conecte-se conosco


Polícia Federal

Polícia Federal deflagra operação para combater organização criminosa, lavagem de dinheiro e tráfico internacional de entorpecentes em Campo Grande e Ponta Porã/MS

Publicado

Polícia Federal


Campo Grande/MS – A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira (17/5), nas cidades de Ponta Porã/MS e Campo Grande/MS, a Operação Fênix, que investigou organização criminosa voltada para o tráfico internacional de entorpecentes e lavagem de dinheiro.

Segundo as investigações, o grupo criminoso era responsável por internacionalizar o entorpecente conhecido como maconha, a partir da cidade de Pedro Juan Caballero/PY, cujos carregamentos tinham como destino inicial a cidade de Campo Grande/MS. A droga posteriormente era encaminhada para outros estados do Brasil. Além disso, a organização criminosa realizava a lavagem dos valores obtidos ilicitamente com a venda do entorpecente, através do comércio e financiamento de veículos utilizando para tanto empresas localizadas nesta capital.

No transcurso das investigações, foram realizadas 12 apreensões de carregamentos de entorpecentes, os quais totalizaram cerca de 21 toneladas de maconha, além de 18 integrantes da ORCRIM presos em flagrante delito por tráfico de drogas. Ainda foi apreendida a quantia de mais de R$ 68 em espécie durante as abordagens.

Os mandados expedidos pela 5ª Vara Federal de Campo Grande/MS buscam confirmar a ligação entre os membros da organização criminosa, reforçar os indícios de lavagem de dinheiro, apreender bens de alto valor e individualizar a conduta de cada agente.

Veja Também  Polícia Federal prende homem em flagrante por tráfico de drogas no Rio Grande do Sul

As medidas judiciais ainda contemplam o sequestro e indisponibilidade de diversos bens móveis, imóveis e valores financeiros relacionados aos integrantes do grupo criminoso.

Os investigados poderão responder pelos crimes de organização criminosa (art. 1º, § 1º, da Lei n.º 12.850/13), tráfico internacional de entorpecentes (art. 33 c/c 40, I da lei 11.343/2006) e lavagem de dinheiro (art. 1º da lei 9613/98).

O nome da operação faz referência ao significado de FENIX, ressurgimento das cinzas, haja vista que boa parte da organização criminosa foi investigada e presa no ano de 2009 pela Polícia Federal na Operação Litoral pela prática dos mesmos crimes investigados.

Em razão da situação de pandemia da COVID-19, foi planejada uma logística especial de prevenção ao contágio, com distribuição de EPIs  a  todos  os  envolvidos  na  missão,  a  fim  de preservar a saúde dos policiais, testemunhas, investigados e seus familiares.

Comunicação Social da Polícia Federal no Mato Grosso do Sul  

Fone: (67) 3368-1105

[email protected] | www.pf.gov.br

Comentários Facebook

Polícia Federal

PF cumpre extradição de foragido da Justiça Mato-grossense

Publicado


Cuiabá/MT – Na quinta-feira, 17/6, com base na cooperação policial internacional, a Polícia Federal cumpriu a extradição de um brasileiro que se encontrava foragido da Justiça Mato-grossense e estava sendo procurado internacionalmente pela Interpol.

O homem, acusado de participação em um latrocínio no Estado do Mato Grosso, fato ocorrido em 2019, foi escoltado por policiais federais de Portugal até Cuiabá/MT e após foi conduzido para o sistema prisional, onde ficará à disposição do juízo competente.

As investigações sobre o crime foram encerradas e concluídas pela Polícia Judiciária Civil em Cuiabá/MT. Com a decretação da prisão preventiva pela 5ª Vara Criminal de Cuiabá/MT e a pedido da Polícia Civil e daquele juízo, houve a publicação de difusão vermelha nos sistemas da Interpol, instrumento que permitiu à polícia portuguesa a localização e detenção do foragido em solo lusitano.

A cooperação policial internacional é feita pela Interpol e esta é representada no Brasil pela Polícia Federal. Dentre os seus objetivos, está garantir e promover a mais ampla e possível assistência mútua entre todas as polícias judiciárias, resguardados os limites da legislação existente em cada país. Para tal mister se utiliza da publicação de vários tipos de difusões, que são repassadas para os seus 192 países‐membros. 

Veja Também  Polícia Federal cumpre seis mandados de busca e apreensão e fecha cinco rádios piratas nos últimos 30 dias

Comunicação Social da Polícia Federal em Mato Grosso

[email protected]

(65) 992848987

Instagram: @policiafederal_mt

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia Federal

PF realiza apreensão de maconha no Aeroporto Internacional dos Guararapes/PE

Publicado


Recife/PE – A Polícia Federal prendeu em flagrante, na quinta-feira (17/6), no Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre, uma suspeita, de 23 anos, natural e residente em Manaus/AM.

A prisão aconteceu durante fiscalização de rotina destinada a reprimir o tráfico internacional e doméstico de entorpecentes bem como outros tipos de ilicitudes de competência federal no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre. 

Os policiais federais, por meio de  procedimento padrão de abordagem, identificaram uma passageira quando estava desembarcando em Recife/PE num voo procedente de Belém/PA. Após entrevista e havendo fundada suspeita, sua bagagem foi submetida à fiscalização, sendo encontrados aproximadamente 10 kg de maconha.

Após a droga ter sido encontrada, a suspeita foi conduzida para a Superintendência da Polícia Federal, onde acabou sendo autuada pela prática do crime contido no artigo 33 e 35 incisos V da Lei nº 11.343/2006 (tráfico interestadual de entorpecentes). Caso seja condenada, poderá  pegar penas que variam de 5 a 15 anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal em Pernambuco

Comentários Facebook
Veja Também  PF desarticula esquema criminoso voltado à venda de decisões judiciais na Bahia
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana