conecte-se conosco


FORAGIDO

Lázaro roubou alimentos e munições nesta madrugada; polícia o procura há 11 dias

Publicado

Destaque

 

 

source
Lázaro Barbosa é procurado há 11 dias pela polícia
Reprodução

Lázaro Barbosa é procurado há 11 dias pela polícia

O criminoso Lázaro Barbosa, apontado como “serial killer do DF” ou “maníaco de Goiás”, teria furtado alimentos e munições para se abastecer nesta madrugada, segundo a Record TV . As buscas por ele já duram 11 dias.

Neste sábado, uma força-tarefa da polícia formada por policiais militares, civis do Distrito Federal, agentes da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Federal e até a cavalaria circulam por regiões de matas, grutas e canaviais em busca do criminoso.

A polícia acredita que o cansaço de Lázaro pode fazer com que ele esteja perto de ser capturado.

Segundo o secretário de segurança de Goiás, Rodney Miranda, notícias falsas têm atrapalhado o avanço das negociações. Ele disse também que não havia necessidade da atuação da Força Nacional.

Comentários Facebook

Destaque

Várzea Grande confirma retorno das aulas presenciais

Publicado

O secretário de Saúde de Várzea Grande, Gonçalo Barros, afirmou que o município deve retomar em breve as atividades presenciais na rede municipal de ensino de forma híbrida. A declaração foi dada durante entrevista ao Jornal do Meio-dia, da TV Vila Real.

Debatemos isso profundamente no comitê gestor da Covid. O secretário Silvio está muito comprometido cuidando dessa parte juntamente com a equipe do comitê e com a Secretaria de Saúde, é um critério que vamos procurar implementar todos os sistemas para que seja bem seguro”, disse o secretário.

Gonçalo explicou que além do cumprimento de todas as medidas contra a propagação da Covid-19, para ter acesso à sala de aula o profissional também deverá apresentar o cartão de vacinação.

“Para ter acesso à sala de aula os professores deverão apresentar o cartão de vacina. O que nós precisamos é um padrão de segurança. Essa é uma pauta da educação e devido esse cuidado com a Covid serão adotadas as medidas necessárias para manter a segurança”, acrescentou.

VACINAÇÃO

Em relação à vacinação, o secretário comentou que o município não adotou o sistema de final de fila e aqueles que não conseguiram se vacinar na data marcada podem procurar o ponto de vacinação que receberão a dose do imunizante.

“Nós não temos aquela questão de final de fila, se não compareceu está aberto no seu ponto que você escolheu, compareça no próximo dia vacinação. Nesse momento nós entendemos que temos que oportunizar e não criar barreiras para a imunização”, concluiu.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Destaque

Cuiabá já vacinou 100 mil pessoas contra a Covid-19

Publicado

Cuiabá começou a realizar o agendamento para o público de 40 a 44 anos, dando continuidade à vacinação contra Covid-19.

Cuiabá chegou à marca de 100 mil pessoas imunizadas contra Covid-19. São 102.954 doses aplicadas somando as pessoas que receberam a 2ª dose a as pessoas que receberam a vacina em dose única.

Na semana passada Cuiabá começou a realizar o agendamento para o público de 40 a 44 anos, dando continuidade à vacinação contra Covid-19.

As doses daqueles que faltam à vacinação continuarão a ser agendadas para as pessoas de 18 a 39 anos, de acordo com o percentual correspondente da população da capital.

Para se cadastrar, é necessário entrar no site vacina.cuiaba.mt.gov.br e preencher todos os campos obrigatórios. Deste modo, a pessoa entrará em uma fila de espera virtual. Quando ela for agendada, o sistema do site enviará uma mensagem de WhatsApp automática e/ou um e-mail para a pessoa informando que ela já está confirmada para ir tomar sua vacina.

No dia da vacinação, a pessoa deve levar o QR Code do agendamento impresso, um documento com foto e o comprovante de endereço de Cuiabá. A pessoa também deve estar com o cartão do SUS atualizado.

No caso de vacinação pela categoria profissional, também é preciso apresentar declaração de vínculo funcional. Já no caso das pessoas que se cadastraram pelos grupos de comorbidades ou deficiência permanente grave, além de gestantes, puérperas e lactantes, é preciso apresentar o laudo médico.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso