conecte-se conosco


Mato Grosso

“Comunidade esperava por isso há mais de 10 anos”, afirma diretora durante entrega da escola Arlete Maria em VG

Publicado

Mato Grosso


A diretora Maria Fernanda Pacelli de Miranda Gazeta, da Escola Estadual Professora Arlete Maria da Silva, classificou a inauguração do novo prédio da instituição como um “marco histórico”. A reforma geral da unidade foi entregue nesta segunda-feira (17.05) pelo governador Mauro Mendes, em Várzea Grande.

A escola tem 30 anos e recebeu a primeira reforma geral e uma nova quadra poliesportiva. As obras da reforma tiveram início há cerca de 10 anos, mas foram paralisadas inúmeras vezes e retomadas e finalizadas na atual gestão, com investimento de R$ 2,6 milhões.

“A transformação foi gigantesca. Nós trabalhávamos em um prédio bastante precário, com forro que ainda era de madeira, havia risco de incêndio. Nós não tínhamos quadra poliesportiva, não tínhamos biblioteca, mas agora fomos contemplados com tudo isso. É um marco histórico, a escola vai passar a viver um antes e depois da reforma. É uma vitória para toda a comunidade, que esperava por isso há mais de 10 anos”, destacou a diretora.

“É um sonho, parece escola particular. Me sinto muito mais motivada e sei que os outros alunos também gostariam de estar aqui hoje”, comemorou a estudante Marya Fernanda Campos Oliveira.

As obras alcançaram toda a parte interna e também a externa. Os pisos dos corredores receberam revestimento cerâmico, pintura, forro, iluminação e janelas. Além disso, toda estrutura recebeu acessibilidade, rampas, corrimão, piso tátil nas áreas internas e externa.

“Minha avó, professora Sarita, sempre dizia que a educação é a saída para esse País. Agradeço ao senhor [governador] pela finalização dessa obra, que vinha paralisada ao longo desses anos. É um presente para toda a Várzea Grande”, agradeceu o prefeito Kalil Baracat.

O governador Mauro Mendes afirmou ser uma prioridade da gestão obras com padrão de qualidade, que atendam bem aos profissionais da educação e também garantam melhores condições de aprendizado aos alunos.

Veja Também  "O princípio para um casamento duradouro é o respeito", afirma inscrito para o Casamento Abençoado

“Nós pegamos um estado com muitas dificuldades, mas graças a Deus, ao apoio da Assembleia, nós estamos reescrevendo a história recente de Mato Grosso. Tenho certeza que, assim como eu, muitos dos que estão aqui são filhos da escola pública. Nós vimos por muitos anos a educação ficando em segundo plano, mas eu me comprometo com vocês, podem ter certeza, eu vou desempenhar as minhas atribuições como governador priorizando a educação em todos os sentidos”, disse o governador.

A escola tem 12 salas de aula, com capacidade para atender até 1.200 alunos e oferece Ensino Fundamental, a partir do 6º ano, e Ensino de Jovens e Adultos (EJA), no período noturno.

“A Escola vinha sendo deixada de lado há muito tempo, então quando a gente vê tudo isso pronto, arrumado, bonito, a gente sabe que a perspectiva é inclusive atrair mais alunos. A gente fica muito alegre, muito satisfeito e sabe que isso trará retorno na formação dos alunos. Queremos agradecer muito ao Governo do Estado, a Secretaria de Educação, pela atenção que vem dedicando às escolas, porque é só através da educação que nós iremos transformar a nossa sociedade”, reforçou o professor de Língua Inglesa, Marcos Prado.

O secretário de Educação, Alan Porto, explicou que atualmente, a unidade tem 937 alunos e a Seduc planeja abrir o Ensino Médio Regular na unidade, devido à grande demanda da comunidade.

“Graças a coragem que o governador Mauro Mendes e a Assembleia Legislativa tiveram de fazer os ajustes fiscais necessários é que hoje nós estamos aqui inaugurando mais esta escola. É o dinheiro público sendo investido com responsabilidade para quem mais precisa. Nós sabemos do empenho dos profissionais da educação no nosso Estado, principalmente nesse momento de pandemia, o que faltava eram as ferramentas e o Governo do Estado está dando as condições para que vocês possam dar o seu melhor. Juntos nós vamos fazer a diferença”, frisou o secretário.

Veja Também  Hospitais regionais serão construídos em terrenos doados por prefeituras; SES trabalha para lançar editais das obras

“É muito gratificante participar disso, principalmente nós que participamos da reconstrução desse Estado, que recebemos tantas vaias na aprovação da Reforma Administrativa, em 2019. Fomos cercados, ameaçados, mas enfrentamos tudo isso porque sabíamos que as vaias daquele momento seriam os aplausos de agora. Parabéns, governador, pela sensibilidade que o senhor está tendo com a Educação”, reforçou o deputado Eduardo Botelho.

O senador Jayme Campos, que vem acompanhando o governador Mauro Mendes durante as entregas das novas escolas por todo o Estado, ressaltou a qualidade das obras e do novo material didático que está sendo entregue pela Seduc-MT às escolas da rede estadual.

“Quero falar hoje não apenas como senador, mas como cidadão várzea-grandense. O Brasil ainda tem milhões de pessoas que não são alfabetizadas, que muitas vezes não tiveram acesso a uma escola como essa. Não seremos nunca um País de primeiro mundo se não tivermos a consciência de investir recurso público em educação. Por isso, governador, secretário Alan, Várzea Grande hoje agradece e está muito feliz”.

Também acompanharam a entrega os secretários da Casa Civil, Mauro Carvalho, de Desenvolvimento Econômico, Cesar Miranda, o deputado estadual Paulo Araujo, o ex-governador Julio Campos, além de vereadores pelo Município.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Hospitais regionais serão construídos em terrenos doados por prefeituras; SES trabalha para lançar editais das obras

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) trabalha para lançar os editais de licitação para construção dos quatro novos hospitais regionais, nas cidades de Alta Floresta, Juína, Confresa e Tangará da Serra. As unidades de saúde serão construídas em terrenos doados pelas prefeituras. 

A Superintendência de Obras da SES-MT explica que para a construção das unidades é feita uma parceria com os municípios, que ficam responsáveis por adquirir o terreno e doa-lo para a gestão estadual, que fará a obra. Além disso, antes da construção, as prefeituras devem fazer a sondagem e a topografia da área.

As cidades onde os hospitais serão construídos foram anunciados pelo governador Mauro Mendes e seguirão um padrão de qualidade e modernização das unidades de saúde.

Os hospitais contarão com 141 leitos de enfermaria e 40 UTIs, entre adultas, pediátricas, neonatal e unidade semi-intensiva neonatal, para atendimento na média e alta complexidade.

As unidades de Saúde também terão 10 consultórios médicos, 2 consultórios para atendimento a gestantes, 6 salas de centro cirúrgico, além de espaços para banco de sangue, banco de leite materno e realização de exames, como tomografia e colonoscopia.

Veja Também  Dois suspeitos de roubo a cooperativas de crédito são presos após tentarem comprar carro à vista

A previsão é que após a licitação e a definição da empresa que irá tocar cada obra, os hospitais sejam entregues em até 24 meses.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Estado propõe manter adicional aos profissionais da linha de frente por mais 6 meses

Publicado


O Governo de Mato Grosso propôs manter o pagamento da verba adicional aos profissionais da Saúde Estadual que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 por mais seis meses. A continuidade da verba foi aprovada em primeira votação nesta quarta-feira (23.06).

Iniciado com a Lei nº 667 e prorrogado pelas Leis nº 678 e nº 684, o benefício vem sendo mantido desde julho de 2020. Após a segunda votação e aprovação pela Casa de Leis, a verba indenizatória entrará em vigor e passará a valer a partir do mês de julho de 2021.

Até o momento, já foram beneficiados cerca de 4,2 mil servidores da Rede Estadual de Saúde. 

O benefício é destinado especificamente aos servidores que atuam na linha de frente do combate à Covid-19 em unidades hospitalares, ambulatoriais e finalísticas da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

Contudo, a verba adicional não é fixa e está relacionada à situação de cada profissional junto às unidades. 

O benefício também não é válido para os profissionais contratados e remunerados exclusivamente pelo sistema de plantão, pois o valor a ser recebido é exatamente aquele previsto em edital do Processo Seletivo correspondente.

Veja Também  Hospitais regionais serão construídos em terrenos doados por prefeituras; SES trabalha para lançar editais das obras
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas