conecte-se conosco


Esportes

Corinthians é superado pelo Palmeiras e se despede do Paulistão 2021

Publicado

Esportes


Na tarde de domingo (16), o Corinthians entrou em campo em mais um desafio pelo Paulistão 2021. Jogando na Neo Química Arena, o Timão disputou uma vaga na final do estadual em um derby contra o Palmeiras, mas acabou sendo superado pelo placar de 2 a 0.

Com a derrota, o Coringão se despediu do Paulistão
2021 e agora volta as atenções para a Copa Sul-Americana, onde enfrenta o Sport
Huancayo-PER pela Sul-Americana na quinta-feira (20) e também já inicia a
preparação para o Brasileirão, competição que começa no próximo dia 30.

Escalação

O técnico Vágner Mancini iniciou o duelo contra o Palmeiras com a seguinte escalação: Cássio (capitão); João Victor, Jemerson, Raul; Mandaca, Gabriel, Ramiro, Piton; Luan, Otero e Cauê. Durante o jogo, também entraram Gil, Mateus Vital, Gustavo Silva, Léo Natel e Jô. Ainda estavam no banco de reservas: Matheus Donelli, Bruno Méndez, Camacho, Fábio Santos, Roni, Gabriel Pereira e Vitinho.

Os desfalques corinthianos para a partida foram os volantes Xavier e Cantillo, ambos se recuperando de uma lesões musculares, o lateral-direito Fagner, com Covid-19, e Danilo Avelar, Gustavo Mantuan e Ruan Oliveira que seguem também em recuperação após lesões no joelho.

Bola em jogo!

Os primeiros minutos da partida foram com a cara de um Derby, com bastante disputa pela posse da bola e busca de criação de ataques para ambos os lados.

  Corinthians e Atlético GO empatam de 1 a 1 na Série A

Veja Também  Verdão se reapresenta após vitória com Danilo, Rony e Breno Lopes no campo

A primeira boa chegada corinthiana ao ataque foi aos 11 minutos da partida. O Timão trabalhou a bola pela direita, Mandaca recebeu e cruzou por baixo na entra da área, Luan dominou e bateu buscando o canto direito do goleiro, mas a bola passou perto da trave.

No minuto seguinte, o Coringão sofreu o primeiro gol do clássico após ataque lateral da equipe adversária, aproveitando o rebote do goleiro Cássio.

Aos 23 minutos por pouco o Corinthians não consegue empatar o confronto. Após escanteio cobrado na área, Raul Gustavo consegue arrumar de cabeça para Gabriel chegar finalizando de primeira e mais uma vez bola passa raspando a trave.

Pouco depois, o técnico Vagner Mancini precisou realizar a primeira substituição na equipe. O zagueiro Jemerson sentiu uma lesão na coxa e pediu para deixar o gramado, com isso, Gil entrou em seu lugar.

Aos 37 minutos quem tentou empatar a partida foi Otero, em uma boa cobrança de falta. O camisa 11 arriscou de longe na bola parada e mandou uma bomba para o gol, obrigando goleiro adversário a mandar para escanteio.

  De olho na vaga da Libertadores, Corinthians recebe Athletico-PR nesta quarta

Veja Também  Flu empata com Fortaleza e segue sem perder

Segundo tempo

O Timão voltou para a etapa complementar com duas alterações: saíram Mandaca e Cauê e saíram Gustavo Silva e Mateus Vital.

O Corinthians voltou a levar perigo ao gol adversário pela primeira vez no segundo tempo aos seis minutos. Gustavo Silva conduziu bem a bola, invadiu a grande área pelo lado esquerdo o chutou firme, mas goleiro conseguiu fazer a defesa.

Aos 10 minutos, o Coringão chegou bem na bola aérea. Após cobrança de escanteio, Gil subiu bem e cabeceou, mas a bola subiu demais e foi por cima do travessão.

A partida voltou a ficar em um ritmo mais morno, sem muitas chances claras criadas. Com intuito de deixar ainda mais ofensivo o Timão, Mancini fez mais uma alteração, colocando Léo Natel no lugar do Ramiro.

Aos 30 minutos o Timão sofreu o segundo gol, o que deixou a partida um pouco mais complicada. A última mudança ainda ocorreu aos 37 minutos, com a entrada de Jô no lugar de Otero.

O Timão ainda teve pênalti a favor aos 38 minutos, mas Luan acabou desperdiçando a cobrança, mandando na trave.

COMENTE ABAIXO:

Comentários Facebook

Esportes

Cuca lamenta empate e pênaltis não marcados

Publicado


O empate por 1 a 1 com a Chapecoense, na noite desta segunda-feira (21), no Mineirão, foi lamentado pelo técnico Cuca, bem como os dois pênaltis a favor do Atlético não marcados pela arbitragem.

“Infelizmente, hoje não foi possível vencer”, afirmou o treinador. “O time tentou buscar o gol da vitória, perdemos chances incríveis e tivemos pênaltis não marcados”.

Em sua entrevista coletiva depois da partida, Cuca lamentou que a arbitragem sequer acionou o VAR nos lances de pênalti para o Galo.

“Ainda que o rapaz tenha batido na bola, a gente vê que ele tira o controle do Hulk, derruba ele com uma batida na panturrilha”, disse. “Lance interpretativo em que poderia ter sido chamado o VAR e, curiosamente, acabou que não foi”.

Apesar dos erros de arbitragem, Cuca reconheceu os méritos do adversário e disse que era preciso ressaltar a atuação da Chapecoense:

“Foi uma bela partida”, afirmou. “Mereceram o empate, dentro da proposta que fizeram, ainda que eu ache que esses pênaltis, um deles pelo menos, poderia ter sido o diferencial do jogo”.

  Vitória para embalar o Galo

Veja Também  Verdão se reapresenta após vitória com Danilo, Rony e Breno Lopes no campo

ENTREVISTA COMPLETA DE CUCA NA TV GALO:

Fonte: https://agenciaesporte.com.br/proxy/atletico.php?slug=cuca-lamenta-empate-e-penaltis-nao-marcados

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Walter projeta duelo contra o São Paulo: “estamos pronto”

Publicado


Um dos jogadores mais experientes do elenco do Cuiabá, o goleiro Walter falou sobre a próxima partida na Série A do Brasileiro, contra o São Paulo, nesta quarta-feira, fora de casa. Segundo ele, o grupo está concentrado e preparado para conquistar um bom resultado e manter a subida na tabela.

– Jogo difícil, eles estão pressionados. Estão com os jogos feitos, nós temos dois a menos. Temos que somar pontos, vamos em busca da vitória em todos os jogos, mas o empate não é ruim. É jogar seguro, saber o que fazer dentro de campo para sair com um grande resultado – disse o goleiro.

Walter chegou ao Cuiabá em março e já soma 15 jogos com a camisa do Dourado. Capitão do time, ele dividiu a liderança com todo o elenco, mostrando a união que é uma das marcas do grupo.

– Temos vários líderes aqui dentro, o Anderson Conceição que era o capitão tem uma história maravilhosa aqui dentro. Eu chegando agora de uma grade equipe. Tem o Paulão, o próprio João Carlos que vinha jogando. O grupo para se fortalecer tem que ter vários líderes.

  Técnico Iubel do Cuiabá valoriza o desempenho do time “grande margem de evolução”

Veja Também  Walter projeta duelo contra o São Paulo: “estamos pronto”

Após oito temporadas no Corinthians, Walter agradeceu a chance de jogar no Dourado e falou sobre a adaptação ao clube e a capital mato-grossense.

– Estou bem adaptado, pessoal é generoso, pessoas de confiança. Me passam muita confiança no clube e na cidade também. Um carinho grande que tem por mim. Estou dando meu máximo, indo para os jogos com a maior concentração possível para atingirmos nosso objetivo que é ficar na Série A. É legal esse carinho, vejo mensagens, posts, muitos viraram torcedores do Cuiabá. Isso é gratificante. Me dá forças para evoluir como jogador e como pessoa. São coisas que vem para agregar e procuro absorver o máximo possível.

fonte: http://cuiabaesporteclube.com.br/walter-projeta-duelo-contra-o-sao-paulo-somar-pontos/

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana