conecte-se conosco


Mato Grosso

Quatro integrantes de associação criminosa são presos por estelionato na Capital

Publicado

Mato Grosso


Quatro pessoas suspeitas de integrar uma associação criminosa envolvida em estelionato foram presas em flagrante pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (14.05), após serem identificados pelos policiais da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) no momento em que tentavam sacar o dinheiro do golpe.

As investigações iniciaram após a equipe da GCCO ser informada sobre uma mulher que estava tentando sacar um alto valor em uma agência bancária em Cuiabá. Segundo as informações, o dinheiro era oriundo de um golpe aplicado horas antes contra uma vítima de Lucas do Rio Verde, que teve R$ 25 mil subtraídos de sua conta corrente.

O golpe ocorreu por volta das 10h, quando a vítima recebeu uma ligação de uma pessoa, que se identificou como agente de segurança de uma cooperativa bancária, afirmando que precisava de dados pessoais, uma vez que tinham tentando acessar a conta do cliente por outro aparelho celular.

Durante a conversa, o estelionatário pediu que a vítima entrasse no aplicativo do banco e enviasse um código que chegaria em seu celular. Após o envio, o suspeito conseguiu acessar a conta da vítima e fazer uma transferência no valor de R$ 25 mil para outra conta da mesma cooperativa.

Veja Também  Governo de Mato Grosso entrega títulos definitivos para famílias de assentamento rural em Cáceres

A equipe de investigadores da GCCO foi acionada por volta das 15 horas de que uma mulher estava tentando sacar um alto valor em dinheiro em uma agência bancária. Os policiais realizaram a abordagem da suspeita, que confessou estar ali para sacar a quantia proveniente de golpe e indicou outras pessoas envolvidas no esquema, entre elas seu marido.

Em continuidade às diligências, o suspeito foi detido e disse que o dinheiro seria entregue para outras duas pessoas responsáveis por organizar o golpe. O segundo casal foi preso no momento em que chegou à casa dos suspeitos para buscar o dinheiro que eles acreditavam já estar com os comparsas.

Diante das evidências, os três suspeitos foram conduzidos à GCCO, onde após serem interrogados foram autuados em flagrante por estelionato e organização criminosa.

A apuração do crime e prisão dos envolvidos contou com apoio da Delegacia de Lucas do Rio Verde e da Gerência Estadual de Polinter e Capturas. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Domingo (20): Mato Grosso registra 439.103 casos e 11.664 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (20.06), 439.103 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 11.664 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 384 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 439.103 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 12.380 estão em isolamento domiciliar e 413.340 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 435 internações em UTIs públicas e 373 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 78,24% para UTIs adulto e em 42% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (91.083), Rondonópolis (31.873), Várzea Grande (29.649), Sinop (21.289), Sorriso (15.236), Tangará da Serra (15.105), Lucas do Rio Verde (13.512), Primavera do Leste (11.188), Cáceres (9.490) e Alta Floresta (8.391).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Veja Também  Domingo (20): Mato Grosso registra 439.103 casos e 11.664 óbitos por Covid-19

O documento ainda aponta que um total de 354.401 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 83 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (19.06), o Governo Federal confirmou o total de 17.883.750 casos da Covid-19 no Brasil e 500.800 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 17.801.462 casos da Covid-19 no Brasil e 498.499 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste domingo (20.06).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Veja Também  Semana de Política sobre Drogas aborda desafios do atendimento ao usuário em tempos de crise sanitária

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Mato Grosso

Sábado (19): Mato Grosso registra 438.719 casos e 11.635 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (19.06), 438.719 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 11.635 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 875 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 438.719 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 12.750 estão em isolamento domiciliar e 412.610 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 441 internações em UTIs públicas e 376 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 79,17% para UTIs adulto e em 42% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (91.024), Rondonópolis (31.853), Várzea Grande (29.639), Sinop (21.288), Sorriso (15.234), Tangará da Serra (15.064), Lucas do Rio Verde (13.472), Primavera do Leste (11.160), Cáceres (9.488) e Alta Floresta (8.384).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Veja Também  Domingo (20): Mato Grosso registra 439.103 casos e 11.664 óbitos por Covid-19

O documento ainda aponta que um total de 350.769 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 682 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (18.06), o Governo Federal confirmou o total de 17.801.462 casos da Covid-19 no Brasil e 498.499 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 17.702.630 casos da Covid-19 no Brasil e 496.004 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta sábado (19.06).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Veja Também  Semana de Política sobre Drogas aborda desafios do atendimento ao usuário em tempos de crise sanitária

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política

Mato Grosso

Mais Lidas da Semana