 horas

Publicado

Saúde


source
Brasil registra 1.025 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com o Conass
Alex Pazuello/Prefeitura de Manaus

Brasil registra 1.025 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com o Conass

O Brasil registrou mais de mil mortes pela Covid-19 apenas nas últimas 24 horas . Neste domingo (20), o país registrou 1.025 mortes pela doença, segundo o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) . Com a atualização, o número de óbito sobe para  501.825 . Já o de infectados está em 17.927.928 , com 44.178 novas infecções nas últimas 24 horas.

O ranking de estados com mais mortes pela Covid-19 é liderado por São Paulo (122.160), Rio de Janeiro (54.250) e Minas Gerais (44.536). As unidades da Federação com menos óbitos são Roraima (1.704), Acre (1.652) e Amapá (1.794).

Em relação aos casos confirmados, São Paulo também lidera, com mais de 3,5 milhões de casos. Minas Gerais, com 1,7 milhão, e Paraná, com pouco mais de 1,2 milhão. O estado com menos casos de Covid-19 é o Acre, com 84.849, seguido por Roraima (109.650) e Amapá (115.607).

A contagem de casos realizada pelas Secretarias Estaduais de Saúde inclui pessoas sintomáticas ou assintomáticas; ou seja, neste último caso são pessoas que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.

Desde o início de junho, o Conass divulga os números da pandemia da Covid-19 por conta de uma confusão com os dados do Ministério da Saúde . As informações dos secretários de saúde servem como base para a tabela oficial do governo, mas são publicadas cerca de uma hora antes.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook

Saúde

Anvisa cancela estudos clínicos da Covaxin no Brasil

Publicado


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) cancelou definitivamente os estudos clínicos da vacina indiana Covaxin no Brasil. Em nota divulgada hoje (26) à noite, o órgão disse que a medida foi tomada depois que a Precisa deixou de representar a vacina no país.

“A decisão foi tomada após avaliação técnica de que o fim da autorização da empresa Precisa para representar a vacina no país inviabiliza o cumprimento da normativa que trata da condução dos estudos clínicos de vacinas no país”, destacou a Anvisa em comunicado.

Na última sexta-feira (23), a Coordenação de Pesquisa Clínica da Anvisa havia determinado a suspensão cautelar dos estudos clínicos da Covaxin no país. Na ocasião, a agência comunicou a decisão ao Instituto Albert Einstein e à Precisa, que patrocinava os testes.

Os estudos haviam sido suspensos após a empresa indiana Bharat Biotech Limited International, fabricante da Covaxin, ter informado à Anvisa que a Precisa não tinha mais autorização para representar a farmacêutica no Brasil. Segundo a Anvisa, não chegou a haver aplicação da Covaxin em voluntários brasileiros.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Saúde

Covid-19: país ultrapassa 550 mil mortes e tem 19,7 milhões de casos

Publicado


O país ultrapassou hoje (26) a marca de 550 mil mortos pela covid-19. O balanço divulgado hoje pelo Ministério da Saúde registra 550.502 mortes acumuladas desde o início da pandemia. Em 24 horas, desde o boletim divulgado ontem, foram registrados 578 óbitos.

Em relação ao total de casos, foram registrados 18.999 novos diagnósticos em 24 horas. Esse dado eleva para 19.707.662 o número de pessoas infectadas pela doença desde o início da pandemia no país.

O balanço apontou também 758.593 pacientes em acompanhamento e 18.398.567 recuperados da doença.

Covid-19 nos estados

Os estados com mais mortes são os seguintes: São Paulo (137.273), Rio de Janeiro (58.452), Minas Gerais (49.869), Paraná (34.502) e Rio Grande do Sul (33.059).

As unidades da Federação com menos óbitos são Acre (1.797), Roraima (1.830), Amapá (1.897), Tocantins (3.472) e Alagoas (5.746).

Vacina

Ao todo, o Ministério da Saúde distribuiu 164.478.404 vacinas para todo o país. Foram aplicadas 134.271.035 de doses como primeira dose e 96.338.520 como segunda dose.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso