conecte-se conosco


Mulher

5 séries para ver e se apaixonar no Dia dos Namorados

Publicado

Mulher


source

Alto Astral

5 séries para ver e se apaixonar no Dia dos Namorados
Reprodução: Alto Astral

5 séries para ver e se apaixonar no Dia dos Namorados

Sair para jantar está um pouco fora de questão, mas não por isso que os casais vão deixar de comemorar o Dia dos Namorados. E, melhor, a data cai em um sábado, o que dá possibilidade de fazer o que mais as pessoas gostam, maratonar.

Maratonar é arte e namorar faz parte!

Portanto, peça um bom vinho no aplicativo de entregas, corte uns aperitivos e não esqueça da meia luz e decoração , porque, vou separar cinco séries para ver junto ao seu amor e conseguir curtir o dia mais esperado pelos casais apaixonados.

This Is Us

Para aqueles namorados que estão já na fase de noivado e pensam em constituir uma família, a série é incrível. O drama familiar mostra que em toda casa tem alegria e dor, além de que todos têm um passado que afeta o presente e o futuro. A série é in medias res , alterna entre o presente e a época de infância dos trigêmeos do casal. Temos quatro temporadas, que, inclusive, dá para assistir em 1 dia se vocês focarem.

Disponível no Amazon Prime Video.

Once Upon a Time

Uma mistura bastante interessante dos contos de fadas mais conhecidos, com direito a Peter Pan do mal. Mas o enredo, que perdura por sete temporadas, gira em torno do amor da Branca de Neve e o Príncipe Encantado, que tiveram uma filha, Emma Swan, que, por sua vez, se apaixona pelo Capitão Gancho. Apesar de muitas magias e maldições, a temática é o amor, seja dos personagens principais, ou da Bela e o Rumplestiltskin, ou até mesmo da Rainha Má e o Robin Wood – pois é, eles realmente fizeram uma miscelânea de personagens.

Veja Também  Amor na vida real: "Conheci o meu marido na clínica de hemodiálise"

Disponível na Netflix.

Tudo Bem Não Ser Normal

A série coreana, em 16 episódios, aborda a temática da saúde mental, mas o romance está presente de forma genuína. Se você realmente acha que seu parceiro fez de você uma pessoa melhor, precisa ver essa série. A famosa autora Ko Mun-yeong é uma pessoa extremamente tóxica e Moon Gang-tae é o altruísta que trabalha no hospital psiquiátrico onde o pai da autora está internado. O romance começa com uma tentativa de facada, mas a trama cresce causando emoção e prendendo a nossa atenção.

Você viu?

Disponível na Netflix.

Eu, Tu e Ela

Já faz um tempo que a mídia aborda o poliamor e esta série traz algumas informações importantes para quem não o conhece, ou para aqueles que querem tornar-se adeptos. O casal já não ia tão bem quanto antes e o marido resolve contratar uma acompanhante, e o enredo começa a partir disso. O ponto da série é que desfaz a imagem libertina, sexualizada até mesmo cômica das relações abertas ou não monogâmicas, para entrar em um contexto de amor, carinho e respeito, que alcança já sua quinta temporada.

Veja Também  Horóscopo do dia: previsões para 23 de junho de 2021

Disponível na Netflix.

Modern Family

Se você quer romance, o terá. Tem todos os casais possíveis nela. A relação entre pessoas com distância de idade, o amor entre homem e mulher, as tramas adolescentes e seus namorados, o menino romântico que só quer ser amado e a desmistificação do casal homoafetivo, com muita ternura e com direito à família.

Disponível na Netflix.

Sim meus caros, o amor está no ar, e as séries vem para mostrar todos os tipos deles. Vamos maratonar e curtir o(a) companheiro(a) neste Dia dos Namorados!

Sobre o autor :

O cineasta brasileiro Daniel Bydlowski é membro do Directors Guild of America e artista de realidade virtual. Faz parte do júri de festivais internacionais de cinema e pesquisa temas relacionados às novas tecnologias de mídia, como a realidade virtual e o futuro do cinema. Daniel também tenta conscientizar as pessoas com questões sociais ligadas à saúde, educação e bullying nas escolas. É mestre pela University of Southern California (USC), considerada a melhor faculdade de cinema dos Estados Unidos. Atualmente, cursa doutorado na University of California, em Santa Barbara, nos Estados Unidos. Recentemente, seu filme Bullies foi premiado em NewPort Beach como melhor curta infantil, no Comic-Con recebeu 2 prêmios: melhor filme fantasia e prêmio especial do júri. O Ticket for Success, também do cineasta, foi selecionado no Animamundi e ganhou de melhor curta internacional pelo Moondance International Film Festival.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook

Mulher

Vontade de cortar a franja sozinha em casa? Confira este passo a passo

Publicado


source
Franja
Reprodução/Instagram/Bruna Marquesine

Franja


Atire a primeira pedra quem nunca pensou (ou tentou) cortar a franja sozinha em casa. Ao longo da pandemia, muita gente se aventurou com as próprias madeixas : raspando, pintando, cortando só as pontinhas. Mas  a franja é campeã absoluta de buscas no Google quando o assunto é mudança de cabelo em casa.

Para ajudar quem não aguenta mais ficar sem cortar o cabelo, mas ainda não se sente segura a ir até o salão (o que é prudente, já que a terceira onda está aí), a cabeleireira e Michele Marques fez um tutorial para  cortar a franja em casa sem arruinar o cabelo. .

Veja Também  Vontade de cortar a franja sozinha em casa? Confira este passo a passo

“É importante observar o caimento natural do seu cabelo e possíveis redemoinhos na região da franja”, explica a profissional, professora da área da beleza há mais de 20 anos. No caso da boneca-modelo, ela usa o cabelo para o lado e vai fazer uma franja universal com caimento natural, que vai para qualquer lado.


Você viu?

Dicas tesoura de ouro:

  • Lembre de não puxar o cabelo com muita força para ele não subir muito quando soltar.
  • Se tiver redemoinho, deixe soltinho na raiz
  • Ao decidir o comprimento, corte com centímetros extras. “Uma margem de erro não faz mal à ninguém”.

Franja curta

Se a sua intenção for uma franja mais curta, você pode seguir este passo a passo caso queira um formato arredondado. Para uma franja mais retinha, você vai segir os mesmos passos até à separação da parte da franja, mas não vai torcer o cabelo para cortar, buscando deixá-lo o mais reto possível, ensina Michele.

Veja Também  DIU: entenda como funciona o método anticoncepcional

“Tá, mas e a tesoura?”

Nós sabemos que provavelmente você vai querer usar a que tem em casa mesmo. Mas caso você queira investir um pouquinho (cerca de R$ 50), a recomendação da Michele para cortes de cabelo é uma com fio navalha de pelo menos seis polegadas, pois ela não vai mastigar as pontas do seu cabelo.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Mulher

Amor na vida real: “Conheci o meu marido na clínica de hemodiálise”

Publicado


source
Rejane e Cidnei Oliveira
Arquivo pessoal

Rejane e Cidnei Oliveira

Sabe aquelas histórias de novela, onde um casal se conhece em um contexto inesperado?  Foi o que aconteceu com a trabalhadora doméstica Rejane Oliveira, 42, e o auxiliar de limpeza Cidnei Oliveira, 45. Para eles, o amor surgiu numa situação e local totalmente inesperados. Os dois são pacientes renais e frequentavam o mesmo centro clínico de diálise quando eram mais jovens.

“Ele ficava sozinho, eu não via ninguém com ele. Aí a enfermeira falava: ‘Poxa, tem um rapaz lá na emergência, fica sozinho, coitado’ e eu falei para ela: ‘Posso ficar conversando com ele?’ e ela disse que sim”, conta Rejane. 

De conversa em conversa, o interesse foi crescendo, até que segundo Rejane, “explodiu”. Ela conta que as amigas incentivaram o relacionamento, mas que ela tinha receio.  “Eu falei: ‘Eu não quero um renal igual a mim’. As pessoas ficaram falando e eu falava que não, não tinha como rolar e que eles eram malucos”, conta. 

Até que um dia, mais uma cena clássica de novela aconteceu. “Teve um dia que eu dialisei com ele e eu estava de vestido, mas estava frio. Ele me perguntou se eu estava com frio e me emprestou o casaco dele”, diz. Ela disse que depois disso, ele saiu do hospital e a amizade permaneceu. 

Você viu?

“A gente foi pegando amizade e ele me perguntou se eu conhecia Angra. Eu falei que não e ele perguntou se eu queria conhecer. Eu disse que sim.” Rejane conta que o pai de Cidnei tinha uma casa no município e que eles viajaram juntos. Depois disso, o amor foi crescendo, até que os dois oficializaram o namoro e logo em seguida foram morar juntos.  

Veja Também  Helô Pinheiro veste o mesmo vestido de noiva 55 anos após casamento

“Nós morávamos sozinhos. Eu como era serelepe, perguntei se ele gostaria de morar comigo. Ele aceitou no mesmo dia. Fomos buscar as coisas dele e estamos juntos até hoje. A gente ficou junto com três dias que tinha dado um beijinho, aí eu pedi ele em casamento”, conta. 

Duas décadas juntos na diálise

Os dois estão juntos há vinte anos e desde que se encontraram na clínica, não deixaram de ir ao tratamento juntos. “A gente sempre está junto. Nunca fui em um dia e ele em outro. Teve uma vez que eu fui dialisar sem ele e foi muito ruim, eu fiquei muito triste, senti a falta dele.” 

A história atrai os ouvidos dos curiosos e apaixonados. “As pessoas acham bonito, interessante, falam: ‘Que coisa linda o jeito que vocês se conheceram’, é assim”, conta. Ela diz que encontrar o amor dessa maneira foi muito emocionante. “Eu gostei, fiquei feliz. Graças a Deus sou muito feliz até hoje.” 

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana