conecte-se conosco


Mato Grosso

Governador anuncia construção de nova Estação de Tratamento de Água em VG: “trará a solução definitiva para o problema da falta de água”

Publicado

Mato Grosso


O governador Mauro Mendes e o prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, anunciaram, nesta segunda-feira (17.05), a construção de uma nova Estação de Tratamento de Água (ETA) no município. A estação será construída no bairro Chapéu do Sol e vai pôr fim ao problema crônico de captação e distribuição de água na Cidade Industrial.

Será aportado o montante de R$ 25 milhões diretamente pelo Governo de Mato Grosso nessa obra que integra o pacote de investimentos que o Estado já realiza desde o início da atual gestão, no munícipio. Além de obras para estruturação do saneamento, já foram realizadas ainda obras na área da saúde, educação, infraestrutura, segurança e tantas outras.

De acordo com Mauro Mendes, poder investir em obras municipais é resultado de um trabalho, logo no início da gestão, de reequilibrar as contas do Estado para que fosse possível ao Governo de Mato Grosso solucionar problemas importantes e recorrentes, como a falta de água em Várzea Grande.

“Com as contas reequilibradas, nesses dias alusivos ao aniversário de Várzea Grande, posso anunciar que o Governo vai construir uma nova Estação de Tratamento de Água, com capacidade de 250 mil litros por segundo. Um investimento de R$ 25 milhões que trará a solução definitiva do problema de falta de água aqui na cidade”, disse o governador.

O projeto, que está sob análise da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), prevê a construção de um sistema de captação, uma adutora de água bruta, uma estação completa com três adutoras de água tratada, além de três reservatórios apoiados com capacidade de reserva de 7 mil m³, ou seja, 4,5 milhões de litros. Nessa estação deverá ser realizada a purificação da água captada, para torná-la própria para o consumo e utilizá-la para abastecer a população várzea-grandense.

Veja Também  "Estamos entregando títulos esperados há décadas pelas famílias em Mato Grosso", afirma presidente do Intermat

“Assim que o projeto for aprovado pela Sinfra, colocaremos imediatamente no processo de licitação e contratação para fazer essa ETA e termos a solução para o problema de água. Com a continuidade do trabalho que o prefeito Kalil tem feito, Várzea Grande está em um bom caminho e vai resolver importantes problemas e melhorar a infraestrutura urbana aqui na cidade”, afirmou.

A previsão é de que a obra seja realizada em duas etapas. Na primeira fase serão contemplados 27 bairros. Já na segunda etapa serão beneficiados outros quatro bairros da região. “A partir da contratação da obra, nós temos uma expectativa de um prazo de 18 meses entre assinar o contrato e finalizar as obras. Prevemos de 12 a 18 meses para a conclusão dessa ETA, com adutora interligando ao sistema já existente em Várzea Grande”, encerrou o governador.

De acordo com o prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, a parceria com o Governo de Mato Grosso vai garantir o cumprimento de uma promessa feita aos várzea-grandenses, bem como atender à necessidade da região do Chapéu do Sol e, por consequência, realizar o sonho dos moradores que desejam ter o abastecimento e distribuição de água de maneira ininterrupta.

Veja Também  Hospitais regionais serão construídos em terrenos doados por prefeituras; SES trabalha para lançar editais das obras

“É uma satisfação estarmos comemorando o aniversário da cidade e recebermos um presente como esse: investimento da ordem de R$ 25 milhões, que vai atender o maior compromisso nosso de campanha, que é resolver o problema da água durante nossos quatro anos de mandato. Só tenho a agradecer ao governador Mauro Mendes e equipe, que nos atendem com essa demanda”, afirmou o prefeito.

Presente durante o anúncio, o senador Jayme Campos destacou outras obras já feitas e em execução pelo Governo de Mato Grosso, como a restauração da avenida da FEB, o Parque Tecnológico, e a ponte sobre o Rio Cuiabá, por exemplo, e reforçou a importância do investimento feito pelo Estado o para o crescimento e desenvolvimento da cidade.

“Esse gesto de grandeza vai nos ajudar a resolver o problema de água em Várzea Grande, que é quase secular.  Agora, o governador Mauro Mendes vai construir uma estação com recursos próprios do Estado. Estamos planejando a cidade com uns 30 a 40 anos à frente. Demorou, mas chegou esse grande volume de recursos“, encerrou o senador.

Também participaram do anúncio o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, o deputado federal Carlos Bezerra, o deputado estadual Eduardo Botelho, além dos secretários municipais e vereadores de Várzea Grande.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Hospitais regionais serão construídos em terrenos doados por prefeituras; SES trabalha para lançar editais das obras

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) trabalha para lançar os editais de licitação para construção dos quatro novos hospitais regionais, nas cidades de Alta Floresta, Juína, Confresa e Tangará da Serra. As unidades de saúde serão construídas em terrenos doados pelas prefeituras. 

A Superintendência de Obras da SES-MT explica que para a construção das unidades é feita uma parceria com os municípios, que ficam responsáveis por adquirir o terreno e doa-lo para a gestão estadual, que fará a obra. Além disso, antes da construção, as prefeituras devem fazer a sondagem e a topografia da área.

As cidades onde os hospitais serão construídos foram anunciados pelo governador Mauro Mendes e seguirão um padrão de qualidade e modernização das unidades de saúde.

Os hospitais contarão com 141 leitos de enfermaria e 40 UTIs, entre adultas, pediátricas, neonatal e unidade semi-intensiva neonatal, para atendimento na média e alta complexidade.

As unidades de Saúde também terão 10 consultórios médicos, 2 consultórios para atendimento a gestantes, 6 salas de centro cirúrgico, além de espaços para banco de sangue, banco de leite materno e realização de exames, como tomografia e colonoscopia.

Veja Também  "O princípio para um casamento duradouro é o respeito", afirma inscrito para o Casamento Abençoado

A previsão é que após a licitação e a definição da empresa que irá tocar cada obra, os hospitais sejam entregues em até 24 meses.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Estado propõe manter adicional aos profissionais da linha de frente por mais 6 meses

Publicado


O Governo de Mato Grosso propôs manter o pagamento da verba adicional aos profissionais da Saúde Estadual que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 por mais seis meses. A continuidade da verba foi aprovada em primeira votação nesta quarta-feira (23.06).

Iniciado com a Lei nº 667 e prorrogado pelas Leis nº 678 e nº 684, o benefício vem sendo mantido desde julho de 2020. Após a segunda votação e aprovação pela Casa de Leis, a verba indenizatória entrará em vigor e passará a valer a partir do mês de julho de 2021.

Até o momento, já foram beneficiados cerca de 4,2 mil servidores da Rede Estadual de Saúde. 

O benefício é destinado especificamente aos servidores que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 em unidades hospitalares, ambulatoriais e finalísticas da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

Contudo, a verba adicional não é fixa e está relacionada à situação de cada profissional junto às unidades. 

O benefício também não é válido para os profissionais contratados e remunerados exclusivamente pelo sistema de plantão, pois o valor a ser recebido é exatamente aquele previsto em edital do Processo Seletivo correspondente.

Veja Também  PM lamenta o falecimento de capitão da reserva remunerada em Barra do Garças
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas